Tempo de Leitura: 9 minutos

Você já ouviu falar sobre o teste MBTI? Essa é uma metodologia que auxilia empresas a conhecer a personalidade de um profissional, com o objetivo de desenvolvê-lo dentro da organização, além de destinar a pessoa certa para uma vaga.

O teste também tem o objetivo de ajudar as pessoas no autoconhecimento, que é tão importante não apenas no contexto profissional, mas em todas as áreas da vida.

Por meio dele, o indivíduo tem acesso às suas características marcantes e pode entender com mais clareza seus pontos fortes e aqueles que gostaria de aprimorar. Aspectos que também são fundamentais para as empresas.

Neste conteúdo, você vai saber tudo sobre o teste MBTI e também como ele é aplicado dentro das empresas. Continue a leitura!

O que é Teste MBTI?

Como funciona o teste QUATI

A sigla do teste MBTI vem do inglês, de Myers-Briggs Type Indicator, e pode ser traduzida para o português de diversas formas: Indicador Tipológico, Tipologia ou Classificação Tipológica de Myers-Briggs.

Trata-se de um teste que busca promover o autoconhecimento, com o objetivo de entender os principais aspectos e as características de um indivíduo, que apontam, ao final, a sua personalidade e o seu perfil comportamental.

Desenvolvimento de lideranças

Essa avaliação tem o propósito de ajudar as pessoas a entenderem o seu funcionamento, seus pontos fortes e aqueles que precisam ser melhor desenvolvidos, de modo que ele possa ter sucesso em todos os campos da vida.

No contexto empresarial, o teste MBTI ajuda a área de Recursos Humanos a entender qual o perfil daquele profissional para que ele possa ser melhor aproveitado em uma vaga que exija determinado perfil.

É importante ressaltar que o teste não aponta qual a melhor ou pior personalidade, mas auxilia as pessoas a identificarem seus gostos, onde se sentem bem, o que não gostam, para que possam realizar da melhor forma aquilo que precisam fazer.

E também para que possam trabalhar a fim de melhorar aquilo que ainda têm dificuldade e precisa ser desenvolvido.

Como surgiu o MBTI?

O teste MBTI foi criado a partir do livro “Tipos de Personalidades” ou “Tipos Psicológicos”, publicado em 1921, escrito pelo teórico da psicologia Carl Gustav Jung.

Com base nessa obra, a americana Katherine Briggs e sua filha Isabel Briggs Myers desenvolveram, em 1943, o teste de personalidade MBTI. 

O objetivo inicial de ambas era utilizar a teoria de Jung para dois propósitos:

  • Ajudar mulheres que trabalhavam em indústrias militares, durante a Segunda Guerra Mundial, a se ajustarem às funções nas quais teriam mais potenciais de serem eficientes;
  • E também a promover a paz mundial, de modo que as pessoas entendessem que existem personalidades e perfis diversos, que fazem com que cada um seja único, com suas diferenças.

Dessa forma, o teste foi criado e, desde a época, já foi atualizado e traduzido para mais de 28 idiomas, por meio de um questionário que leva a um resultado mostrando qual a personalidade do respondente.

De acordo com a empresa The Myers-Briggs Company, que é detentora dos direitos de uso do MBTI, mais de 115 países já utilizam ou utilizaram o teste.

Como funciona o teste MBTI?

O teste MBTI tem o objetivo de compreender mais profundamente a personalidade de uma pessoa. Ele é formado por uma série de perguntas, às quais os participantes devem avaliar como reagiriam à uma situação ou como enxergam uma determinada reflexão, com respostas de: 

  • concordo totalmente;
  • concordo em parte;
  • indiferente;
  • discordo em parte;
  • discordo totalmente.

De maneira geral, os resultados combinam 4 letras, dentre 8 opções possíveis, que apontam uma classificação lógica do perfil.

Com essas respostas, os resultados realizam uma combinação entre as possíveis características e entregam uma avaliação que mostra os pontos fortes e aqueles a serem desenvolvidos de cada personalidade.

Quais os 4 pilares do MBTI?

No contexto do MBTI existem quatro dimensões ou pilares, que ainda se desdobram em sub-categorias, que apresentam uma classificação lógica da personalidade de uma pessoa. Conheça quais são elas:

1. Energia e motivação

  • Extrovertidos (E): o indivíduo se sente motivado e energizado por meio da interação com outras pessoas. Normalmente, agem antes de pensar
  • Introvertidos (I): indivíduo se sente motivado e energizado quando há engajamento em atividades solitárias. Eles preferem refletir muito antes de tomar qualquer atitude;

2.  Como percebe o mundo

  • Sensoriais (S): pessoas que têm a consciência voltada para o que existe de concreto, que pode ser percebido por meio dos 5 sentidos (tato, olfato, paladar, audição e visão)
  • Intuitivo (N): indivíduos possuem a consciência voltada ao abstrato, ao simbólico e ao que é intangível;

Aproveite e confira também os artigos a seguir!
👥  CHRO: o Que é e Qual Seu Papel no RH?
👥  Gestão Humanizada: Quais São os Seus Benefícios e Como Aplicá-la
👥  Engajamento de Colaboradores: Entenda o Que é, Veja Dicas e Como Mensurar

3. Maneira como avalia, julga, organiza e toma decisão

  • Racionalistas (T): pessoas concisas, que atuam de forma lógica, organizada e objetiva, buscando argumentos racionais
  • Sentimentais (F): indivíduos que se baseiam em critérios subjetivos, como valores e preferências, e levam em conta necessidades humanas, tomando decisões de maneira mais emotiva;

4. Estilo de vida

  • Julgadores (J): pessoas decisivas, que têm preferência por seguir regras e levar a vida de forma planejada e organizada. Também sentem-se tranquilos quando consegue tomar decisões
  • Perceptivos (P): indivíduos que apreciam e valorizam a liberdade e improvisações, dando prioridade para uma vida flexível e adaptável. Preferem lidar com a possibilidade de ter opções em aberto.

A partir dessas categorias, de acordo com as respostas dadas às perguntas que são feitas, a pessoa receberá a letra que se refere a uma característica sua.

Como exemplo: na categoria “Como percebe o mundo”, a pessoa poderá ser definida como sensorial (S) ou intuitiva (N).

Após definidas as características em todas as categorias, o indivíduo receberá um conjunto de 4 letras, que definirá sua personalidade.

Quais são os 16 tipos de personalidade do teste MBTI?

Considerando as 4 dimensões e suas combinações já citadas, ainda existe um total de 16 personalidades diferentes, que podem ser combinadas em diferentes possibilidades. Veja abaixo quais são e suas respectivas características marcantes:

  • INTP – Lógico: pessoas criativas e inovadoras que sempre buscam conhecimento, por meio das principais descobertas científicas da história;
  • INTJ – Arquiteto: são muito criativos, estrategistas e ambiciosos e fazem planos para tudo;
  • ENTJ – Comandante: carismáticos, muito confiantes e racionais, considerados líderes enérgicos, criativos e ousados;
  • ENTP – Inovador: espertos e curiosos, apreciam desafios, gostam de adquirir conhecimento e passar por processos de discussão mental;
  • INFJ – Advogado: pessoas idealistas e místicas, mas que tomam decisões concretas em prol dos seus objetivos, além de possuírem opiniões fortes e lutarem pelo que acreditam, tendo como desafio impactar positivamente a vida das pessoas;
  • INFP – Mediador: pessoas idealistas, altruístas e tímidas que procuram sempre o lado positivo das situações, além de serem reservadas e calmas;
  • ENFJ – Protagonista: indivíduos carismáticos e que inspiram pessoas com as quais convivem, além de serem bons comunicadores e altruístas, acreditando muito no ser humano;
  • ENFP – Ativista: criativos, sociáveis e entusiasmados, são espíritos livres e independentes;
  • ISTJ – Logístico: pessoas práticas, confiáveis e que não gostam de indecisões, além de serem muito dedicados;
  • ISFJ – Defensor: protetores, acolhedores e têm a empatia como forte característica, envolvendo as pessoas com generosidade e bondade;
  • ESTJ – Executivo: gerenciadores de coisas e pessoas, são administradores natos;
  • ESFJ – Cônsul: pessoas populares, por serem muito sociáveis e atenciosos, sempre disponíveis e interessados a ajudar o próximo;
  • ISTP – Virtuoso: indivíduos ousados e práticos, bons para manusear de ferramentas, estão sempre em busca de consertar problemas por meio da criação;
  • ISFP – Aventureiro: apreciam a possibilidade de experimentar e explorar coisas novas, sendo muito flexíveis e contestam padrões;
  • ESTP – Empresário: pessoas muito inteligentes e cheias de energia, possuem a percepção como característica marcante;
  • ESFP – Animado: são animados e espontâneos, encorajadores e muito sociáveis.

Que tal adquirir ferramentas gratuitas para auxiliar na gestão de pessoas em sua empresa? Faça download dos materiais abaixo!
📋 
[PLANILHA] Pesquisa de Clima Organizacional
☑️  [PLANILHA E CHECKLIST] Avaliação de Desempenho por Competências
📚  [EBOOK] As melhores técnicas para melhorar gestão de pessoas nas organizações
📚  [EBOOK] Employer Branding: como cultivar sua marca empregadora e atrair os melhores talentos!

Quais são os grupos de personalidades do MBTI?

Já deu para perceber que o teste MBTI possui diversas categorias, personalidades e subdivisões. Assim, além dos quatro pilares e suas subcategorias e das 16 personalidades, há ainda um agrupamento feito entre elas.

Isso porque, as 16 personalidades mostradas acabam sendo semelhantes e apresentam apenas pequenas diferenças entre elas. Dessa forma, foram divididas em grupos que se complementam. 

O objetivo desse agrupamento é facilitar a percepção de qual é a principal característica desses perfis. Veja quais são esses quatro grupos:

Analistas

Pessoas intuitivas e pensantes, sendo a racionalidade e a imparcialidade características fortes desse grupo. São indivíduos independentes, que possuem a mente aberta, estando inclinadas a participar de debates intelectuais e científicos.

As personalidades arquiteto, lógico, comandante e inovador compõem esse grupo.

Diplomatas

São os tipos intuitivo e sentimentais, porém, empáticos e cooperativos. São pessoas que se dão bem como conselheiras e também como mediadoras de conflitos, sendo muito influentes entre os grupos que frequente, como amigos, família e colegas de trabalho.

Estão nessa categoria: advogado, mediador, protagonista e ativista.

Sentinelas 

Entre os sentinelas, estão os observadores e julgadores, que têm como características predominantes o fato de serem colaborativos e estáveis. 

Além disso, são pessoas trabalhadoras, tradicionais e que se dão bem atuando em funções administrativas e lógicas, já que possuem facilidade em lidar com hierarquia e organização.

Indicadores de RH

Formam esse grupo: logístico, defensor, executivo e cônsul.

Exploradores

Nesse grupo estão os tipos observador e explorador, incluindo as pessoas mais espontâneas e conectadas ao mundo.

São aquelas que se sobressaem em situações que demandam decisões rápidas. Também estão nessa categoria os habilidosos com ferramentas em geral.

O grupo é composto por: virtuoso, aventureiro, empresário e animador.

Quem aplica o Teste de MBTI em uma empresa?

Além de ser utilizado para o autoconhecimento, a fim de ser aplicado em todos os setores da vida, o teste MBTI é muito necessário dentro das empresas.

Geralmente, quem realiza a aplicação do teste MBTI em uma empresa são os profissionais de Recursos Humanos, que têm diversos objetivos voltados à contratação, desenvolvimento, treinamento e até mesmo demissão de funcionários.

Mas é importante ter em mente que o teste Myers-Briggs Type Indicator – MBTI oficial é de propriedade de uma empresa e só pode ser aplicado por outras organizações por pessoas que possuem o certificado exigido. 

Assim, é importante que o gerente ou gestor de RH mostre à diretoria da empresa a necessidade de pagar e adquirir o teste, uma vez que ele é considerado o mais completo e também reconhecido em todo o mundo por sua eficácia. 

Que tal conhecer mais ferramentas e métodos para entregas de alto nível? Assista a seguir a conversa com o CEO do Tangerino, Leonardo Barros, e com Karoline Seixas, business partner da Sólides, no RH Update Week em 2020, sobre produtividade!

Como a gestão de pessoas pode utilizar o MBTI em uma empresa?

A princípio, pode-se pensar que o teste MBTI é necessário para que o RH realize a contratação de determinado perfil para uma vaga. 

Porém, a metodologia é tão completa, que pode ser utilizada para todo o ciclo de evolução do funcionário dentro da empresa. 

Dessa forma, o teste MBTI pode ser aplicado para o momento de recrutamento e seleção, quando houver necessidade de treinamento, promoção de um funcionário e até mesmo em caso de demissão. Veja mais sobre:

Recrutamento e seleção

Durante o processo de atração e retenção de talentos, o teste MBTI pode ser utilizado para que os recrutadores conheçam quais são as características marcantes de um candidato para aquela vaga.

Não é recomendado, porém, que o resultado do teste seja motivo de eliminação, já que não há como garantir que as respostas dadas pelos profissionais são sinceras ou se os mesmos estão apenas tentando se adaptar ao que acreditam que a empresa procura.

Desenvolvimento e promoção

É considerado o melhor momento para que o teste MBTI seja aproveitado. Isso porque, ao conhecer de maneira mais profunda a personalidade e as características de um funcionário, a empresa tem acesso aos pontos fortes e aqueles que precisam ser desenvolvidos.

Como já foi possível perceber, por exemplo, há perfis mais criativos e que não são tão organizados. Assim, o RH, sabendo dessa realidade, pode investir em ferramentas e treinamentos que auxiliem o colaborador a desenvolver a organização. 

Outra possibilidade de uso do teste MBTI é identificar perfis de liderança entre os colaboradores, para possíveis planos de carreira e promoção.

Está em busca de estratégias para desenvolver pessoas da sua equipe? Ouça o episódio a seguir do Tangerino Talks!

Desligamento de funcionários

Mesmo não sendo muito utilizado para esse propósito, o teste MBTI pode auxiliar o RH no momento do feedback ao funcionário desligado sobre o motivo da demissão, apresentando as características que são pontos fortes dele e aqueles que podem ser aprimorados. 

Há também outra possibilidade: antes de se chegar à decisão pelo desligamento, o teste pode auxiliar o RH a identificar outra vaga mais compatível com aquele profissional em outras áreas, sem que seja necessário demiti-lo. 

Conclusão

Relembre o que foi abordado ao longo do artigo:

O que é Teste MBTI?

O Myers-Briggs Type Indicator busca promover o autoconhecimento, com o objetivo de entender os principais aspectos e as características de um indivíduo, que apontam, ao final, a sua personalidade e o seu perfil comportamental.

Como funciona o teste MBTI?

É formado por uma série de perguntas, às quais os participantes devem avaliar como reagiriam à uma situação ou como enxergam uma determinada reflexão.

Quais os 4 pilares do MBTI?

1. Energia e motivação;
2. como percebe o mundo;
3. maneira como avalia, julga, organiza e toma decisão;
4. estilo de vida.

Quem aplica o Teste de MBTI em uma empresa?

Geralmente, quem realiza a aplicação do teste MBTI em uma empresa são os profissionais de Recursos Humanos, que têm diversos objetivos voltados à contratação, desenvolvimento, treinamento e até mesmo demissão de funcionários.

Como a gestão de pessoas pode utilizar o MBTI em uma empresa?

Em recrutamento e seleção, desenvolvimento, promoção e desligamento de funcionários.

Empresas que contam com o teste MBTI têm mais chances de formar um time de sucesso, rumo ao crescimento e desenvolvimento constantes do negócio.

É fato que não existe o melhor ou pior perfil, mas a empresa, por meio do teste MBTI, tem condições reais de destinar para aquela vaga a pessoa certa, com o perfil mais adequado. Além de auxiliar no processo de desenvolvimento do profissional.


Com isso, aumentam-se as chances de melhor aproveitamento do funcionário, além de haver queda de taxas que afetam a empresa e trazem custos para o negócio. A partir dessa perspectiva, tanto a empresa quanto o profissional saem em vantagem no mercado!

Continue se informando sobre testes de perfil comportamental. Leia nosso artigo sobre como usar perfil comportamental no processo seletivo.

Teste Grátis Tangerino