Tempo de Leitura: 8 minutos

A análise de perfis comportamentais é uma ferramenta bastante certeira quando o assunto é encontrar os profissionais mais adequados para ocupar determinada vaga. Entre os mais comuns está o perfil analista.

Os processos de recrutamento e seleção precisam estar cada vez mais apurados. Além das hard skills, é preciso estabelecer métodos e ferramentas para detectar as habilidades socioemocionais — as soft skills — de cada candidato.

O perfil comportamental analista apresenta características como preocupação e atenção ao detalhe. Porém, muitas vezes podem ser confundidos com pessoas que não tem iniciativa ou de pouca proatividade.

Quer entender o assunto a fundo e aprender qual a melhor forma de gerenciar pessoas de perfil analista? Então, continue a leitura!

O que é um perfil analista?

Perfil analista

O perfil analista é aquele cuja pessoa tem como características predominantes a rigidez e o comprometimento com o trabalho. Colaboradores analistas são, geralmente, pessoas altamente intelectualizadas e com alta capacidade crítica.

Executar tarefas repetitivas — como alimentar planilhas de Excel ou desenvolver códigos — são atividades que trabalhadores desse perfil gostam de fazer.

Eles costumam se destacar em projetos que exijam pesquisas e elaboração de teses, pois gostam de se pautar em estudos.

Conheça o Kit de Férias

Quem apresenta esse perfil comportamental procura a perfeição em suas entregas e é motivado por altos padrões e eficiência em tudo que faz.

Por isso, qualidade e exatidão são as palavras-chave desse perfil e, justamente por não querer entregar nada menos do que o melhor, seu comportamento pode ser rígido.

Em alguns casos, a busca pelo trabalho perfeito pode gerar lentidão e pessimismo. O profissional pode se sentir indeciso em seguir por um ou outro caminho, visto que é bastante crítico consigo mesmo.

Quando estão sob pressão, costumam se fechar e se calar. O desequilíbrio gerado pela falta de saber como agir em um determinado momento pode levar o analista a se retirar da situação para ir em busca da resposta. 

A tendência é que as pessoas analistas sejam mais caladas e retraídas. No ambiente de trabalho, são leais e comprometidos com os resultados e a entrega, buscando sempre o máximo de qualidade.

Um tema bem próximo do que foi debatido pelos nossos convidados na live sobre Gestão de Pessoas. Confira:

Afinal, o que é perfil comportamental?

Para contextualizar, o perfil comportamental refere-se às particularidades do modo de agir de cada indivíduo. Ou seja, como cada pessoa, com traços de personalidade específicos, reage frente a diferentes situações.

No caso do trabalho, o perfil comportamental está relacionado à maneira como cada colaborador reage ao ambiente corporativo e como será o seu relacionamento com outros funcionários dentro da empresa. Seja diante de situações cotidianas, seja diante de conflitos. 

A metodologia DISC trata-se de um método de avaliação de comportamento que tem como principal objetivo mapear os perfis dominantes de um indivíduo, de acordo com o ambiente. 

Ela detecta características, como forças, motivações, forma de gerenciar e de se comunicar, entre muitas outras atribuições para proporcionar às pessoas um profundo autoconhecimento.

Quais são os perfis comportamentais?

Existem diferentes ferramentas e metodologias que fazem esse tipo de análise e classificação. Abaixo, listamos os quatro principais perfis comportamentais inspirados no teste DISC: 

1. Comunicador 

O perfil comunicador é caracterizado pela alta sociabilidade e conexão interpessoal. Dessa forma, esse perfil tende a ter bons relacionamentos e trabalhar bem em equipe, ajudando a apaziguar conflitos e influenciando os demais membros da equipe. 

O ponto de atenção do comunicador é a dificuldade em seguir rotinas e cronogramas, contudo, são altamente adaptativos. Além disso, seu carisma ajuda a manter a equipe unida

2. Planejador 

Pessoas de perfil planejador são calmas e estáveis, tendo uma fácil convivência em equipe. São confiáveis e gostam de rotina, cronograma e previsibilidade.

O ponto de atenção desse perfil é a baixa inovação e capacidade de improviso. Portanto, sentem-se seguros e confiantes na presença de comunicadores, pois eles complementam pontos que os planejadores não têm.

3. Executor 

Pessoas executoras tendem a ser competitivas e dominantes. É um ótimo profissional para tomar decisões e perseguir objetivos e metas, pois é extremamente resiliente e focado.

Executores podem ter uma autoconfiança e foco excessivos, dificultando seu trabalho em grupos, pois dificilmente desistirão de uma ideia e serão receptivos a outros pontos de vista.

Além disso, em níveis extremos, podem se tornar autoritários e pouco adaptáveis a mudanças.

4. Analista 

Pessoas analistas, como já mencionamos, costumam ser detalhistas e organizadas, são ótimos com tarefas repetitivas ou que requerem alto nível de precisão, portanto, são excelentes especialistas.

Áreas relacionadas à pesquisa e gestão de conhecimento são muito indicadas para esse perfil. 

O lado negativo dos analistas é a falta de habilidades para lidar com pressão e tomada de decisão, possuem pouco autogerenciamento e excesso de autocrítica. 

Equipes com muitas pessoas com esse perfil podem ser pouco práticas e acabar gastando muito tempo na realização de tarefas, principalmente pelo excesso de perfeccionismo na execução.

Confira também estes conteúdos:
👉 Gestão Comportamental: o Que É e Como Implementar
👉 Mapeamento Comportamental: Como Implementar em Sua Empresa?
👉 Treinamento Comportamental: Veja as Melhores Dicas Para Implementar na Empresa
👉 Perfil Comportamental: Como Usá-lo para Incentivar a Produtividade em Home Office

Quais as características de uma pessoa com perfil analista?

Já falamos um pouco sobre como o perfil analista de comporta do contexto do trabalho, mas é importante entender a fundo as características desse grupo para a empresa conseguir gerenciá-lo do jeito mais adequado

Organização

Pessoas com o perfil analista pensam de forma bastante estruturada e desenvolvem métodos para conseguir fazer tudo e entregar o esperado.

Elas são ótimas para usar o Excel e tomam suas decisões baseadas em números e análises.

Os analistas tendem a ser muito organizados e seus ambientes são limpos e ordenados. Além disso, eles valorizam e seguem muito as regras e os procedimentos. 

Dificilmente um analista deixa de seguir ou quebra uma regra, seja na empresa, no trânsito ou na vida social. Eles respeitam muito o que é combinado e costumam ser pontuais.

Perfeccionismo

Os analistas podem sofrer muito com a cobrança interna e excessiva pelo perfeccionismo. De todos os perfis, é o que apresenta maior autocrítica e está continuamente se pressionando para fazer sempre mais e melhor. 

Top Of Mind de RH

É bastante comum pessoas com esse perfil terem a sensação de que suas entregas nunca estão boas o suficiente. Isso gera uma cobrança muito grande para os analistas, o que pode afetar sua autoestima.

Os analistas podem direcionar sua energia e seu superpoder para coisas que realmente vão ter um impacto ou resultado importante.

Pessimismo

Talvez o pessimismo do perfil analista seja uma consequência dessa busca incessante pela perfeição. Essas pessoas têm a capacidade de analisar a situação e enxergar o que pode dar errado

Os analistas conseguem construir métodos e processos para solucionar problemas. No entanto, essa busca excessiva por erros e pontos de melhoria pode levar ao pessimismo, já que olhar apenas para o que falta ou que pode dar errado é um recorte enviesado das situações cotidianas.

Raciocínio lógico

Pessoas de perfil analista conseguem enxergar detalhes e padrões em situações nas quais outros perfis dificilmente veriam.

Eles se aprofundam nas informações e apresentam raciocínio lógico e observador para identificar pontos de melhoria e desenvolvimento.

Por esse motivo, o analista consegue ter um olhar muito profundo sobre algum tema ou uma atividade. Ele pesquisa e questiona os fatos com muita profundidade, porque sente necessidade de entender a fundo todo o processo, justamente para evitar erros.

Foco

O perfil analista tem muito mais foco nas atividades que precisa desenvolver do que na construção e manutenção de relacionamentos.

Isso é refletido na excelência com que tudo é executado, já que erros e imperfeições não fazem parte do repertório desse grupo.

Perfil Analista_Ilustração

Como extrair o melhor do profissional com perfil analista?

Para obter o melhor de um colaborador de perfil analista em termos de rendimento e comportamento, é preciso entender como agir. Não é algo difícil, mas requer atenção de qualquer gestor que queira potencializar o desempenho de seu time.

Veja, a seguir, o que um gestor precisa fazer para extrair o melhor de um analista:

Evite mudanças súbitas 

Pessoas com o perfil analista não lidam bem com mudanças súbitas, seja no ambiente ou, principalmente, em suas tarefas.

Quando for preciso mudar algo, não faça repentinamente e sempre compartilhe com toda a equipe quais foram os critérios utilizados para tomar essa decisão.

Preze pela organização

Pessoas analistas são muito organizadas, como já mostramos neste artigo. Portanto, o gestor precisa ser o exemplo para que os colaboradores se sintam seguros e confortáveis em executar suas próprias atividades.

Mantenha a calma

O perfil analista tende a tomar atitudes com muita segurança, depois de pensar por muito tempo e considerar uma série de dados.

Por isso, da mesma forma como suas decisões são tomadas com calma, os gestores precisam pisar no freio antes de comunicar uma mudança ou tomar um novo rumo.

Para evitar aborrecimentos e até mesmo um resultado negativo, não o acelere quando for preciso decidir algo. Fazendo tudo com calma e com a devida atenção evita-se, inclusive, o retrabalho (que é algo que os analistas não toleram).

Tenha uma comunicação clara

O profissional analista atua com base em análise de dados e todas as informações possíveis acerca de um assunto. Tendo isso em mente, dê a ele todas as informações que puder sobre um determinado trabalho a ser realizado, mesmo que elas não sejam solicitadas. 

Deixá-lo por dentro dessas informações mostrará que os gestores também têm interesse em ver a tarefa finalizada com excelência.

Compartilhe informações

Novamente, sem informações suficientes um analista certamente não poderá dar o seu melhor. Independentemente da ocasião, evite comunicações vazias e genéticas, e utilize detalhes para deixar as coisas mais claras.

Quer desenvolver mais os seus colaboradores? Confira nosso Tangerino Talks sobre desenvolvimento profissional:

Quais as vantagens de se ter um líder de perfil analista na empresa?

Liderança e gestão de pessoas são constituídas por um conjunto de conhecimentos, técnicas e habilidades. As soft e hard skills

Muitos colaboradores já apresentam, desde cedo, um espírito de liderança, aparentemente nato, enquanto outros conseguem desenvolver essa habilidade.

Líderes com o perfil analista estão constantemente em busca de entregar o melhor, ser o melhor profissional possível e transformar sua equipe em um exemplo a ser seguido por toda a empresa. 

Quando necessário, líderes analistas conseguem colocar em prática sua habilidade de ver além, de encontrar vários caminhos e identificar possíveis problemas ao longo do trajeto.

Isso faz com que a equipe seja sempre incentivada a buscar pela melhoria e qualidade em todos os pontos.

Durante a gestão de crise, o líder analista toma decisões baseadas em dados e fatos, ou seja, nenhuma ação é tomada a partir de um sentimento ou uma intuição. Isso, somado às suas habilidades técnicas, é a receita para uma liderança de sucesso.

Confira também estes conteúdos:
📚 A tecnologia transformando a mobilidade no mundo corporativo
📚 Desenvolvimento de lideranças: invista em uma equipe de sucesso!
📚 Planilha de Custo dos Colaboradores

Conclusão

Entender as características de cada perfil comportamental contribui para o entendimento da forma como cada pessoa trabalha e ajuda a dar previsibilidade para as lideranças

Como você viu, as pessoas que têm o perfil analista tendem a analisar com cautela tudo o que fazem e prezam por um ambiente corporativo organizado, data driven e com uma cultura organizacional voltada para o compartilhamento de informações.

Com o conhecimento dos perfis, as empresas passam a contar com um RH estratégico, que consegue formar e desenvolver equipes de alta performance.

Os analistas podem desenvolver suas tarefas de forma mais adequada quando envolvido por um ambiente de trabalho que privilegie suas características. Afinal, o meio influencia diretamente o engajamento dos colaboradores e o envolvimento nas atividades profissionais.

O responsável por compreender o perfil dos colaboradores, auxiliando a gestão a tomar decisões como contratações, mudanças de cargos e formação de times é o analista comportamental. Acesse o post e entenda tudo sobre ele!

Conheça o Kit de Férias