Blog

5 dicas para otimizar processos de uma empresa

Tempo de Leitura: 2 minutos A busca pela otimização de processos pode deixar empreendedores confusos, afinal, existem muitas possibilidades interessantes a serem exploradas que podem se encaixar na realidade de suas empresas.

3 janeiro 2019 TEMPO DE LEITURA : 2 minutos Foto Leonardo Barros
Início > Gestão empresarial > 5 dicas para otimizar processos de uma empresa
Tempo de Leitura: 2 minutos

Simples medidas capazes de otimizar processos de uma empresa podem fazer uma diferença significativa nos resultados. Segundo relatório do SEBRAE, negócios que aperfeiçoam serviços e inovam processos tendem a sobreviver mais no mercado.

Sua empresa está indo nessa direção? Confira 5 dicas para otimizar processos na sua empresa e acelere seus resultados!

1. Realize o mapeamento de processos

O primeiro passo para otimizar processos é mapear as atividades de cada setor na organização. Nessa etapa, é feito um reconhecimento das tarefas e seu fluxo de realização. Em seguida, realiza-se uma análise a fim de entender como elas se relacionam.

O mapeamento é imprescindível na busca por otimizar processos de uma empresa, já que mostra atividades críticas e seus gargalos. Também é por meio do mapeamento de processos que se encontra maneiras de otimizar a produtividade no trabalho.

2. Utilize softwares que dinamizam tarefas

Uma vez feito o mapeamento de processos, você saberá quais setores e tarefas não estão entregando os resultados desejados. Talvez isso aconteça pela alta demanda de atividades ou falta de recursos, por exemplo.

Os softwares são ótimas alternativas para otimizar processos de uma empresa, já que aumentam a capacidade produtiva dos recursos humanos, que fazem mais em menos tempo.

Um exemplo de softwares que otimizam processos são os aplicativos de controle de ponto, bons auxiliares dos setores de RH.

Kit Gestão de Pessoas

Eles tornam as tarefas dessas equipes mais estratégicas, possibilitam o controle de produtividade e o controle de frequência dos funcionários. Entregam relatórios completos para a tomada de decisão assertiva e até possibilitam a gestão de equipes externas!

3. Digitalize documentos e tarefas

Se a sua empresa vive em uma pilha eterna de documentos que não acaba, é o momento de rever a forma de organizar essas informações.

Desenvolvimento de lideranças

Em alguns casos ter o controle físico de dados é importante, mas cada vez mais a manipulação de dados digitais tem se mostrado necessária.

Otimizar processos de uma empresa, portanto, passa não só por digitalizar documentos, como por realizar algumas tarefas de forma digital, reforçando o papel do RH estratégico.

4. Integre dados

Outra forma de otimizar processos de uma empresa é por meio da integração de dados. O software de controle de ponto pode ser integrado ao sistema de folha de pagamento, por exemplo. Este, por sua vez, pode estar integrado ao ERP (Enterprise Resource Planning) da organização.

Quando dados estruturados e não estruturados conversam entre si, promovem insights que de outra forma não seriam percebidos pela empresa. Estamos falando de padrões de comportamento, tendências e oportunidades de negócio que podem orientar decisões estratégicas na organização.

5. Invista em uma comunicação assertiva

Por fim, invista em uma comunicação interna eficaz. Essa é uma das soluções mais desafiadoras na gestão de processos, já que envolve a cultura da organização.

No entanto, medidas simples podem ser utilizadas, como a implementação de canais de comunicação interna (as redes sociais corporativas já não são soluções inalcançáveis, por exemplo) e a realização de reuniões entre equipes.

Também é possível fomentar o diálogo a partir de laboratórios de ideias, brainstormings e outros recursos que estão ao alcance de qualquer empresa. Que tal saber mais a respeito? Faça download do nosso Guia prático de comunicação interna!

Teste Grátis Tangerino

Foto: Leonardo Barros

Leonardo Barros

Leonardo é pós-graduado pela PUC Minas em Ciências da Computação. Formou-se em Inovação e Empreendedorismo pela Universidade de Stanford. Fundou diversas empresas de tecnologia e gestão, além das startups Tangerino, Argos e Columbus. É CEO do Tangerino, empresa pioneira em controle de ponto digital no Brasil.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Os campos com * são obrigatórios.

Artigos Relacionados