Como fazer escala de trabalho de acordo com a CLT?

//Como fazer escala de trabalho de acordo com a CLT?

Como fazer escala de trabalho de acordo com a CLT?

By |2018-08-10T10:30:13+00:0030/05/2018|Gestão de Pessoas|0 Comments

Sua empresa trabalha com escala de folga e você não sabe como fazer escala de trabalho de forma rápida e eficaz?

O primeiro ponto a observar são as diretrizes da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) sobre como funciona a escala 12X36, entre outros formatos, como 18X36 ou 24X48.

O segundo critério a ser observado é utilizar um relógio de ponto digital que permita fazer o controle de ponto dos funcionários em tempo real.

Quer saber mais a respeito de como fazer escala de trabalho de acordo com a CLT? Continue a leitura do post!

Quais são os tipos de escala mais comum?

Antes de começarmos a explicar como fazer escala de trabalho, que tal conhecer os modelos de escala de trabalho mais comuns nas empresas?

Escala 5X1

Bastante aplicada em empresas de telemarketing, a escala 5X1 consiste em um formato onde o colaborador trabalha 5 dias e folga 1, se forma contínua. Isso significa que ele também trabalha aos finais de semana e tem uma jornada laboral de 7 horas e 20 minutos por dia.

Vale ressaltar que o artigo 386 da CLT prevê que homens em regime de escala 5X1 tenham um domingo de folga por mês e mulheres dois domingos de folga por mês, tendo-se em vista a dupla jornada.

Escala 5X2

Neste modelo de escala de trabalho, o colaborador trabalha 5 dias e descansa 2. Este é o formato com o qual os trabalhadores estão mais acostumados, com uma jornada de trabalho de 44 horas semanais ou 8h48 por dia.

Quando há necessidade de cumprir expediente aos sábados e domingos, o funcionário é recompensado com o pagamento de horas extras ou banco de horas.

Escala 6X1

Outro formato de escala de folga bastante utilizado é o 6X1, onde o colaborador trabalha 6 dias e descansa 1. Este modelo de escala de trabalho permite flexibilizar a jornada do trabalhador de forma que ele cumpra uma carga horária diferenciada a cada dia.

Algumas empresas que adotam a jornada laboral de 8 horas diárias de segunda a sexta e 4 horas no sábado, são um exemplo. O funcionário pode trabalhar 4 horas na quarta-feira e 8 horas no sábado, por exemplo, fechando, assim, sua carga horária de trabalho normal na semana.

Escala 12X36

A escala 12X36 é bastante utilizada em instituições da área de saúde, como hospitais, e também em empresas de segurança. Neste modelo de escala de trabalho, o profissional trabalha 12 horas direto e descansa 36 horas.

Este formato de controle de jornada não está previsto na CLT, mas é negociado entre sindicatos e empresas.

Escala 18X36

Igualmente ao modelo de escala de trabalho anterior, o 18X36 não está previsto em legislação, mas é negociado entre empresas e sindicatos. O trabalhador realiza suas atividades por 18 horas consecutivas e descansa 36 horas sequenciais.

Escala 24X48

Na escala 24X48, bastante utilizada por órgãos do Exército e Polícia, o profissional trabalha 24 horas ininterruptas e descansa por 48 horas consecutivas.

Agora que você já sabe quais são os tipos de escala de trabalho e como funciona a escala 12X36, que é uma das mais utilizadas, aprenda como fazer uma escala de trabalho eficiente!

Como fazer escala de folga segundo a CLT

Primeiramente, confira o Artigo 67 da CLT, que versa sobre os vários tipos de escala de revezamento e seus critérios. Verifique também a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e os Acordos Coletivos de Trabalho (ACT) a que sua empresa aderiu, a fim de identificar qualquer orientação específica do sindicato da categoria.

Feito isso, lembre-se que o intervalo intrajornada nunca deve ser inferior a 11 horas e que o total de horas trabalhadas na semana não deve ultrapassar 44 horas. Atente-se também para as folgas de domingo, lembrando que homens têm direito a um domingo por mês e mulheres dois.

>>Saiba mais sobre o intervalo intrajornada

De posse dessas informações, você pode usar uma planilha eletrônica para montar um modelo de escala de trabalho, inserindo na coluna A o nome de cada colaborador e na coluna B os dias do mês.

Começar pelas colaboradoras, que têm direito a folgas de domingo a cada 15 dias, torna mais fácil a criação da escala de folga. Preenchidos os dias de folga de cada profissional, o restante de dias se torna dia de trabalho.

Já fez o teste e achou difícil fazer escala de folga no Excel? Existem formas mais práticas, é claro!

O papel do relógio de ponto digital na escala de trabalho

Em vez de perder um tempo precioso todo mês preenchendo planilhas e modelos de escala de trabalho, você pode ter um sistema de controle de ponto digital com a função escala de trabalho.

Assim, é preciso planejar as escalas uma única vez, preenchendo os parâmetros necessários para que sua escala funcione perfeitamente: quantidade de dias ou horas de trabalho e quantidade de dias ou horas de descanso, assim como a escala de folgas.

A partir daí, é manter o controle sobre o que foi planejado, atuando pontualmente quando haja alguma falha, como a falta de um colaborador. É importante ressaltar também que pode ser que você precise de folguistas, isto é, pessoas para compor a equipe quando houver colaboradores demais de folga ou então em férias.

Uma das vantagens de ter um sistema de controle de ponto para elaborar a escala de folga é que softwares homologados, como o Tangerino, já vêm parametrizados de acordo com o que a legislação vigente exige.

Dessa forma você não precisa se preocupar se está fazendo a escala da forma correta ou não, pois o próprio sistema já organiza os dias de trabalho e folga segundo os parâmetros que você precisa.

Viu como é fácil fazer escala de trabalho de acordo com a CLT? Ainda mais se você contar com um software de controle de ponto que ajude a organizar a escala de folgas da sua equipe.

Conheça o Tangerino e tudo o que ele pode fazer pela sua empresa!

Leave A Comment