Tempo de Leitura: 8 minutos

Se você deseja que o seu negócio cresça talvez já tenha ouvido falar sobre blitzscaling.

Toda empresa precisa adotar uma estratégia para se desenvolver, especialmente em um mercado no qual é cada vez mais difícil se destacar. E o blitzscaling é uma das formas de se evidenciar na multidão.

Imagine que um gestor está propondo seguir a estratégia de crescimento adotada e validada por empresas como Facebook, Netflix, Airbnb e LinkedIn. Difícil se opor, não é mesmo?

Esse modelo visa mudar a realidade do seu negócio em pouquíssimo tempo, focando no crescimento acelerado pela resolução de problemas que deixam os processos lentos e incertos.

Curioso para saber como funciona? Navegue pelos nossos tópicos e boa leitura:

O que é Blitzscaling?

Blitzscaling

O conceito de Blitzscaling tem sua origem na Segunda Guerra Mundial, mais especificamente na técnica utilizada pelo exército alemão para dominação de terreno.

O termo original é “blitzkrieg” que significa “guerra relâmpago”, na qual se aposta tudo para ganhar ou perder a batalha.

Flexibilização do trabalho

Apesar da referência bélica, essa é uma técnica amplamente empregada por grandes empresas a fim de crescer em uma taxa maior que seus concorrentes, dominando o mercado.

Assim, ao aplicar esse conceito na prática, o empreendimento não deixa seus novos produtos ou serviços em “fase de teste”

Ao invés disso, parte direto para a ação, levando inovação ao mercado de forma mais rápida que seus concorrentes.

Uma questão de saber onde investir energia

Reid Hoffman, fundador do LinkedIn, membro do conselho da Endeavor Global e criador dessa estratégia, relata que o Blitzscaling é a ciência de construir empresas rapidamente com foco no mercado global.

Essa metodologia conta com cinco fases de escalada conhecidas como:

  • família;
  • tribo;
  • vila;
  • cidade; 
  • nação.

Cada uma dessas etapas tem seus próprios desafios, já que lidar com 15 pessoas é muito diferente da gestão de mais de 100 colaboradores.

Dessa forma, para crescer exponencialmente e rápido é necessário se acostumar com as coisas fora de lugar.

Isso não quer dizer que você não tentará resolver essas questões, contudo, dedicará energia ao que realmente é importante para o seu negócio.

Também vale salientar que não existe um template para ser aplicado a qualquer empresa. Cada uma tem suas próprias questões e prioridades.

Sendo assim, os estágios mencionados agem como um norteador para compreender em que questões focar os esforços.

Confira esses outros artigos de nosso blog que podem ajudar no crescimento de sua empresa:
👉 Confira as 11 Ferramentas de Gestão Mais Utilizadas nas Empresas
👉 North Star Metric: o Que é e Como Usar Esse Conceito na Empresa?
👉 Jornada de trabalho flexível é essencial para o crescimento do negócio
👉 Turnaround: o Que é e Como o RH Pode Ajudar?

Como aplicar o Blitzscaling?

Para aplicar essa estratégia na prática, é necessário compreender como funciona cada uma das etapas do Blitzscaling.

As etapas do Blitzscaling

Descubra abaixo o que significam as 5 fases do crescimento do seu negócio e como aplicar o Blitzscaling na prática.

Família

Essa é a primeira fase da abertura da sua empresa, é quando se percebe uma oportunidade no mercado e se propõe uma solução.

O foco aqui é o desenvolvimento do produto ou serviço e identificação da situação na qual os benefícios e diferenciais da solução estejam claros para o seu público-alvo.

Aqui, um dos principais desafios é a identificação de oportunidades de negócios que ainda não são tão exploradas, o que, por si só, já tem uma vantagem competitiva inicial.

Um erro muito comum nessa etapa é se ater somente ao que é escalável. Muitos negócios não começam dessa forma e aqui o foco é tirar o projeto do papel e começar a vender a solução.

Mais adiante nesse texto, falaremos um pouco sobre a história do Airbnb e como, por algum tempo, foi necessário apostar em serviços não escaláveis para fazer o negócio acontecer.

Tribo

Uma vez que você tenha passado a etapa de ideação do negócio e seus produtos é hora de pensar em crescer e rápido!

Assim, aqui é a etapa de ouvir os feedback de clientes e colaboradores para realizar os ajustes necessários no produto ou serviços oferecidos

Dessa forma, é possível satisfazer cada vez as expectativas do público-alvo. 

Além disso, há também uma grande preocupação sobre o financiamento do projeto. É muito importante ter todos os custos envolvidos no processo na ponta do lápis a fim de encontrar recebíveis para bancar.

O foco desse estágio está no desenvolvimento do produto, financiamento do crescimento e foco na execução para ganhar mais mercado. 

Aqui também começam as contratações e o começo da divisão formal dos setores e suas funções operacionais.

Com o aumento do time, é importantíssimo ter em mente que também é necessário pensar em estratégias de gestão para essas pessoas.

Assim, esse é o momento ideal para começar a desenhar o time de RH para motivar os colaboradores e compreender como eles podem ajudar a empresa a crescer.

Vila

Esse é o momento em que todos os colaboradores precisam estar muito alinhados, pois é aqui que começam os projetos para a empresa crescer exponencialmente.

Para escolher o melhor momento para começar essa fase é importante analisar a concorrência, o acesso ao capital e, principalmente, às oportunidades de mercado que se apresentam.

O RH é importante nessa etapa, por isso, é recomendado que esse setor comece a ser estruturado na fase anterior. 

A cultura organizacional e a comunicação interna devem ser constantemente revisitados para garantir que tudo está correndo como a empresa precisa e traçar estratégias para possíveis otimizações.

Cidade

Quando se atinge o estágio de cidade, chegou a hora de focar em afinar os processos, aumentando a eficiência na administração dos recursos humanos, financeiros e de infraestrutura.

A palavra-chave aqui é eficiência: “como fazer mais usando menos?”.

Idealmente, o processo de escalonamento da fase anterior proveu o capital necessário para investir em ferramentas inteligentes que permitam a automação de processos burocráticos que fazem com que seus colaboradores percam tempo.

Assim, investir tempo na criação de dashboards para acompanhar os principais indicadores de desempenho do negócio faz toda a diferença nesse processo.

Ademais, é importante apostar na diversificação de produtos ou mesmo adaptação do carro-chefe para mais de um público consumidor.

Aqui, a empresa também começa a flertar com mercados internacionais, visando expandir seus negócios para outros países.

Comunicação Interna

Vale ressaltar que não há uma métrica específica para demonstrar que a sua empresa está nesta etapa, contudo, é muito importante definir e atentar-se aos indicadores-chave para uma tomada de decisão mais assertiva.

Nação

Quando se atinge o estágio de nação, é necessário criar uma estratégia global alinhada com as inúmeras culturas que a empresa terá contato.

São centenas ou milhares de colaboradores por todo o mundo e até mesmo o papel do CEO se transforma completamente, agora mais ligada na manutenção da cultura empresarial, seleção de gestores seniores e estratégia.

Aqui, é importante ter em mente que as unidades da empresa precisam ser completamente independentes e não depender de pessoas-chave

Sendo assim, um dos principais desafios é conferir essa autonomia aos gestores.

Só se consegue escalar um negócio contando com pessoas capazes de solucionar problemas e essa é uma das principais qualidades em qualquer líder.

Como saber a hora de mudar de estratégia?

Essa é uma pergunta que não tem uma resposta precisa. Tudo dependerá dos objetivos específicos da sua empresa.

Apesar disso, existem alguns indicadores que podem ajudar a determinar qual o momento de ajustar a estratégia.

Olhar para o impacto e maturidade do produto; a quantidade de colaboradores e o tamanho do público (comparando com a concorrência) é uma ótima forma de entender onde sua empresa está.

A produtividade é assunto recorrente quando o tema é crescimento. Por isso, confira como aumentar a produtividade de sua equipe nesse Tangerino Talks:

Quem pode aplicar o Blitzscaling?

Bem, agora você já está familiarizado com o conceito e as etapas do Blitzscaling, é hora de entender para quem essa estratégia é mais indicada

Hoje em dia, quando conquistar terreno é extremamente estratégico na guerra pelo público consumidor, alguns tipos de empresas estão abrindo os olhos para essa estratégia. Veja abaixo as principais:

  • empresas de tecnologia;
  • startups;
  • empreendedores;
  • investidores;  
  • organizações de capital venture.

Eu tenho um negócio mais modesto, ainda assim posso aplicar essa estratégia?

O Blitzscaling é uma forma de fazer a sua empresa crescer e rapidamente ganhar mercado. Ainda que você não vislumbre uma multinacional em seu futuro, certamente, existe muita sabedoria para se aprender com a técnica inventada por Reid Hoffman.

Claro, conseguir atender a escalas cada vez maiores não é uma tarefa simples e passar de etapas antes da hora pode ser uma atitude bastante perigosa para a segurança financeira da sua empresa.

Sendo assim, é importante focar numa estratégia escalável de forma organizada e eficiente.

Por que as empresas usam o Blitzscaling?

Por que crescer rápido no mercado em que estamos inseridos hoje?

É fácil ver que empresas que não se mantêm relevantes têm uma grande dificuldade de continuar operando.

O clima nunca foi tão volátil e o que hoje é um mercado vazio, amanhã pode estar recheado de startups com soluções arrojadas e inovadoras.

Não somente, empresas que buscam crescer rápido precisam encontrar formas tecnológicas de realizar seus processos, afinal de contas, escala nunca foi tão importante.

Além da infraestrutura altamente tecnológica, também há a contratação de profissionais capacitados e uma visão clara de como fazer o marketing das suas soluções, gerando uma grande vantagem competitiva.

Ademais, estar na mente dos seus clientes é uma excelente forma de garantir que o seu negócio permaneça com uma boa parcela do público, mesmo que a concorrência seja acirrada.

Para dominar o mercado, a velocidade precisa ser uma prioridade para o seu negócio, sendo até uma preferência a eficiência. Lembre-se, no Blitzscaling cada etapa tem uma prioridade.

Exemplo de empresa que cresceu com o Blitzscaling

Agora que você já está bem inteirado sobre Blitzscaling, é interessante ver um caso real de empresa que utilizou essa estratégia e hoje tem resultados incríveis.

Airbnb

Apesar de hoje ser uma empresa referência no setor de hotelaria em todo o mundo, o começo do Airbnb não foi nada fácil.

Os empreendedores Brian Chesky e Joe Gebbia desenvolveram uma solução inicial muito parecida com a que temos hoje, contudo, algo deixava muito a desejar e acabava espantando os possíveis locatários.

Para tentar entender isso, eles saíram da Califórnia até Nova York para falar com os seus anfitriões e tentar compreender o que estava acontecendo.

Durante essas conversas eles compreenderam que a principal objeção encontrada eram as fotos do quarto. 

Por serem amadoras, não passavam muita confiança para quem estava procurando estadia, que preferiam um método mais tradicional, ou seja, os hotéis.

Então, como melhorar essa divulgação?

A solução encontrada pelos empresários foi alugar uma câmera profissional e ir de porta em porta tirando novas fotos dos cômodos.

Claro, como falamos anteriormente, essa não é uma tarefa, inicialmente, nada escalável, contudo, resolveu um problema muito importante do produto oferecido, gerando maior confiabilidade para os potenciais clientes.

Hoje em dia, a empresa contrata centenas de fotógrafos e oferece o serviço de fotografia profissional para os seus anfitriões por todo o mundo.

A moral da história, mesmo que inicialmente um serviço não pareça escalável, com dedicação e visão, ele pode se tornar.

Confira alguns materiais ricos do Tangerino e incremente em sua gestão:
📚 Novos modelos de trabalho: como transitar pelas modalidades sem errar na gestão
📚 Avaliação de Desempenho por Competências
📚 Novos modelos de trabalho: a evolução do mundo corporativo

Onde mais aprender sobre Blitzscaling?

Você pode encontrar mais exemplos no livro BLITZSCALING: O Caminho Vertiginoso para Construir Negócios Extremamente Valiosos do autor Chris Yeh

Em seu livro, Yeh discute alguns dos exemplos que trouxemos aqui em maior detalhes

Certamente, é um título obrigatório para empreendedores que pretendem lançar produtos e/ou serviços inovadores.

Além desta obra, você também pode aprender com o bastante com a playlist preparada no canal do YouTube de Michael Babich, um empreendedor que fez um quadro para falar somente sobre Blitzscaling!

Sabe outro ponto muito importante para compreender onde a sua empresa está em relação à concorrência? 

Realizar comparações organizacionais, também conhecidas como Benchmarking. Confira como você tudo o que precisa saber sobre essa atividade e ficará ainda mais preparado para escalar o seu negócio!

Teste Grátis Tangerino