Saiba o que é banco de horas e como implementá-lo em sua empresa!

/, Gestão Empresarial, Todos os nossos artigos/Saiba o que é banco de horas e como implementá-lo em sua empresa!

Saiba o que é banco de horas e como implementá-lo em sua empresa!

A partir da reforma trabalhistas de 2017, ficou mais fácil usar o banco de horas dentro das empresas e economizar no pagamento de horas extras. Entretanto, antes de adotar esse sistema, é preciso entender bem o que é banco de horas e qual é a melhor forma de fazer o controle dele.

Continue lendo esse post para ficar por dentro do assunto e evitar prejuízos!

O que é banco de horas?

O banco de horas é um acordo entre empregador e empregado, no qual as horas trabalhadas além do tempo estabelecido são registradas para compensação futura. Ou seja, quando o colaborador trabalha algumas horas, ou minutos, além do tempo combinado por dia, ele deve compensar esse tempo em outra data, dentro dos prazos estabelecidos por lei.

As empresas precisam ter formas de controlar os horários de entrada e saída de seus funcionários, para somar as horas trabalhadas a mais e descontar o tempo trabalhado a menos a cada dia. Sem um controle efetivo de horários, é impossível manter o banco de horas atualizado.

Dessa forma, banco de horas é o que as empresas usam como alternativa ao pagamento de horas extras. Quando a empresa não adota o banco de horas, deve pagar aos funcionários o valor proporcional às horas extras trabalhadas, acrescido de 50%, no final do mês.

Todas as empresas podem optar pelo banco de horas?

Antes da reforma trabalhista, apenas empresas com acordos coletivos podiam usar o sistema de banco de horas. A partir das mudanças de 2017, a participação do sindicato deixou de ser necessária e os acordos individuais, entre funcionário e organização, passaram a valer também.

O acordo define se o banco de horas é de caráter mensal, semestral ou anual. Isso significa que as horas extras acumuladas devem ser compensadas durante o mês, o semestre ou o ano. Caso a compensação não ocorra, as horas extras devem ser contabilizadas para calcular a folha de pagamento online.

Quem entende o que é banco de horas sabe que o ideal é que o saldo esteja sempre próximo de zero. Dessa forma, a empresa não tem gastos excessivos com horas extras e o empregado não sofre com os descontos em seu salário por horas trabalhadas a menos.

Como implementar o banco de horas

Agora que você já entendeu o que é banco de horas, precisa saber como incluir essa rotina na sua empresa. Durante muito tempo, a forma mais comum de calcular o saldo do banco de horas de cada funcionário foi por meio de planilhas de controle de ponto. O departamento de pessoal registrava manualmente cada horário, para calcular quantas horas a mais, ou a menos, cada colaborador tinha.

O problema é que, no controle de ponto no Excel, é muito fácil cometer erros de digitação ou até fraudar o controle da empresa, gerando prejuízos. Além disso, quando há muitos funcionários, o departamento de pessoal fica sobrecarregado. Atualmente, há maneiras de realizar esse cálculo sem a possibilidade de erros ou adulterações.

Com um controle de ponto digital, o banco de horas é automatizado e pode ser conferido 24 horas por dia, tanto pelo funcionário quanto pelos gestores da empresa. O sistema é configurado com as escalas de trabalho e contabiliza sozinho as horas extras e as compensações.

O controle de ponto automatizado também tem maior confiabilidade judicial, caso a empresa passe por processos trabalhistas envolvendo horas extras.

Entendeu o que é banco de horas? Saiba como reduzir custos na sua empresa adotando um app de ponto eletrônico!

Faça o teste gratuito do Tangerino e comece a mudar o seu RH agora!

Leave A Comment