Comunicação Interna: como envolver e engajar seus empregados?

//Comunicação Interna: como envolver e engajar seus empregados?

Comunicação Interna: como envolver e engajar seus empregados?

By |2018-10-16T14:01:51+00:0030/06/2017|Gestão de Pessoas|0 Comments
Por mais que a sua equipe seja competente, ela precisa permanecer engajada no projeto da organização para que você alcance resultados realmente extraordinários, concorda? Para conseguir esse envolvimento, o ideal é adotar as melhores práticas de comunicação interna.

Afinal, é bom garantir que os colaboradores fiquem alinhados ao diálogo que a sua empresa pretende construir com o público-alvo. Dessa forma, é possível dar mais visibilidade para o seu diferencial, fortalecer a marca e conquistar uma audiência maior.

Hoje, nós vamos falar sobre o conceito de comunicação interna, os principais benefícios de adotá-la, por que isso é tão importante para o seu negócio prosperar, entre outras dicas. Continue a leitura para saber mais!

O que é comunicação interna?

É um conjunto de ações e estratégias planejadas e executadas com o objetivo de estabelecer canais de interação entre todos os níveis e elementos que integram uma empresa ou instituição.

Os veículos adotados devem ser efetivos, ágeis, transparentes e funcionar como vias de mão dupla. Ou seja, não podem servir apenas para comunicar os interesses da diretoria para os colaboradores, mas garantir a escuta em sentido inverso dentro de uma gestão participativa.

Além do nível verticalizado de comunicação, esse recurso também apresenta uma dimensão horizontal que atinge os trabalhadores do mesmo nível hierárquico. Isso faz com que todos vivenciem os mesmos conhecimentos, troquem ideias e produzam melhor.

Qual é a importância da comunicação interna?

Muitas empresas gastam verdadeiras fortunas com ações de marketing para criar uma determinada imagem diante do público e da sociedade. No entanto, por mais que elas tentem associar a marca a uma série de valores, as campanhas não alcançam êxito.

Isso acontece porque na falta de uma comunicação eficiente as pessoas não conseguem compreender a identidade do negócio. Outros impactos negativos é que elas ficam desmotivadas, perdem o interesse no próprio desenvolvimento profissional e ainda atrapalham o aperfeiçoamento de quem deseja crescer.

Nesse sentido, existe uma enorme incoerência entre a mensagem repassada e o que é praticado pelo grupo — fato que prejudica a credibilidade da empresa diante do mercado.

Por outro lado, uma comunicação interna robusta não só transmite informações relevantes sobre a missão, a visão e os valores da instituição. Ela também inclui um processo de interação entre as partes envolvidas e os benefícios se refletem na estratégia de marketing.

Hoje, nós estamos no ápice da era da informação. Saber se comunicar adequadamente e potencializar a capacidade humana é quesito básico para conquistar a excelência nos serviços, ganhar mais visibilidade e se destacar da concorrência.

Além disso, a comunicação contribui para a inovação nas empresas à medida que as informações alcançam os colaboradores. Isso é tão necessário para eles quanto aos gestores. Afinal, é preciso ter uma base sólida para construir valor e fazer com que as pessoas enxerguem isso como uma verdade.

Quais são os benefícios da comunicação interna?

Você vai ficar surpreso com a quantidade de benefícios que a troca de feedbacks no ambiente de trabalho feita de forma profissional pode trazer para o seu negócio. Entretanto, é preciso propiciar um ambiente favorável capaz de aflorar a liberdade, a inovação e a realização pessoal e profissional dos indivíduos. Confira:

Alinha os colaboradores aos objetivos da organização

Quando a comunicação interna estabelece ações efetivas, os colaboradores passam a falar a língua da organização, agem de acordo com os valores predeterminados e canalizam as forças para alcançar os objetivos da companhia.

Dessa forma, a empresa consegue fazer com que todos caminhem na mesma direção, a fim de cumprir o planejamento estratégico da organização e, assim, obter resultados satisfatórios.

Define um senso de propósito

É compreensível que um colaborador não se sinta muito animado quando se vê como uma mera engrenagem dentro de uma empresa que visa garantir o lucro de um proprietário ou de um conselho de acionistas. Embora uma organização precise ser lucrativa para sobreviver, ela pode ter um ganho muito maior se mostrar o impacto que o seu serviço causa na sociedade, um objetivo pelo qual vale a pena se empenhar.

Essa conscientização sobre o propósito é resultado direto de um bom trabalho de comunicação interna. Isso garante que a equipe entenda qual o seu papel e a relevância da contribuição de cada um para um projeto nobre.

Cria um sentido de pertencimento

É importante que os funcionários se sintam parte de algo maior e fiquem certos de que trabalham em um ambiente no qual são valorizados. A comunicação interna favorece esse sentimento de diversas formas.

A primeira é pelo fato de trazer ao conhecimento deles tudo o que é relevante para a execução das tarefas. Assim, ninguém fica alienado sobre o que acontece à sua volta, pois todos são peças fundamentais para o sucesso da companhia.

Outra é porque permite que o colaborador seja ouvido. Portanto, ele tem consciência de que as percepções e dificuldades de quem está na linha de frente podem chegar aos altos níveis hierárquicos e provocar mudanças importantes para o sucesso da organização.

A partir do momento em que o grupo se sente importante e reconhecido — ou seja, quando compreende que sua contribuição é valorizada —, isso serve como um incentivo para o aprimoramento constante e a busca por um nível elevado de performance.

Promove um entrosamento com o marketing externo

Como falamos, de nada adianta uma empresa fazer um investimento gigantesco para projetar valores que não pratica. Com a comunicação interna, os funcionários são verdadeiros porta-vozes da instituição.

Mesmo que involuntariamente, eles influenciam positivamente na forma como as pessoas enxergam a sua marca. Esse efeito acontece de um jeito espontâneo e promove uma verdadeira transformação de dentro para fora.

Melhora o ambiente de trabalho

Um clima organizacional agradável é quesito essencial para aumentar a produtividade, não é mesmo? Esse é mais um dos benefícios da comunicação interna. Quando as informações circulam de forma clara e transparente, não há espaço para rumores e fofocas.

Por exemplo, imagine um diretor que acabou de contar para um funcionário próximo que está providenciando a mudança do escritório para outro Estado, mas sem informar o local. Se essa pessoa que ouviu contar o fato incompleto para outra, já é motivo para a conversa se espalhar com diferentes pontos de vista.

A abertura de um canal evita o crescimento de especulações que causam insegurança no ambiente corporativo e mantém o jogo aberto para todo mundo. Nada melhor do que manter um relacionamento amigável, mas de forma imparcial, para garantir uma convivência saudável.

Engaja os colaboradores

A comunicação que muitas empresas praticam é meramente informativa. Por isso, elas deixam de obter o resultado desejado e, principalmente, perdem uma grande oportunidade para engajar seus funcionários.

No entanto, quando a empresa utiliza essa ferramenta para disseminar propósitos nobres e fazer com que os funcionários entendam qual é a sua contribuição para o sucesso da companhia e para a sociedade, esse cenário muda radicalmente e produz o tão sonhado engajamento.

Os colaboradores engajados desempenham um papel fundamental no sucesso da empresa. Eles influenciam outros funcionários, disseminam a cultura da empresa, defendem a organização ao divulgar espontaneamente seus pontos fortes e contribuem para a produtividade e reputação da companhia.

Como melhorar a comunicação interna e aumentar o engajamento?

A sua participação como proprietário do negócio é indispensável nesse processo, independentemente se a sua empresa é pequena, média ou grande. Isso porque é preciso ser um bom líder, estar atento a tudo o que a sua equipe está produzindo, conhecer as habilidades de cada um, entre outras ações nas quais você é o protagonista. Para entender melhor, confira estas dicas que separamos para você:

Estimule a cultura organizacional

A cultura organizacional é a alma do negócio. Representa os valores, as crenças, as atitudes, os comportamentos e a forma com que as decisões são tomadas. Por isso, é preciso que haja um esforço consciente para promovê-la aos quatro cantos da empresa.

Ela deve ser exposta não apenas por meio do discurso, mas praticada no dia a dia da empresa. É preciso deixar sempre claro que os princípios adotados são verdadeiramente válidos para todos os níveis e cargos.

Dessa forma, todos os envolvidos vão se identificar com essa proposta, refletir sobre as regras, condutas e ter mais facilidade em alinhar as ações aos objetivos de forma natural e sustentável.

Incentive a autonomia dos colaboradores

É impossível alguém se sentir engajado ao cumprir ordens o dia todo. A dica é colocar um ponto final na liderança autocrática, aquela que intimida em vez de inspirar. Esse tipo de abordagem gera pessoas infelizes no trabalho.

Você não quer que elas contem as horas para o expediente terminar, certo? Para evitar que isso aconteça, estimule a autonomia. Faça com que os colaboradores participem das decisões e percebam que a dedicação de cada um é fundamental para a conquista dos resultados.

Realize reuniões individuais

As reuniões individuais são uma das melhores ferramentas para você se conectar com um funcionário, conhecer suas habilidades, necessidades e limitações. Geralmente, esses encontros acontecem mensalmente e duram cerca de uma hora, aproximadamente.

É um momento oportuno para falar de possíveis dificuldades que o seu pessoal tem no trabalho, além de focar no Plano de Desenvolvimento Individual. Não se esqueça de que isso não deve ser apenas uma mera formalidade, mas um bate papo descontraído.

Assim, é possível saber se existe alguma preocupação, problema a ser resolvido ou, até mesmo, repassar uma dica que vai ajudar alguém a superar os desafios específicos de uma determinada função ou cargo.

Promova o desenvolvimento pessoal

Se você der prioridade para o desenvolvimento pessoal dos trabalhadores, a sua empresa vai ganhar muitos benefícios. Principalmente, porque eles ficam mais motivados com essa iniciativa.

Satisfeitos, permanecem por mais tempo na empresa. Isso significa uma retenção de talentos contínua, sem interrupções de exoneração, contratação de novos membros, treinamento e tempo de adaptação até que produzam com qualidade.

De acordo com o orçamento, você pode reservar uma pequena quantia para investir na participação de conferências ou aulas on-line. É um investimento com retorno garantido, uma vez que isso vai trazer resultados satisfatórios.

Ouça os colaboradores

Não basta ter uma postura meramente informativa que vai da cúpula aos funcionários. É importante estar disponível, acessível e disposto a ouvir o que os colaboradores têm a dizer.

Afinal, eles conhecem o dia a dia da organização, sabem quais são os entraves à produtividade e à qualidade dos processos. Considerar essas observações pode render melhorias significativas tanto no planejamento quanto na execução dos projetos.

Ao mesmo tempo, essa ação demonstra valorização e reconhecimento. Também é um estímulo a mais que vai permitir que você conheça as expectativas dos colaboradores em relação à organização e contribuir para o aumento da produtividade.

Busque o desenvolvimento

Entre os entraves que impedem o sucesso de uma organização, a falta de capacitação dos funcionários para executar as tarefas e a motivação insuficiente (ou inexistente) para realizá-las com excelência se destacam.

As iniciativas em benefício do desenvolvimento contínuo dos colaboradores solucionam esses problemas. Investir em treinamento e educação corporativa faz com que eles adquiram o conhecimento e as competências necessárias para o exercício da função.

Nesse sentido, o empenho que a empresa tem para desenvolver a equipe é visto como uma demonstração de consideração. Esse sentimento produz um impacto positivo e faz com que o grupo permaneça engajado para superar metas e expectativas.

Garanta que a sua mensagem seja clara

Todo profissional que lida com gestão de pessoas precisa entender um princípio básico: comunicação não é o que você fala, mas o que o outro entende. Portanto, certifique-se de que a mensagem é adequada, clara e objetiva.

Conheça muito bem o seu grupo e saiba qual é a linguagem que ele entende melhor. Planeje o conteúdo das informações de acordo com essas características e utilize os canais mais apropriados para ser bem-sucedido durante a interação.

Além disso, tome cuidado para não ficar muito tempo sem dar um retorno. Normalmente, as pessoas se sentem frustradas quando não sabem o que deve ser feito ou como será a continuidade de suas ações.

Por isso, esteja atento não só à qualidade da mensagem, mas também à frequência. Prover orientações e feedbacks é essencial para colocar a equipe na mesma energia, mostrar o que os colaboradores precisam fazer e como deve ser feito.

Observe o alinhamento do grupo

Se você seguir todas essas dicas vai ter um grupo comprometido com a missão, a visão de futuro e os objetivos estratégicos estabelecidos pela organização. No entanto, esse alinhamento não se mantém a longo prazo de forma espontânea.

É preciso reforçá-lo com apoio às práticas que refletem a aderência a esses valores. Em outras palavras, você precisa monitorar o desempenho de funcionários internos e externos para ter certeza de que a comunicação é satisfatória. Não hesite em buscar as melhores ferramentas para acompanhar os indicadores de performance.

Como você viu, a comunicação interna tem uma participação essencial na estrutura da organização. Ela promove o conhecimento dos valores que se transformam em comportamentos e ações que levam a resultados condizentes com os objetivos estratégicos do seu negócio.

Que tal conhecer outras formas de engajar colaboradores, garantir produtividade e lucratividade? Curta a nossa página no Facebook e siga-nos no LinkedIn para receber novos artigos em seu feed de notícias!

 

eBook Tangerino Gestão de Pessoas

Leave A Comment