Gestão de pessoas se constrói com liderança e motivação

Início » Blog » Gestão de Pessoas » Gestão de pessoas se constrói com liderança e motivação

Gestão de pessoas se constrói com liderança e motivação

Por |2019-01-10T10:41:33+00:0010/01/2019|Gestão de Pessoas, Todos os nossos artigos|2 Comentários
Tempo de leitura: 3 minutos

Queda no desempenho, problemas com retenção de talentos e desentendimento entre funcionários. Se sua empresa está passando por isso, é melhor ligar o sinal de alerta: pode estar faltando liderança e motivação para os membros de sua equipe!

Existem diversas estratégias para conquistar liderança e motivação, como estimular o trabalho em grupo valorizando a individualidade e o respeito pelas ideias alheias. Com isso, os colaboradores se sentem à vontade para sugerir, por exemplo, aprimoramento da metodologia de trabalho, gerando maior sensação de pertencimento e corresponsabilidade.

A chamada gamificação, técnica que promove a interação entre os funcionários por meio de dinâmicas em grupo, é outra forma de motivar. O objetivo da gamificação nas empresas é desenvolver as habilidades profissionais e pessoais, incentivando a colaboração e transmissão de conhecimento.

Um RH estratégico leva em consideração que os funcionários são capazes de gerir de forma responsável a própria rotina dentro da empresa. Ao enaltecer a autonomia e proatividade, os gestores demonstram que valorizam e confiam em sua equipe. Para os trabalhadores, essa liberdade é entendida como voto de confiança; e colaborador confiante é sinônimo de liderança e motivação.

A comunicação interna é outra ferramenta eficaz para motivar equipes. Ao manter os trabalhadores informados, a empresa demonstra respeito, compartilha todas as orientações necessárias para atingir os objetivos e promove uma administração participativa e inclusiva.

Líder x Chefe

Ao longo dos tempos, a cultura empresarial considerou a figura do chefe como sendo uma pessoa qualificada, capaz de resolver os impasses da empresa e impor regras aos demais funcionários, muitas vezes apoiando-se na hierarquia para obter resultados.

Tais atitudes geram resultados imediatos mas, com o passar do tempo, causam desgaste na equipes e, consequentemente, prejuízo para a própria organização.

Entretanto, nem sempre quem ascende ao cargo de chefe está preparado para gerir os grupos de trabalho. Com o surgimento de técnicas e tecnologias que vão impactar a gestão de pessoas, percebe-se que o funcionário que está à frente das equipes deve, além de ter conhecimento, compreender que cada funcionário tem suas particularidades que influenciam no ambiente de trabalho.

Sendo assim, a forma mais efetiva para gerar liderança e motivação é a gestão de alto impacto, apostando na horizontalidade das relações entre líderes e colaboradores.

E o que difere um líder de um chefe é exatamente o poder de enxergar o indivíduo por trás do funcionário. Mais do que delegar funções e cobrar resultados, um líder consegue extrair o melhor de cada membro do seu time, levando em consideração suas as características individuais. Isso também permite que o líder organize as equipes de acordo com as habilidades de cada um.

Um líder tende a agir de forma natural, próxima dos membros da equipe, sendo um exemplo de comprometimento e colaboração. A dinâmica do trabalho, em geral, preza pelo diálogo aberto, estimulando a participação de todos os funcionários na tomada de decisões e, claro, valorizando os resultados obtidos em conjunto.

Ou seja, ao tratar o funcionário como parte fundamental do processo, o líder se torna um exemplo a ser seguido, inserindo a liderança e motivação na cultura da empresa.

Confira mais conteúdos sobre liderança e motivação no blog Tangerino!

2 Comentários

  1. Adriana 24/01/2017 em 08:59 - Responder

    Excelente blog !!!

    • Tangerino 24/02/2017 em 23:38 - Responder

      Olá Adriana. Ficamos felizes que estamos conseguindo atingir o nosso objetivo perante as postagens no blog.
      E você, já conhece o aplicativo Tangerino? Caso tenha curiosidade, faça um teste gratuito de 14 dias. Um abraço!

Deixe um comentário