Tempo de Leitura: 8 minutos

Em um mercado tão competitivo como o atual, é muito importante que a empresa possa contar com profissionais comprometidos com a própria carreira, motivados e dispostos a melhorar continuamente. Mas nem sempre é fácil encontrar colaboradores dispostos a fazer essa autoavaliação de desempenho e identificar seus pontos fortes e fracos. 

Nessa tarefa o RH tem papel fundamental, já essa é uma ferramenta essencial para traçar o perfil comportamental dos profissionais e gerenciar melhor a distribuição de funções. 

Se você ainda não sabe como aplicar a autoavaliação de desempenho na sua empresa, ou se tem dificuldades para conseguir a colaboração dos funcionários, continue acompanhando esse conteúdo até o final. 

Para facilitar a leitura, veja tudo o que você vai ler nesse material:

O que é uma autoavaliação de desempenho?

Escadinha de 5 estrelas representando a autoavaliação de desempenho profissional

Uma avaliação de desempenho é um processo de análise de performance de determinado profissional, podendo ser avaliado requisitos técnicos e/ou comportamentais. Essa análise pode ser realizada tanto pela empresa, como pelo próprio profissional, sendo chamada, nesse caso, de autoavaliação de desempenho. 

Nela, o colaborador analisa seu próprio comportamento, levando em consideração itens específicos, como pontualidade, espírito de equipe, liderança, entre outros aspectos. 

Flexibilização do trabalho

Na prática, a autoavaliação profissional é feita por meio da resposta de questionários formulados pelo RH, sobre temas que envolvem a rotina de trabalho, desafios, oportunidades, objetivos e diversos outros assuntos. 

É muito comum que a autoavaliação de desempenho seja aplicada em conjuntos com outros modelos de avaliação, tornando-se uma parte da análise completa.

Existem muitos exemplos de avaliação de desempenho, sendo que a mais completa é a conhecida como avaliação 360°, que permite uma análise bastante abrangente sobre o funcionário. 

Qual a importância de uma autoavaliação de desempenho?

O processo de autoavaliação oferece informações importantes sobre o funcionário, que ajudam a direcionar sua carreira e a promover seu crescimento profissional.

Esse conhecimento incentiva a pessoa a evoluir e a se desenvolver, resultando também no aumento de produtividade e de motivação

Para a empresa, a autoavaliação de desempenho também ajuda a conhecer melhor o perfil comportamental do funcionário, permitindo a identificação de lacunas técnicas e comportamentais que precisam ser trabalhadas em treinamentos, cursos e capacitações.

Entre os benefícios claros para a empresa estão:

Retenção de talentos

O investimento no desenvolvimento dos funcionários aumenta a chance de reter talentos, já que o profissional se sente valorizado e percebe que a empresa se preocupa com o seu desenvolvimento e crescimento profissional. 

Aproveite e confira esse papo no Tangerino Talks sobre esse tema!

Reorganizar o quadro de funcionários

Quando a empresa possui em seu quadro de colaboradores pessoas com perfil não alinhado aos seus valores, pode ver comprometido o resultado esperado. 

Por outro lado, a avaliação de desempenho também pode contribuir para identificar melhores oportunidades para alguns profissionais, com a readequação de cargos. 

Melhora o clima organizacional

A avaliação de desempenho também contribui para a identificação de problemas em equipes conflituosas, quando combinadas com outros métodos. Após essa percepção, fica mais fácil agir sobre o problema, e dessa forma melhorar o clima organizacional.

Quais as vantagens e desvantagens da autoavaliação de desempenho?

É importante perceber que não existem respostas certas ou erradas, mas sim, a identificação de pontos fortes ou fracos, que precisam de atenção e desenvolvimento. 

Entre as principais vantagens da autoavaliação de desempenho profissional, podemos citar:

  • conhecimento sobre o ponto de vista do profissional;
  • facilidade de aplicação;
  • simplicidade do processo;
  • percepção de atenção e cuidado da empresa;
  • aumento da motivação;
  • estímulo para que o profissional reconheça seus pontos de melhoria;
  • identificação de dados importantes para decisões estratégicas da empresa.

 Mas também existem desvantagens. Veja quais são:

  • quando usada de maneira isolada, é insuficiente para fornecer dados concretos;
  • depende de outros tipos de análises, para garantir uma visão completa;
  • não identifica “pontos cegos” do avaliado;
  • oferece informações unilaterais.

Como já foi falado, quando a autoavaliação de desempenho profissional é usada como parte de uma análise completa, que inclui outros tipos de avaliação, torna-se uma importante ferramentas de gestão de RH

Como aplicar a autoavaliação de desempenho na empresa? 

Para que a autoavaliação de desempenho ofereça resultados relevantes, é essencial que o funcionário se disponha a fazer reflexões sinceras sobre sua conduta profissional, tanto nos aspectos técnicos, quanto comportamentais. 

O questionário deve ser formulado de acordo com os objetivos da empresa, mas existem algumas práticas importantes de serem seguidas:

Pense na pessoa que realizará o teste e sobre quais competências são necessárias

É importante que os colaboradores estejam alinhados à cultura da empresa e que tenham as competências técnicas e comportamentais desejadas para o cargo. Esses são os fatores que permitem a ele entregar resultados consistentes. Justamente por isso, a autoavaliação profissional deve ser direcionada e personalizada

Identifique o melhor método para ser utilizado

Depois de compreender como é a pessoa que receberá o questionário, é a hora de escolher qual dos tipos de métodos poderá ser melhor aproveitado para a avaliação. 

Entre as diversas opções, podemos citar algumas mais conhecidas:

  • escala Likert;
  • perguntas de múltipla escolha;
  • perguntas binárias (sim ou não);
  • entrevista (com ou sem roteiro definido).

Nenhuma delas é mais certa do que a outra, mas algumas podem facilitar ou não o entendimento e a utilização do colaborador. 

Para fazer essa escolha, o ideal é analisar os recursos disponíveis, quais aspectos serão avaliados e também a capacidade de compreensão do funcionário

Você vai querer conferir o artigos a seguir:
📈 
KPI: a Importância dos Indicadores de Desempenho
📈  Avaliação de Desempenho por Competências: Aprenda Como Implementar
📈  Gestão de Desempenho: Como Estruturar um Sistema Eficiente?
📈  Quais são os tipos de avaliação de desempenho mais comuns?

Planeje e oriente sobre o processo de autoavaliação de desempenho profissional

Nem todos os colaboradores estão acostumados com esse tipo de avaliação, e muitos podem ficar apreensivos sobre o resultado. Por isso, é importante orientar o funcionário, esclarecendo os pontos de dúvida e acalmando-o sobre o objetivo da avaliação. 

Deixe claro que não existem respostas certas ou erradas, e que a avaliação servirá para direcionar o seu crescimento da empresa, com treinamentos específicos, e não haverá punição ou demissão

Pesquisa de Clima Organizacional

Outro fator importante é determinar local e horário para a realização da avaliação.

Analise e compare os resultados com o que foi determinado como ideal

Após finalizada a autoavaliação, o RH deve analisar as respostas e identificar os pontos fortes e mais fracos. 

Com essas observações, é preciso também comparar o resultado com o perfil ideal que havia sido determinado para a função

Como a autoavaliação de desempenho deve fazer parte de uma estratégia maior de análise, as respostas também devem ser comparadas com os resultados obtidos por outras pessoas, como superiores diretos, colegas de trabalho e, dependendo do caso, até de clientes.  

Quais perguntas podem ser usadas na autoavaliação de desempenho? 

Como já foi citado, o questionário deve ser adaptado ao contexto das informações desejadas, mas algumas perguntas podem ser usadas na maioria dos casos:

  • Quais são seus pontos fortes?
  • Por que considera estes como seus pontos fortes?
  • Quais exemplos concretos podem confirmar essa resposta?
  • Como esses pontos fortes podem ser usados na empresa?
  • Quais são seus pontos fracos?
  • Por que considera estes como seus pontos fracos?
  • Quais tarefas e situações do seu dia a dia são afetadas por eles?
  • Como você pode trabalhar seus pontos fracos com ajuda da empresa para melhorar o desempenho no trabalho?
  • Existe alguma oportunidade benéfica para a empresa na qual seus pontos fortes poderiam ser melhor empregados?
  • Existe alguma oportunidade que você desempenharia melhor se resolvesse seus pontos fracos?
  • Existe alguma ameaça ou crise em que seus pontos fortes podem ajudar a resolver determinada situação para a empresa?
  • No caso dessa ameaça ou crise, quais de seus pontos fracos precisam ser melhorados para que você possa auxiliar na solução com o melhor desempenho?
  • Onde você quer estar daqui a 1 ano?
  • E daqui a 5 anos?
  • Qual é seu sonho na vida?
  • Você tem uma boa interação com a equipe?
  • Você é pontual?
  • Você se dá bem com as mudanças?
  • Você reconhece os esforços de sua equipe ou colegas de trabalho?
  • Você se responsabiliza por suas atividades?
  • Você busca formas de conseguir realizar o trabalho com qualidade?

Faça download dos materiais gratuitos a seguir!
📚  Automação de processos e uso da Tecnologia na Gestão de Pessoas
📚  Guia Prático sobre Comunicação Interna
📚  Educação corporativa: tudo que você precisa saber sobre o assunto
📋  Pesquisa de Clima Organizacional

Qual o papel do RH na aplicação da autoavaliação de desempenho?

O RH tem papel fundamental na aplicação da autoavaliação de desempenho profissional. Mesmo que seja uma atividade pessoal, é o profissional de Recursos Humanos quem planeja, prepara, orienta e analisa as informações. 

Essa também é uma maneira importante de inserir novos conceitos e metodologias na empresa, favorecendo o seu crescimento e evolução no mercado. 

Além disso, investindo nesse tipo de avaliação profissional, o RH desempenha uma de suas principais funções, que é o desenvolvimento profissional dos colaboradores da empresa.  

Conhecendo os pontos fortes e fracos dos funcionários, o setor de RH pode desenvolver ações de capacitação direcionadas e efetivas, que aumentam os resultados da organização.   

Como orientar o colaborador sobre a autoavaliação de desempenho?

Para orientar de maneira adequada o colaborador a realizar a autoavaliação de desempenho, é fundamental que as informações prestadas sejam claras e objetivas

Também é essencial que o funcionário entenda que esse processo é muito importante para a empresa, mas que também irá beneficiar o crescimento dele como profissional. 

Outro ponto importante é que ele não se sinta obrigado pela empresa a realizar a avaliação em determinado momento. O ideal é que a realização seja definida em conjunto. 

A antecipação de datas e horários garante que o profissional possa se planejar em relação às suas atividades diárias e assim reservar um tempo para a avaliação. 

E o mais importante de tudo é que o colaborador sinta-se tranquilo em relação ao processo, que não veja a autoavaliação como um risco para a permanência dele na empresa, para evitar que ele omita informações importantes.   

Qual o passo após a autoavaliação de desempenho?

Todo esse processo de autoavaliação de desempenho tem o objetivo de contribuir para a tomada de melhores decisões, também para o aprimoramento da gestão da empresa. 

Para isso, é fundamental que todos os resultados encontrados sejam organizados e armazenados, para basear futuras pesquisas e outras comparações, inclusive de novas avaliações feitas após o desenvolvimento das ações de melhoria propostas. 

Dessa maneira, a empresa consegue acompanhar a evolução profissional dos colaboradores com mais eficiência. 

Conclusão

Neste conteúdo, nós esclarecemos as seguintes dúvidas:

O que é uma autoavaliação de desempenho?

É um processo de análise de performance de determinado profissional que é feito por ele próprio.

Qual a importância de uma autoavaliação de desempenho?

Auxilia na retenção de talentos, a reorganizar o quadro de funcionários e a melhorar o clima organizacional.

Quais as vantagens e desvantagens da autoavaliação de desempenho?

As principais vantagens se relacionam a aspectos de agilidade no processo de investir numa gestão de pessoas mais personalizada para cada profissional. Já as desvantagens se referem a necessidade de aliar esta prática com outros para garantir uma atuação completa.

Como aplicar a autoavaliação de desempenho na empresa? 

Personalizar o teste para o funcionário que irá fazê-lo, identificar o método mais adequado, planejar com antecedência e orientar os profissionais sobre os objetivos do teste.

Qual o papel do RH na aplicação da autoavaliação de desempenho?

É o profissional de Recursos Humanos quem planeja, prepara, orienta e analisa as informações.

Como orientar o colaborador sobre a autoavaliação de desempenho?

É essencial que o funcionário entenda que esse processo é muito importante para a empresa, mas que também irá beneficiar o crescimento dele como profissional.

Qual o passo após a autoavaliação de desempenho?

Os resultados encontrados devem ser organizados e armazenados, para basear futuras pesquisas e fazer comparações.

Agora você já sabe que a avaliação de desempenho é um processo de análise de performance de determinado profissional, podendo ser avaliado requisitos técnicos e/ou comportamentais.

Também que esse recurso oferece muitos benefícios para a empresa, como a melhora do clima organizacional e a retenção de talentos, e ainda para os profissionais, que conseguem identificar seus pontos fortes e os que podem ser melhorados, e planejar ações de desenvolvimento dessas habilidades. 

A autoavaliação de desempenho deve ser formulada pelo RH com perguntas adaptadas ao contexto das informações desejadas pela empresa. Essa é a melhor maneira de alcançar os resultados desejados. 

E o RH desempenha o papel fundamental de orientar o colaborador sobre a realização da avaliação, tranquilizando sobre os objetivos envolvidos, e oferecendo a devolutiva, ou seja, os feedbacks de maneira eficiente. 

Aliás, esse também é um ponto muito importante. A prática de feedback nas empresas é fundamental, mas exige atenção para não causar mal-estar entre os funcionários. 

Quer saber o que é feedback e como utilizar esse recurso de maneira eficiente? Então confira o artigo sobre o que é feedback.

Teste Grátis Tangerino