Tempo de Leitura: 8 minutos

O social hiring é uma grande tendência no setor de RH, uma vez que as empresas já perceberam a importância de contar com profissionais conectados com a cultura e os valores da organização

Por isso, os novos processos de recrutamento e seleção de candidatos para vagas profissionais têm ganhado cada vez mais destaque no mercado empresarial. Para encontrar pessoas com fit cultural necessário, recrutadores têm utilizado as redes sociais. Com isso, elas têm se tornado uma ferramenta de grande valor e efetividade. 

Quer saber o que é a estratégia de social hiring e como começar a utilizá-la para realizar processos de recrutamento mais eficientes? então continue acompanhando esse conteúdo até o final. 

Para facilitar a leitura, confira todos os tópicos que você vai conhecer:

O que é social hiring?

Mãos de uma pessoa segurando celular com rede social aberta sobre uma mesa em que há xícara, agenda e caneta.

O social hiring, também chamado de recrutamento social, é uma nova estratégia de recrutamento e seleção que utiliza as redes sociais para divulgar vagas e atrair talentos. 

Muitas empresas já descobriram que esses canais são excelentes para se conectar com os candidatos de maneira mais interativa e assertiva, além de desde o início do processo seletivo já introduzi-los na cultura da organização

Guia reduza custos e potencialize ganhos com o Tangerino

Aos poucos, essas plataformas, que sempre foram vistas como de entretenimento e uso pessoal, também se transformam em importantes aliadas na estratégia de atração de bons profissionais. 

Mas, como toda estratégia eficiente, é preciso planejamento para elaborar uma abordagem que realmente atinja as pessoas certas. Para isso, da mesma maneira que em uma campanha de marketing, o posicionamento da empresa é fundamental para que os candidatos se interessem.

Saber criar estratégias direcionadas para cada canal é importante para alcançar os objetivos desejados. 

Os conteúdos a seguir também podem ser do seu interesse! 📑

Quais as principais plataformas para usar o social hiring?

Hoje existem diversas redes sociais e cada uma pode ser utilizada, dependendo do público desejado. É importante perceber as diferenças de audiência entre cada uma delas e identificar aquelas que mais se adequam à estratégia de social hiring

Instagram

De acordo com o relatório da We Are Social e Hootsuite, o Instagram é a 3ª rede social mais utilizada no Brasil em 2022, tendo mais de 122 milhões de usuários. 

Alguns dados recentes mostram que 70% dos usuários da plataforma possuem menos de 35 anos de idade, e a distribuição entre homens e mulheres é bem próxima, sendo 51,6% de homens e 48,4% de mulheres. 

Somente essas informações já mostram como ele é importante em uma estratégia que envolva redes sociais. Para o social hiring não é diferente!

Os diversos formatos de conteúdo, como feed, stories, lives, reels e IGTV, ajudam qualquer empresa a ter mais visibilidade. A rede social está se tornando cada vez mais audiovisual, então é importante que a estratégia envolva bastante vídeos, entrevistas, conteúdos interativos e relevantes. 

Facebook

Apesar de ter perdido o primeiro lugar no número de usuários no Brasil, o Facebook ainda é uma plataforma muito popular, com 116 milhões de usuários brasileiros.  

E a base demográfica é bastante distribuída. Usuários com idade entre 25 e 34 anos somam 31,5% do total, 5,2% possuem idade acima de 65 anos. Entre essas pessoas, 43,5% são mulheres e 56,5% são homens.    

Uma das principais ferramentas da plataforma são os grupos que reúnem usuários com interesse em comum e podem ser muito bem utilizados nas estratégias de social hiring. Essa é uma excelente maneira de fortalecer a marca e divulgar a cultura da empresa. 

Linkedin

Essa é a maior rede social direcionada para profissionais e certamente é um ótimo canal para atração de talentos. A plataforma também conta com as comunidades que, assim como os grupos do Facebook, também reúnem pessoas com interesses em comum ou de um mercado específico

O Linkedin já é muito utilizado para busca de vagas de emprego. Tem se tornado cada vez mais uma ferramenta para construção de uma rede de contatos, assim como para se obter conhecimento sobre os principais temas da sua área de atuação e do mercado de trabalho. 

Para o social hiring, o Linkedin é hoje a principal ferramenta, já que ali já constam as principais informações profissionais e os recrutadores conseguem abordar os candidatos de maneira mais direcionada. 

Além disso, na modalidade paga a plataforma oferece ainda mais recursos para as empresas que desejam realizar processos seletivos. 

Quais as vantagens de usar o recrutamento social?

As vantagens para as empresas que aderem ao social hiring são muitas, entre elas podemos citar a fidelização de candidatos, já que eles participam continuamente dos processos seletivos. Vamos nos aprofundar nessas vantagens a seguir

Recrutamento menos oneroso

O social hiring é uma forma de recrutamento online, já que engloba o uso de ferramentas digitais no processo. A abordagem acontece no meio digital, online, de forma mais otimizada, ao ponto de tornar o processo de recrutamento menos oneroso.

Realizando a maioria ou todas as etapas do processo de recrutamento a partir das redes sociais, há menos custos tanto para a empresa quanto para os candidatos. Afinal, não há custos com o deslocamento desses candidatos.

Employer branding

O social hiring também é uma ótima ferramenta para aplicar employer branding, ou seja, estratégias para ganhos de credibilidade para a imagem da marca empregadora. Por meio dela, é possível tornar o perfil empresarial uma porta de entrada para novos talentos.

Os candidatos buscam se informar sobre as empresas em que se candidatam a trabalhar e, atualmente, usar as redes sociais de forma estratégica com foco nessa demanda é essencial. É uma prática comum entre as empresas.

Talent acquisition

As redes sociais são um ótimo local para aplicar estratégias de talent acquisition, ou seja, de encontrar profissionais com performance diferenciada, acima da média. Permitem compreender de forma mais personalizada quais candidatos vão suprir as necessidades da empresa.

Além disso, como a aquisição de talentos precisa ser cíclica, dinâmica e proativa, o dinamismo das redes sociais se torna um aliado. Os profissionais mantêm seus perfis atualizados com alta periodicidade, o que pode auxiliar recrutadores a encontrarem profissionais melhor enquadrados no segmentação de perfil profissional estabelecida. 

Retenção de talentos 

O turnover, ou índice de rotatividade de trabalhadores numa empresa, é um indicativo valioso de saúde organizacional. Trabalhar a retenção de talentos é uma das principais formas de reduzir essa taxa.

Uma das formas de ajudar nesse propósito é, sem dúvidas, adequar o processo seletivo ao perfil do negócio. Quanto melhor o recrutamento estiver alinhado ao negócio, maiores são as chances de a relação entre candidato e empresa ser duradoura.

Planilha Controle de Ponto Individual

O comportamento e interesses demonstrados pelos candidatos em seus perfis nas redes sociais ajudam a fazer um filtro e determinar quem está mais alinhado ao fit cultura e às competências buscadas pela empresa.

Quer aprofundar seu conhecimento em processos de recrutamento? Aproveite para baixar os materiais ricos a seguir! 👥

Como desenvolver uma estratégia de social hiring?

Se você já está convencido a usar a estratégia de social hiring, deve estar se perguntando como desenvolver na sua empresa, certo?

Cada empresa deverá desenvolver sua própria estrutura de acordo com as necessidades de seleção e recrutamento, mas existem algumas dicas que podem ser utilizadas por qualquer empresa, veja quais são a seguir.

Crie e desenvolva a marca nas redes sociais

Um dos principais pontos da estratégia de social hiring é a empresa desenvolver um posicionamento autêntico nas plataformas que serão utilizadas

Uma dica é inserir informações sobre a rotina na empresa entre as publicações de conteúdos e de divulgação de produtos ou serviços. 

Dessa forma, os clientes se conectam com uma visão mais humanizada da organização e os candidatos também se identificam com a equipe e com o clima organizacional. 

Hoje, muitos profissionais analisam mais do que apenas as atribuições técnicas de uma vaga de emprego. Eles também estão interessados em garantir que terão boas experiências no trabalho! E uma das maneiras de descobrir isso é por meio do que a empresa publica nas redes sociais. 

Nessas publicações, é importante destacar os valores, ética, missão e objetivos da organização. 

Mantenha atualizado o perfil do Linkedin

Os candidatos sempre estão em busca de oportunidades e eles consultam regularmente o Linkedin das empresas que desejam trabalhar. 

Sendo assim, é importante que a organização crie uma presença forte nessa plataforma, especialmente quando estão buscando novos talentos. 

Algumas dicas para aumentar a presença no Linkedin são:

  • manter logo, slogan e informações de contato e de oportunidades abertas sempre atualizadas;
  • incluir um resumo que realmente descreva o perfil da empresa e que seja atrativo para os candidatos desejados;
  • publicar conteúdos de qualidade que demonstrem os valores, a cultura e a missão da empresa.  

Outra dica é entrar em grupos que possam conter profissionais do seu ramo de atividade, e também conectar-se com pessoas que possam indicar esses talentos. 

Aposte no vídeos nas estratégias de recrutamento social

Os vídeos são hoje a principal forma de interação entre as pessoas nas redes sociais, e a empresa deve aproveitar essa aceitação incluindo-os na sua estratégia. 

Confira algumas ideias que podem virar bons conteúdos em vídeo no perfil da empresa:

  • bastidores da empresa, o dia a dia, mostrando a rotina;
  • perguntas e respostas mais comuns sobre a empresa;
  • perguntas e respostas mais comuns sobre as vagas que estão abertas e o perfil de candidato desejado;
  • dicas e truques sobre a área de atuação da empresa.

Esse conteúdo pode ser publicado em todas as redes sociais, seguindo a estratégia de social hiring definida. 

Engaje com os funcionários nas redes

Os melhores divulgadores da sua empresa, aos olhos de novos candidatos, são os próprios funcionários. É comum que algumas pessoas procurem funcionários da empresa que possuem link vinculado ao perfil institucional no LinkedIn para saber o que eles dizem sobre a organização. 

Para que as respostas sejam positivas, é preciso que seus funcionários sintam orgulho e sejam motivados. Eles fazem isso por meio de publicações próprias, onde contam suas experiências na empresa e também ajudam na divulgação das vagas, compartilhando com sua rede de contatos. 

Invista em marketing de conteúdo

Uma estratégia de marketing de conteúdo serve não apenas para vender produtos ou serviços, ela pode ser muito bem utilizada na estrutura de social hiring, aumentando a imagem positiva da marca, de uma empresa forte. 

É importante saber que quanto melhor for o conteúdo, maior é a chance dele ser compartilhado e assim, mais pessoas terão acesso a ele e conhecerão a marca. 

Dessa maneira, aumentam também as chances de atrair talentos com as características desejadas para a vaga. 

Para aumentar ainda mais o alcance das publicações, podem ser utilizados recursos de tráfego pago, anúncios que têm o objetivo de mostrar o conteúdo para mais pessoas, seguindo uma segmentação previamente determinada. 

Revisite os tópicos deste artigo

O que é social hiring?

Estratégia de recrutamento e seleção que utiliza as redes sociais para divulgar vagas e atrair talentos.

Quais as principais plataformas para usar o social hiring?

• Instagram;
• Facebook;
• Linkedin.

Quais as vantagens de usar o recrutamento social?

• Oferece menos custos tanto para a empresa quanto para os candidatos;
• apoia estratégias de ganho de credibilidade para a marca empregadora;
• auxilia a encontrar profissionais de alta performance;
• auxilia a filtrar os candidatos com maior precisão e influenciar positivamente numa futura retenção desse talento.

Como desenvolver uma estratégia de social hiring?

Desenvolvendo a marca nas redes sociais, mantendo os perfis corporativos atualizados, apostando em conteúdos estratégicos, estimulando o engajamento nas redes e investindo em marketing de conteúdo.

O social hiring é uma das maneiras mais eficientes de encontrar profissionais conectados com os valores e a cultura empresarial, e essa estratégia utiliza People Analytics e Big Data para selecioná-los. 

Essa é uma das técnicas utilizadas no recrutamento preditivo, que permite ao RH prever a escolha de determinado candidato, tornando o processo mais otimizado e melhorando a tomada de decisão.  

Agora você já sabe que o social hiring é uma grande tendência no setor de recursos humanos e também entendeu quais são os benefícios e como criar uma estratégia para sua empresa. 

Se você quer saber mais sobre essa tendência e sobre o uso de dados para melhorar os processos de seleção e recrutamento de profissionais das empresas, leia o artigo Recrutamento Preditivo: o Que é e Como Revolucionar o seu RH?

Conheça o novo Módulo Gestão de Férias