Saiba como fazer o controle de ponto de motorista!

/, Todos os nossos artigos/Saiba como fazer o controle de ponto de motorista!

Saiba como fazer o controle de ponto de motorista!

O controle de ponto de motorista realizado por meio de novas tecnologias torna a marcação de ponto mais fácil e permite acompanhar em tempo real a jornada desse trabalhador.

A Lei 13.103/2015 apresenta normas que regulam a jornada máxima diária desses colaboradores, bem como o intervalo entre uma jornada e outra. E essa mesma legislação permite que o controle de ponto seja feito de forma manual ou eletrônica.

Neste post, abordaremos melhor essas questões para que você saiba como fazer o controle de horas trabalhadas de seus motoristas, usando o melhor sistema para isso. Acompanhe!

A legislação e o controle de horas

Atualmente, a já mencionada Lei 13.103/2105 é a que regula a atividade de motoristas de ônibus e caminhões. Ou seja, aqueles que trabalham pelo território rodoviário, com veículo da empresa e no transporte de passageiros e cargas.

Dentre os pontos que a legislação prevê, destacamos aqui alguns importantes para o entendimento da realização do controle de ponto de motorista:

  • a jornada de trabalho é de 8 horas diárias, totalizando 44 horas semanais;
  • o tempo de espera (em que o motorista aguarda o carregamento e descarregamento do veículo ou fiscalizações de rotina) não faz parte da jornada;
  • se a espera exceder 2h de duração, pode ser considerada como descanso, caso o local reúna condições apropriadas para tal;
  • após dirigir por 5h e meias consecutivas, o motorista é obrigado a fazer uma pausa de 30 minutos;
  • a depender da rota traçada, a jornada 12×36 também é permitida;
  • horas extras são permitidas com duração máxima de 2 horas e acréscimo mínimo de 50% da hora normal;
  • o controle da jornada do motorista, além de um direito do empregado, é também uma obrigação do empregador.

O desafio do controle de ponto de motorista

Como já mencionado, a legislação permite que o controle de ponto de motorista seja feito de forma manual ou eletrônica.

O controle de ponto manual, ainda que mais tradicional, é moroso e abre brecha para falhas. É preciso contar com a boa memória e, às vezes, com a boa vontade do motorista para que esse não se esqueça ou não deixe de anotar com rigor seus horários.

Além disso, ainda que o registro de ponto seja devidamente realizado pelo colaborador, a conferência e contabilização de horas resultam em um processo muito trabalhoso para o RH. Uma situação que demanda tempo e pode levar a erros que geram prejuízos ou até a desentendimentos com desdobramentos legais.

Por isso, a melhor forma de realizar esse controle é por meio de um software de controle de ponto. Ou, de preferência, um controle de ponto de motorista eletrônico digital.

Controle de ponto com sistema eletrônico digital

Melhor do que um sistema eletrônico é um aplicativo de controle de ponto, como o Tangerino, que representa uma solução digital capaz de conferir mais praticidade e agilidade ao RH no momento de fazer a gestão de ponto eletrônico.

Cada colaborador baixa o app de ponto em seu próprio dispositivo móvel e pode até mesmo receber avisos para que se lembre de fazer as marcações. A solução permite que essa marcação seja feita em poucos cliques ou até por reconhecimento facial.

Além de ser vantajoso para o motorista, permite que o gestor acompanhe as jornadas em tempo real e saiba exatamente onde cada colaborador está. Tudo isso favorece o controle de ponto de motorista, a gestão do banco de horas, além de reduzir eventuais ações trabalhistas.

Interessado em um controle de ponto prático e eficiente para seus motoristas? Entre em contato e conheça mais sobre o Tangerino!

Leave A Comment