Liderança e gestão de pessoas: você faz isso direito?

Início » Blog » Gestão Empresarial » Liderança e gestão de pessoas: você faz isso direito?

Liderança e gestão de pessoas: você faz isso direito?

Tempo de leitura: 3 minutos

A distinção entre gestão e liderança é uma das questões centrais da empresa moderna. Muitas pessoas ainda confundem os dois termos, e isso pode atrapalhar o desenvolvimento do profissional sob os dois aspectos.

Quais são as diferenças liderança e gestão de pessoas? Quais são as atribuições de um gestor e as características de um líder? É possível conciliar os dois em uma pessoa só? Leia este post e descubra!

Gerir Pessoas

A função de um gestor é monitorar e direcionar cada detalhe do processo de produção de uma empresa. Suas tarefas incluem alocar recursos, controlar indicadores, estabelecer e cobrar metas, da melhor maneira possível.

O gestor deve se atentar também ao bem-estar e satisfação dos colaboradores e conciliar esse cuidado com os interesses da empresa, empenhando-se também em gerar resultados positivos.

Conheça o poder da comunicação interna no engajamento dos colaboradores

Alguns dizem que a gestão é parte técnica, racional da questão em torno da distinção entre liderança e gestão de pessoas. O bom gestor, em resumo, é o profissional com capacidade de manejar recursos e obter bons frutos do trabalho de sua equipe.

É possível estudar para ser um bom gestor, ou seja, adquirir conhecimentos pertinentes às suas funções e desenvolver-se tecnicamente nelas.

Liderar Pessoas

O líder, por sua vez, concentra características mais relacionadas a um tipo de personalidade. O que de fato define um líder é a capacidade de influenciar pessoas, envolvendo-as de maneira a provocar reações, mudar crenças limitantes e muitas vezes a própria percepção que o subordinado ou colega tem de si mesmo.

O líder inspira valores e com isso consegue mais engajamento. O foco do líder é o próprio colaborador, que antes de mais nada é um ser humano. Os resultados, o bom uso dos recursos e a dinâmica do trabalho vêm como consequência da relação entre o líder e as pessoas à sua volta.

Saiba também por que o capital intelectual é a nova vantagem competitiva das empresas.

Na liderança e gestão de pessoas é preciso, além do conhecimento técnico, uma boa dose de inteligência emocional. Saber lidar com as pessoas e ao mesmo tempo conhecer-se bem. O líder tem inclinação a ouvir, orientar, estabelecer exemplos.

Nem todo líder está na posição de gestor, mas o gestor que reúne as qualidades de um líder é um profissional de valor inestimável para as empresas.

Desenvolver a liderança

Embora muitos acreditem que os traços de um líder sejam inatos, a liderança também é uma habilidade que pode ser treinada. E seu desenvolvimento está ao alcance de todos. Listamos abaixo algumas dicas que o ajudarão a se tornar um expert em liderança e gestão de pessoas:

  • Saiba ouvir as pessoas. Só assim é possível criar empatia e confiança, identificar talentos e reconhecer dificuldades que precisam ser sanadas. Conhecendo bem sua equipe, o líder estará apto a direcioná-la no melhor sentido.
  • Conheça a si mesmo e seja humilde ao admitir seus pontos fracos.
  • Delegue. O objetivo é motivar seus liderados e conhecer as competências de cada um. Quando designar uma tarefa, apenas confie que seu colaborador a cumprirá. Jamais termine uma tarefa que delegou a outra pessoa.
  • Nunca deixe de aprender e ensinar. Esteja em dia com as novidades da sua área e passe seus conhecimentos aos liderados. Se algum deles estiver com dificuldades para cumprir sua função, mostre como faz! E o estimule a buscar aprimoramento.

Quer se aprofundar ainda mais neste assunto? Entenda a relação entre liderança e motivação!

Sobre o Autor:

Formado em Ciências da Computação e Pós Graduado na FGV, se destacou logo no início de sua carreira como Líder Técnico em projetos em fábricas de Software. Em 2007, mudou-se para Londres para atuar como Arquiteto Java na empresa Britânica Boltblue Corp. Na volta, fundou a Framework, empresa que vem se consolidando há 10 anos. Hoje ocupa a função de Diretor Executivo na Framework, e Tangerino (Startup criada com seus sócios).

Deixe um comentário

Nosso site faz o uso de cookies e outros serviços de terceiros.
Para mais informações veja nossa Política de Privacidade.
Ok