Tempo de Leitura: 4 minutos

CHO, em tradução livre é o chefe da felicidade corporativa. E muitas empresas estão investido nesse cargo!

Empresas como Amazon e Google têm focado cada vez mais na felicidade de seus colaboradores para garantir mais crescimento ao negócio.

Essa ideia de que um ambiente satisfatório contribui para os resultados da empresa vem tomando tanta força que já existe até um profissional focado no assunto: o CHO

Neste post, explicaremos melhor o que é essa função dentro das organizações, qual o seu papel, como trabalhar na prática e outros pontos para quem deseja se especializar. Confira tudo na leitura.  

O que significa CHO?

CHO é a abreviação de Chief Happiness Officer, que traduzido livremente significa “Chefe da Felicidade Corporativa”. Essa é uma função relativamente recente que tem como responsabilidade cuidar da satisfação dos colaboradores dentro da organização

A ideia surgiu nos anos 2000, na Dinamarca, quando empresários começaram a associar a satisfação no trabalho com os resultados conquistados dentro do negócio.

Desde então, o cargo foi ganhando espaço dentro de companhias em diversos países.

Banner com uma foto escrito em roxo

O Tangerino By Sólides possui outros conteúdos relacionados a este. Confira:

Qual é o papel do Chief Happiness Officer em uma empresa?

O papel do CHO é promover a felicidade dos colaboradores dentro da empresa.

Por meio da gestão estratégica de pessoas, esses profissionais estão sempre criando métodos para satisfazer os anseios dos colaboradores e, assim, garantir mais engajamento, produtividade e retenção de talentos. 

Antigamente, entendia-se que um bom salário já era o suficiente para que o quadro de funcionários trabalhasse com satisfação. Hoje, no entanto, entende-se que os profissionais buscam muito mais que isso. 

Além de uma remuneração digna, existem outros fatores que influenciam na satisfação no trabalho, como a valorização e o reconhecimento profissional, um bom clima organizacional e valores e propósitos alinhados. 

É a partir dessas premissas que o CHO atua em uma empresa.

Quais são as funções do CHO?

Como a felicidade é um conceito abstrato, as funções do Chief Happiness Officer podem parecer difíceis de entender na prática, afinal, não existe uma fórmula universal para a felicidade

Exatamente por isso, o trabalho desse profissional envolve realizar diversas análises comportamentais para entender as expectativas e desejos do time. Mas as funções do CHO podem ser divididas em quatro etapas:

  • Pesquisa;
  • Diagnóstico;
  • Estratégia;
  • Ação. 

Pesquisa

O primeiro passo consiste em realizar pesquisas de satisfação para entender o ponto de vista dos colaboradores sobre como a empresa pode melhorar.

Diagnóstico e estratégia

A partir das informações levantadas na fase de pesquisa, o CHO realiza diagnósticos e analisa o cenário, definindo pontos de melhoria e elaborando uma estratégia de ação. 

Ação

Por fim, é hora de começar a colocar o plano em prática, implementando atividades, benefícios e melhorias, engajando os líderes para que todos realizem a gestão com foco em um objetivo comum

Banner de fundo claro, com texto

Trata-se de um cargo com funções diferentes de um analista de Recursos Humanos, que atua na satisfação dos colaboradores, mas, também, em outras tarefas, como recrutamento e seleção, treinamento e desenvolvimento e processo admissional e demissional.

O CHO tem foco total na felicidade dos colaboradores. 

E quais ações fazem diferença na felicidade corporativa?

Como percebemos, a felicidade pode estar associada a inúmeras ações e estratégias.

No entanto, algumas boas práticas tendem a causar um efeito positivo na satisfação geral dos profissionais. Entre elas, podemos destacar:

  • Bons salários e benefícios, como vale-refeição e assistência médica;
  • Uma política de feedbacks bem estruturada;
  • Boa comunicação corporativa;
  • Incentivo ao desenvolvimento profissional e planos de carreira;
  • Bom clima organizacional;
  • Ações de valorização e reconhecimento;
  • Ambientes de trabalho flexíveis e maior autonomia;
  • Incentivo a saúde mental e física. 

Por que o CHO é importante em uma empresa?

A presença de um CHO dentro das organizações pode impactar, principalmente, na manutenção da saúde mental dos colaboradores, refletindo em outros fatores, como saúde física, produtividade e performance. 

Além de garantir mais bem-estar e qualidade de vida, esse profissional também ajuda a impactar índices importantes, por exemplo:

  • Melhora o clima organizacional;
  • Aumenta o sentimento de valorização e pertencimento;
  • Minimiza índices de turnover;
  • Fortalece o employer branding;
  • Melhora os índices de absenteísmo;
  • Garante melhores resultados ao negócio.

Quais habilidades um profissional precisa ter para se tornar um CHO?

É comum acreditar que a função de CHO só possa ser exercida por um profissional formado em Recursos Humanos, mas isso não é verdade.

A função não é, necessariamente, um cargo, e pode ser assumida por diversos profissionais, desde o diretor de RH até o CEO da empresa. 

Nesse sentido, para atuar na área basta buscar uma das organizações que ofereçam a certificação internacional de CHO.

A formação intensiva dura de 3 a 5 dias e, ao longo do processo, o profissional terá um maior contato com a ciência da felicidade corporativa e suas ferramentas. 

Além da capacitação, é válido ter algumas habilidades e perfis comportamentais. Como:

  • capacidade analítica
  • empatia
  • boa comunicação
  • perfil de liderança

Entenda quais são eles a seguir.

Capacidade analítica

Como vimos, boa parte do trabalho do CHO consiste em investigar o que está relacionado à satisfação do time. Dessa forma, é importante que o profissional tenha a capacidade de analisar e cruzar informações para visualizar o cenário de forma ampla e pensar em soluções viáveis. 

Empatia

O CHO estará lidando diretamente com a felicidade alheia, portanto, é primordial que ele tenha um perfil humanizado e empático, conseguindo se colocar no lugar do outro e enxergando a realidade de diversos prismas. 

Boa comunicação

Outra habilidade útil é a facilidade de comunicação. Assim, é importante que o CHO saiba e goste de lidar com pessoas. Afinal, elas serão sua principal motivação e fonte de informações. 

Perfil de liderança

O Chief Happiness Officer será o responsável por traçar estratégias e elaborar planos de ação. Dessa forma, é ele quem vai coordenar as ações implementadas e definir mudanças de percurso, quando necessário. Mas essas atividades exigem um bom perfil de liderança, além de proatividade e capacidade de motivar.

Concluindo, o CHO é uma função recente, mas que vem ganhando espaço dentro das organizações que perceberam como a felicidade impacta nos resultados de um negócio. Esse é um mercado bastante interessante e ainda pouco explorado, por isso, é válido investir na área para conquistar um importante diferencial competitivo. 

Agora que você já sabe o que é essa nova função e quais as suas responsabilidades, acesse o RH Portal e fique por dentro de tudo o que está em alta na área de Recursos Humanos. 

Quer simplificar seu DP? É Sólides e Ponto!