Tempo de Leitura: 7 minutos

Todos somos únicos, você concorda? Cada um tem seus gostos, conhecimentos, aspirações, criação etc. Mas, mesmo com tantas diferenças, nosso perfil profissional pode ser determinado e, neste artigo, falaremos sobre o perfil comunicador!

Essa informação vai além de um compilado de características, mas é um verdadeiro mapa sobre como lidar com colaboradores com esse perfil, resultando no aumento da produtividade.

E qual gestor que não gostaria de melhorar a eficiência dos seus liderados, não é mesmo?

É por isso que, neste texto, falaremos sobre o perfil comportamental que fala pelos cotovelos, mas que é altamente motivado e agregador: o comunicador.

Descubra suas principais características e como lidar com esse profissional neste texto. Aproveite a leitura.

O que é um perfil comunicador?

Perfil comunicador

O perfil comunicador tem como principal característica a capacidade de criar relações com pessoas e mantê-las com suas habilidades conversacionais.

Elas acabam sendo aquela pessoa que ama manter contato com todos do time, prezando sempre pelo interpessoal.

Top Of Mind de RH

Também gostam de ser notados e, como você já deve imaginar, é uma característica que tem dois lados.

Se por um são ótimos em cultivar amizades e trabalhar em equipe, por outro acabam sendo vaidosos e buscam aceitação social.

Pessoas sociais natas costumam ter tendência a liderança e alta capacidade de influenciar pessoas.

Mas você deve estar se perguntando: como identificar o perfil comportamental de um colaborador?

Bem, uma das respostas para essa questão está logo abaixo, veja.

O que é DISC: identificando perfis comportamentais

O DISC é uma metodologia com um objetivo claro: determinar o perfil comportamental de um indivíduo.

Ele divide as pessoas em quatro grupos: Dominância (Executor), Influência (Comunicador), Estabilidade (Planejador) e Conformidade (Analista), justificando também o nome (que é a sigla em inglês).

Vale a pena ressaltar que ninguém tem somente um desses perfis, mas sim a prevalência de um deles e pode inclusive mudar seu comportamento a depender dos estímulos externos.

O resultado desse teste pode mudar a forma como a empresa opera, ajudando na compreensão dos talentos e limitações do indivíduo e melhorar a comunicação como um todo.

Descubra agora um pouco mais sobre os quatro perfis que comentamos aqui.

Quais são os perfis comportamentais?

Como falamos no tópico anterior, além do perfil comunicador, existem outros três. Comentaremos rapidamente, neste texto, já que nosso objetivo é focar em somente um deles.

Analista

Sempre preocupado, esse profissional tende a ser rígido e distante, além de ter pitadas melancólicas e pessimistas.

Contudo, é o analista um intelectual nato e com suas habilidades de observação é capaz de resolver problemas com agilidade e eficiência.

Executor

Esse é o líder que todos desejam ter: dinâmico e otimista, ele sempre encara desafios com o peito aberto e busca entregar suas atividades com rapidez e eficiência. 

Porém, os executores tendem a ser impositivas e individualistas, requerendo melhorar o seu aspecto de trabalho em equipe.

Planejador

O perfil planejador gosta de navegar em águas conhecidas.

Com rotinas fixas, esse é o colaborador mais calmo de todos, sua disciplina o impede de quebrar as regras e sempre pensa antes de agir, mesmo sob estresse.

Não existe um perfil melhor ou pior

Depois de todo esse papo sobre perfis, é comum que muitas pessoas pensem: “ah, perfil tal é perfeito para a minha empresa, contratarei somente eles”.

Como você viu anteriormente, cada perfil comportamental tem seus pontos fortes e fracos. Você consegue imaginar uma empresa constituída somente de executores? Seria um grande choque de egos!

Sendo assim, identificar e manejar os pontos positivos e negativos de cada um desses perfis é a melhor forma de lidar com essa situação.

Outra forma que o RH tem de utilizar essa informação de forma estratégica é no recrutamento e seleção, priorizando aqueles perfis que se enquadram melhor em determinada equipe.

Confira alguns outros artigos em nosso blog!
👉 Profiler: Faça a Análise do Perfil Comportamental do Seu Colaborador
👉 Teste de Perfil Comportamental: Como Usar no Processo Seletivo?
👉 Perfil Comportamental: Como Usá-lo para Incentivar a Produtividade em Home Office
👉 Teste Comportamental: Como Avaliar o Perfil de Seus Funcionários

Quais as características de um profissional de perfil comunicador?

O perfil comunicador tem inúmeras características, ele é uma pessoa falante, extrovertida e com invejáveis habilidades sociais. Mas também possuem seus pontos de atenção.

Falta de foco

Quem possui o talento da comunicação procura estar sempre em contato com as pessoas, criando relacionamentos. 

Contudo, isso muitas vezes acontece em detrimento do seu próprio trabalho, colocando a sua vida profissional em cheque.

Para essas pessoas, sentarem uma tarde inteira olhando para o computador sem interagir com seus colegas é uma verdadeira tortura.

Contudo, é possível encontrar o equilíbrio. Por isso, você verá que as melhores tarefas para esse profissional envolvem pessoas à frente.

Capacidade de influenciar pessoas

Quem consegue se comunicar bem, muitas vezes, tem a capacidade de motivar pessoas a fazerem outras atividades.

Isso se dá porque ele não é altamente apegado a formalidades, gerando grandes níveis de empatia nas pessoas.

Não somente, a alta valorização dos relacionamentos interpessoais junto a seu entusiasmo faz com que ele conquiste seus colegas e consiga influenciá-los mais facilmente.

Assim, esse é o perfil de um líder que consegue se dar muito bem com seus liderados, apesar de suas demais questões.

Desorganizado e baixa autodisciplina

Como dissemos, esse perfil precisa estar em constante contato com pessoas, muitas vezes deixando o seu trabalho de lado para conversar na copa, por exemplo.

Conheça o novo Módulo Gestão de Férias

Essa falta de foco também afeta diretamente a sua capacidade de se organizar e manter-se disciplinado a fim de entregar seus resultados. 

Isto também se dá porque uma das características proeminentes é a falta de vontade e pouca convicção.

E é justamente por isso que é muito importante contar com uma mapeamento comportamental, assim, é possível balancear as atividades desse colaborador de forma a deixá-lo feliz e motivado.

Motivado por reconhecimento

Apesar de valorizar muito as suas relações, o colaborador com perfil comunicador acaba sendo egocêntrico, sendo assim, uma das melhores formas de motivá-lo é por meio do reconhecimento do seu trabalho. 

A cola do time

Por ser muito desenrolado em sua forma de conversar com as pessoas, o perfil comunicador muitas vezes acaba sendo a cola que faz com que o time trabalhe bem junto.

Apesar de ser um fator positivo que faz com que todos trabalhem melhor juntos, é importante que o gestor se atente a essas dinâmicas para cultivar a independência de seus liderados.

Perfil Comunicador_Ilustração

Como lidar com profissionais de perfil comunicador?

Temos algumas dicas para você lidar com o comunicador. Confira.

Cuidados especiais durante o feedback

O gestor de um comunicador acaba pisando em ovos para oferecer feedbacks.

Se por um lado ele adora o reconhecimento que acompanha o trabalho bem-feito; por outro ele procura fugir dos feedbacks negativos.

Ele pode fazer isso utilizando principalmente duas táticas, a vitimização ou simplesmente ignorando o que foi dito.

Aqui, muitos gestores podem recorrer ao feedback sanduíche, abrindo e fechando com pontos positivos e recheando com algo negativo. 

Mas a tendência desse perfil é simplesmente ignorar o que foi dito.

Sendo assim, a melhor forma de endereçar o que está acontecendo é sendo o mais direto e transparente possível.

E como você verá mais à frente, registrar não somente os pontos levantados, mas também as atitudes para melhoria.

Temos um vídeo só sobre feedback. Que tal conferir?

Permitir relações interpessoais, mas com limites claros

Assim como é importante para quem tem o perfil comunicador desenvolver laços com as pessoas de seu trabalho, também é primordial que os limites impostos pelo ambiente empresarial sejam respeitados.

Não raro, esse indivíduo acaba se sentindo muito à vontade e utiliza linguajar inadequado ou pessoaliza as relações de trabalho.

Sendo assim, é importante reforçar com esse profissional que o foco do ambiente de trabalho é, justamente, trabalhar.

Acordou algo? Deixe registrado por escrito!

Lembra que falamos sobre a falta de foco e baixa autodisciplina? Isso faz com que essa pessoa sempre esqueça compromissos. E o pior, sempre tenha uma desculpa na ponta da língua.

Então, sempre que acordar algo com alguém de perfil comunicador, formalize com as ferramentas de comunicação interna utilizadas em sua empresa.

Utilize comunicação direta e estabeleça prazos claros. Não há outra fórmula!

Ofereça cargos e atividades que envolvam pessoas ao perfil comunicador

Trabalhar isolado é a melhor forma de acabar com a motivação de um comunicador. Sendo assim, delegue para esse profissional tarefas que envolvem outras pessoas.

Como dissemos, é importante encontrar um equilíbrio para que o trabalho não vire uma fonte de frustração.

Permita que ele contribua 

Ter um espaço para debater ideias livremente é a melhor forma de liberar todo o potencial desse colaborador.

Estimule-o com elogios, mas evite que ele domine o espaço.

Como desenvolver um líder de perfil comunicador?

O comunicador como líder é um daqueles gestores que todo mundo adora, principalmente porque ele faz com que seus liderados se sintam à vontade.

Essa é parte da mágica de não ser tão apegado à formalidade empresarial: é possível formar vínculos pessoais e profissionais que aumentam a integração da equipe, trazendo também inúmeros outros benefícios.

Não somente, ser constantemente desafiado a inovar é um dos pontos de maior motivação para um comunicador. 

Dessa forma, eles estimulam suas equipes a serem mais criativas e dinâmicas, propondo novos olhares para os problemas, etc.

Contudo, o líder de perfil comunicador também precisará superar uma série de desafios emocionais e organizacionais a fim de exceder em sua posição de liderança.

Sendo assim, existem alguns pontos que podem ajudar esse profissional:

  • ter em mente que nem sempre irá convencer os outros;
  • sempre procurar o equilíbrio entre a disciplina e a manutenção dos relacionamentos;
  • não deixar de se planejar;
  • desenvolver mais paciência, especialmente para ouvir;
  • aprender a falar não é importante e não afeta os relacionamentos.

Confira esses materiais ricos do Tangerino!
📚 Pesquisa de clima organizacional: planilha e checklist
📚 Aprenda a vencer os desafios de gestão com tecnologia!
📚 Indicadores de RH: dados estratégicos que você precisa acompanhar
📚 Como engajar colaboradores para diminuir as taxas de absenteísmo e turnover

Conclusão

Este texto exemplifica a importância da gestão comportamental dentro de uma empresa.

Isso porque todos os perfis têm seus lados positivos e negativos, o que importa é saber utilizar isso para construir uma equipe funcional.

O perfil comunicador é extrovertido, conversa bastante, é contagiante e faz amigos facilmente.

Por outro lado, pode ser autocentrado, faltar comprometimento e ser evasivo ao ouvir feedbacks negativos.

Sempre há dois lados para a mesma moeda, mas gestores e RH podem desenvolver artifícios para que qualquer perfil possa se desenvolver e atingir seus objetivos pessoais e profissionais na empresa.

Quer saber como ajudar os seus liderados a alcançarem esse patamar? Leia nosso artigo sobre Liderança 4.0 e dê início a inovação em sua empresa.

Teste Grátis Tangerino