Não sabe como funciona o ponto eletrônico? A Tangerino explica!

//Não sabe como funciona o ponto eletrônico? A Tangerino explica!

Não sabe como funciona o ponto eletrônico? A Tangerino explica!

By |2018-11-05T09:29:43+00:0002/11/2018|Todos os nossos artigos|0 Comments

Os parâmetros de funcionamento do Relógio Eletrônico de Ponto (REP) foram estabelecidos pelo Ministério do Trabalho em 2009, mas até hoje muitas empresas usam tecnologias ultrapassadas para controlar a jornada de trabalho dos funcionários. Porém, a maneira como funciona o ponto eletrônico é simples, facilitando sua adoção em qualquer organização.

Leia esse post para entender o funcionamento do registro de ponto eletrônico e conhecer as vantagens de usar novas tecnologias na gestão de pessoas da sua empresa:

Como o funcionário marca o ponto?

A forma como funciona o ponto eletrônico depende da maneira escolhida para que o funcionário registre sua presença. Existem sistemas que exigem que o colaborador digite uma senha, outros funcionam com cartões e há ainda os que utilizam a leitura biométrica. Entre eles, o relógio de ponto biométrico é o método mais seguro contra fraudes por parte do empregado.

O controle de ponto manual é colocado nas dependências da empresa e deve estar o tempo todo disponível para todos os funcionários. Já o ponto eletrônico digital é um aplicativo com GPS integrado, que pode ser instalado no smartphone de cada colaborador ou em um dispositivo da empresa, como um notebook ou tablet de fácil acesso para os colaboradores.

O funcionário deve registrar o ponto assim que chegar na empresa e logo antes de ir embora, assim como no início e término de intervalos. A legislação que determina como funciona o ponto eletrônico exige que a cada registro seja emitido um comprovante com nome do funcionário, CPF, número do PIS, local, data e horário. No caso do controle de ponto digital, o comprovante é enviado por e-mail.

Como é feito o controle da jornada de trabalho?

Os sistemas de ponto eletrônico tradicionais armazenam todos os dados da jornada de trabalho, para que sejam coletados pelo departamento de pessoal e importados para um software. A partir desses dados, devem ser feitos os cálculos sobre  o controle de horas extras, adicionais noturnos e descontos por faltas e atrasos.

Alguns relógios de ponto podem ser integrados com sistemas de folha de pagamento. Nesses casos não é necessário lançar manualmente as jornadas de trabalho: o valor pago à cada funcionário é calculado automaticamente pelo sistema.

Também existe a possibilidade de usar um ponto eletrônico comum integrado ao ponto digital. Dessa forma, os dados são registrados pelo equipamento fixo na empresa e tratados pelo software do aplicativo, que possui relatórios mais detalhados, sistema de gerenciamento de escalas, entre outras funcionalidades.

Vantagens do ponto eletrônico digital

O aplicativo de ponto é uma alternativa ao sistema de ponto eletrônico tradicional, com o diferencial de não exigir a instalação de um equipamento dentro da empresa. Cada funcionário instala o app em seu celular, tornando o monitoramento de horários mais fácil tanto para as empresas quanto para os colaboradores.

Como o ponto eletrônico funciona totalmente online, o departamento de pessoal tem acesso em tempo real à presença dos funcionários no local de trabalho, facilitando o controle de faltas e atrasos. Seu software de gerenciamento de horas trabalhadas é completo, com cálculo automático do banco de horas e relatórios que economizam muito tempo do RH.

A forma como funciona o ponto eletrônico é determinada pelas portarias 1510/09 e 373/11 do MTE, tanto no caso do digital quanto do REP comum. Ou seja, em ambos os casos, os registros são aceitos pela justiça do trabalho e podem ser utilizados para evitar problemas legais.

Ficou interessado pela tecnologia de ponto digital? Entre em contato com a Tangerino para realizar um teste gratuito de 14 dias!

Leave A Comment