Tempo de Leitura: 7 minutos

A demissão em massa no Brasil é uma prática geralmente observada em momentos desafiadores para as empresas. Quando chegam a este ponto, é porque não houve solução que permitisse a continuação de suas atividades sem desligar grupos de funcionários. 

Para os colaboradores, o momento é de tensão e abalo emocional, enquanto para os gestores é tempo de tentar manter o equilíbrio, tanto das equipes que saem, como das que ficam. Portanto, o momento é difícil para todos.

Mas se ele é a única saída, é importante entender o que caracteriza uma demissão em massa, quando a empresa pode fazê-la e conhecer os motivos que levam a ela. No conteúdo a seguir você encontra respostas para essas e outras questões sobre a demissão em massa. Continue sua leitura para acessá-las!

O que é demissão em massa?

tipos de demissão

Demissão em massa também é conhecida por desligamento coletivo e é um termo usado para falar sobre a dispensa de muitos trabalhadores ao mesmo tempo. 

Quando a empresa os demite, o faz por um mesmo motivo, que pode ser corte de custos ou encerramento das atividades de um setor. 

Existem três fatores que caracterizam a demissão em massa, quais sejam: a dispensa de muitos colaboradores ao mesmo tempo, por um mesmo motivo e visando a redução do número de funcionários. 

Ou seja, ela não acontece quando a empresa pretende substituir os funcionários demitidos, nem se houver demissão de muitas pessoas, mas por motivos diferentes

Planilha de Folha de Pagamento Gratuita

O que diz a CLT sobre demissão em massa?

A Reforma Trabalhista de 2017 trouxe alterações com relação à demissão em massa no Brasil. Antes, ela era possível apenas seguida de negociação com sindicato, de modo a reduzir os impactos sobre os colaboradores. 

Entretanto, a Reforma equiparou as demissões individuais, plúrimas ou coletivas, para retirar a necessidade de autorização prévia e remover outras exigências anteriormente necessárias. 

Em junho de 2022 o sindicato recuperou o direito de participar das negociações nessas demissões, mas sem o poder de impedi-las. Dessa forma, qualquer acordo feito com o sindicato, decorrente dessas negociações, não é obrigatório para a empresa. 

Assim, os direitos dos colaboradores demitidos em massa são os mesmos daqueles demitidos individualmente. 

Leia também:

Em quais situações uma empresa pode fazer a demissão em massa?

inúmeros motivos que podem levar uma empresa a fazer demissão em massa, então ela pode demitir grupos de funcionários por qualquer um deles. 

Mas esse tipo de demissão não pode ser feito sem que antes a empresa tenha dispensado todos os recursos possíveis para evitá-la. 

Além disso, não se pode demitir todos os funcionários nesses casos, porque há aqueles com estabilidade. São eles: 

  • aqueles para quem falta de 12 a 24 meses para aposentadoria;
  • colaboradores que desenvolveram doença ocupacional;
  • colaboradores que integram a CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes);
  • funcionários que sofreram acidente de trabalho;
  • gestantes ou mulheres que sofreram aborto.

Portanto, a empresa pode fazer dispensa em massa, desde que tenha esgotado suas tentativas de não a fazer e que ela não abranja os colaboradores acima.

O que pode causar demissão em massa?

demissão em massa no brasil

Como você leu, os motivos que levam à demissão em massa são variados; por isso, é difícil especificá-los todos. Mas é possível abordar alguns deles, que são:

Crise financeira 

Geralmente as crises financeiras atingem as empresas, fazendo com que elas encontrem dificuldades para manter suas atividades. Assim, se veem obrigadas a demitir seus colaboradores. 

Fusão de empresas 

A fusão gera uma reestruturação das empresas para eliminar funções duplicadas, fazendo com que a demissão seja necessária.

Inovação

Ainda que seja positiva, ela torna atividades e funções obsoletas, fazendo com que o trabalho de determinadas pessoas seja desnecessário.

Banner com fundo claro escrito na esquerda: Checklist de demissão de colaboradores, 15 documentos indispensáveis ao demitir um empregado!

Redução de custos

Um dos motivos mais comuns para demissão em massa, pode ser ocasionado por crises financeiras e baixa performance do negócio, dentre outros motivos. Esses fatores levam à necessidade de cortar gastos.

Seja qual for a causa que levou a empresa a demitir um grupo de seus colaboradores, é importante reiterar que só é caracterizada a dispensa coletiva se todos saírem pelo mesmo motivo

Por que está acontecendo demissão em massa no Brasil?

Você conheceu alguns motivos que levam à demissão em massa. Agora, saiba quais são os principais motivos que fazem as empresas demitirem grupos de funcionários no Brasil

Uso de IAs

A inteligência artificial chegou para reestruturar os negócios, uma vez que a partir dela é possível simplificar tarefas e economizar tempo, aumentando a produção. 

Mas ela também consegue substituir pessoas em suas atividades. Ela afeta mais algumas áreas que outras, mas setores como os da tecnologia sentem o seu impacto com as demissões.

Isso acontece porque grandes empresas mundiais estão investindo na inteligência artificial generativa e aperfeiçoando-a. Dessa forma, ela vem fazendo um trabalho cada vez mais próximo do humano, substituindo muitos trabalhadores.

Banner com fundo claro escrito na esquerda: Checklist de demissão de colaboradores, 15 documentos indispensáveis ao demitir um empregado!

Alta nas taxas de juros

Os juros dos Estados Unidos vem aumentando por causa da inflação elevada no país. Com isso, aumentam-se os custos com capital, fazendo com que os investidores optem por investimentos menos arriscados

Dessa forma, a economia desacelera, prejudicando o desempenho das empresas, que são obrigadas a fazer cortes por falta de recursos.

Contratações em excesso durante a pandemia

Outro fator que leva à demissão em massa, especialmente no pós-pandemia, é a contratação excessiva que aconteceu no período. Tanto empresas, como colaboradores, precisaram reestruturar sua forma de trabalho para conseguir resultados. 

Isso fez com que a contratação de pessoal fosse exigida, para não haver perda de lucro. Entretanto, com a normalização das atividades, a função de muitos trabalhadores se tornou desnecessária.

Desaceleração econômica

Como você leu anteriormente, a economia desacelerou no Brasil devido aos juros altos nos EUA. Mas, além disso, outros eventos colaboraram para essa desaceleração, como a Guerra da Ucrânia e eventos políticos no país. 

Como o RH e o DP devem proceder em casos de demissão em massa no Brasil (e no geral)?

Quem pode se enquadrar no simples nacional

A demissão em massa é um desligamento de pessoal e, como qualquer outro, afeta os colaboradores emocionalmente. Por isso, o ideal é que o RH da empresa trate os demitidos de forma humanizada e tente evitar impactos na equipe que continuará na empresa. 

Os funcionários devem entender que a demissão ocorreu por uma necessidade da empresa e não por culpa deles. É possível amenizar os efeitos de uma dispensa coletiva das seguintes formas:

Praticando a empatia 

Durante a conversa com os funcionários demitidos, é preciso que eles entendam que seu desempenho no trabalho não influenciou a tomada de decisão. 

Além disso, é importante avisá-los pessoalmente, evitando meios impessoais como telefonema ou e-mail. Assim, os colaboradores sentirão que seu trabalho foi reconhecido e isso pode afetá-los menos em sua autoestima.

Oferecendo segurança àqueles que ficam 

Em uma situação de demissão em massa é normal que os colaboradores que não foram demitidos sintam-se inseguros e tenham medo de serem demitidos também. 

Por isso, cabe aos gestores terem uma conversa franca com eles, comunicando a decisão da empresa e explicando os motivos que levaram a elas.

Apenas assim será possível seguir com um bom clima organizacional, que permitirá que a equipe continue focada em seu trabalho.

Além desses meios de lidar com os funcionários que ficam e com os que saem, o RH precisa estar preparado para as demissões voluntárias, que podem acontecer devido a esse momento de instabilidade.

Afinal, os colaboradores perceberão que a empresa está passando por determinados desafios e, com medo de serem os próximos, podem se adiantar e pedir demissão.

Como evitar demissão em massa?

Muitas vezes, a empresa não pode evitar a demissão em massa, sendo ela uma necessidade para a retomada do equilíbrio do negócio. Mas há outras em que é possível se adiantar ao problema e implementar medidas para impedir que ele aconteça. 

A empresa pode, por exemplo, contar com um bom planejamento financeiro para ter reservas para manter seus funcionários, se passar por dificuldades. 

Além disso, é possível investir em treinamento e desenvolvimento para capacitar a equipe diante das mudanças trazidas pela tecnologia, por exemplo.

Outra alternativa para evitar uma demissão em massa, enquanto a empresa não se restabelece, é adotar a flexibilidade de carga horária dos colaboradores. Com horários alternativos, pode haver redução de custos sem necessidade de demissão. 

As estratégias adotadas por uma empresa para evitar as demissões em massa precisam ser antecipadas, para que deem certo. 

Tire suas dúvidas sobre demissão em massa no Brasil 

A seguir, saiba quais são as principais perguntas relacionadas à demissão em massa e as respostas para elas!

O que é considerado demissão em massa?

Considera-se demissão em massa quando uma empresa demite um grupo de colaboradores ao mesmo tempo, pelo mesmo motivo e sem intenção de substituí-los.

Por que o Brasil está com mais demissões em massa?

As demissões em massa aumentaram no Brasil devido à alta nas taxas de juros dos EUA, que fizeram os investidores se retraírem; devido às contratações em excesso que aconteceram na pandemia de Covid-19; e devido à implementação, pelas empresas, das inteligências artificiais generativas, em substituição à mão de obra humana.

Como lidar com demissões em massa?

O RH deve lidar com as demissões em massa demonstrando empatia por aqueles que estão perdendo o emprego, explicando a eles que o desligamento não foi pessoal.
Além disso, é importante oferecer segurança aos funcionários que estão ficando, para que não tenham medo de serem demitidos e continuem aptos a exercerem suas atividades de forma produtiva.

Próximos passos…

Agora que você já compreendeu o que é a demissão em massa, quais são suas características, os motivos que levam a ela e como amenizar seus efeitos na empresa. 

Sugerimos que continue a leitura de mais um de nossos artigos, para evitar problemas trabalhistas na demissão!

Banner branco com o texto: Faça a gestão de férias do seu time em uma só plataforma e acabe com a burocracia no DP. Conheça o gestão de férias; e uma pessoa usando o gestão de férias