5 grandes prejuízos que a gestão incorreta da jornada de trabalho traz

Início » Blog » Gestão de Pessoas » 5 grandes prejuízos que a gestão incorreta da jornada de trabalho traz

5 grandes prejuízos que a gestão incorreta da jornada de trabalho traz

Por |2018-12-28T14:40:46+00:0013/12/2018|Gestão de Pessoas, Todos os nossos artigos|0 Comentários
Tempo de leitura: 3 minutos

A gestão da jornada de trabalho dos funcionários é essencial para o bom andamento de qualquer negócio. Incluído nesta gestão está o controle de ponto e as horas trabalhadas de cada colaborador. Quando feito de forma eficiente, este acompanhamento garante agilidade e evita prejuízos para a organização.

Neste artigo apresentamos os 5 principais prejuízos que podem ocorrer a partir de uma gestão incorreta e ineficiente da jornada de trabalho. Entenda melhor e evite prejuízos:

1. Menor produtividade para a empresa

A má gestão do controle de horas trabalhadas pode ser responsável pela redução da produtividade da empresa. O cumprimento da jornada de trabalho estabelecida está ligado ao tempo dedicado a cada atividade e, consequentemente, à produtividade de cada funcionário.

Sendo assim, um bom sistema de ponto biométrico integrado ao software de folha de pagamento elimina a conferência manual e a análise das horas trabalhadas e da produção. A geração de relatórios automáticos simplifica o acompanhamento pelo setor de RH e permite a adoção de medidas estratégicas.

2. Mais custos de pessoal

Prejuízos financeiros podem ser consequência da gestão incorreta do ponto eletrônico. O resultado envolve mais custos com horas extras, faltas, atrasos, intervalos calculados de forma errada. Todos estes fatores são passíveis de erros de cálculo ou lançamentos incorretos.

Neste sentido, um sistema moderno de gestão da jornada de trabalho é capaz de reduzir estes custos. Todos os cálculos podem ser feitos de forma automatizada e atualizados em tempo real. Este controle permite prever os pagamentos extras que apareceriam ao final do mês, por exemplo.

3. Processos trabalhistas

A possibilidade de enfrentar processos trabalhistas também é uma possível consequência da gestão incorreta do ponto eletrônico para funcionários. Caso um funcionário alegue que não recebeu a remuneração devida das suas horas trabalhadas, a empresa precisará comprovar os horários efetivamente cumpridos e os pagamentos realizados.

Portanto, a utilização de um sistema de ponto web automatizado e confiável de controle das horas efetivas de trabalho torna-se uma prevenção contra reclamações trabalhistas. Assim, estes sistemas garantem o cumprimento da legislação, trazendo tranquilidade e transparência na relação com o funcionário.

4. Mais trabalho para o RH na hora de consolidar os dados do controle de ponto

O setor de RH e seus gestores estão sempre em busca da otimização dos processos. A utilização de tecnologias modernas para gestão da jornada de trabalho possibilita gerar relatórios completos com cálculos, gráficos e mapas. Estes relatórios reduzem o trabalho e sobrecarga do RH, evitam despesas desnecessárias e auxiliam na gestão da produtividade no trabalho.

5. Risco de fraudes no controle de ponto

Toda empresa está sujeita a ocorrência de erros, fraudes e manipulação na inserção dos horários, atrasos e horas trabalhadas no cartão de ponto manual.

As soluções modernas de gestão permitem controle biométrico antifraude, informações atualizadas em tempo real e relatórios otimizados de longo prazo, garantindo mais segurança ao processo.

Conclusão

Neste artigo citamos todos os prejuízos que podem ser causados pela má gestão da jornada de trabalho. Lembre-se que o investimento em um sistema de gestão de ponto eletrônico para empresas é extremamente recomendado, garantindo maior produtividade e, consequentemente, mais lucros para o seu negócio.

Não perca mais tempo! Faça o teste gratuito do Tangerino por 14 dias e evite prejuízos na gestão da jornada de trabalho!

Deixe um comentário