Tempo de Leitura: 11 minutos

Durante a pandemia de Covid-19, as empresas se adaptaram a modelos de trabalho não presenciais, popularizando o trabalho remoto mundialmente. Afinal, essa categoria permitiu a continuidade de atividades e a criação de novas leis e diretrizes para sua regulamentação.

No mais, muitas organizações retornaram ao trabalho presencial, mas outras mantêm o home office, visando reduzir custos, melhorar a qualidade de vida dos colaboradores e expandir a base de talentos pelo Brasil.

Nesse contexto, é essencial para o Departamento Pessoal entender todas as características e particularidades do trabalho remoto, incluindo as regras de aplicação e, claro, suas vantagens. Para saber todos estes detalhes, é só continuar conosco. Boa leitura!

O que é trabalho remoto?

trabalho remoto

Trabalho remoto é todo aquele que acontece fora das dependências da empresa. Por meio dele, colaboradores podem atuar de qualquer lugar do mundo, bastando que tenham acesso à rede ou sistema da empresa, para se comunicar e fazer suas entregas. 

Também é importante que eles tenham as ferramentas necessárias para executar suas funções com eficiência. Por exemplo, um espaço de trabalho adequado, com acesso à internet.

Dessa forma, é possível que eles viajem, visitem familiares, trabalhem de cafés, shoppings, coworkings ou outros lugares. Ou seja, o trabalho remoto é aquele com liberdade geográfica para a atuação do profissional, que pode cumprir suas demandas de onde estiverem.

Qual a diferença entre trabalho remoto e home office?

Muitas pessoas utilizam os termos trabalho remoto e home office para se referir à mesma forma de trabalho, mas eles não possuem o mesmo significado

Quer simplificar seu DP? É Sólides e Ponto!

Como você viu, trabalho remoto é aquele que pode ser realizado de qualquer local. Dessa forma, viajar ou estar fora de sua casa não são impedimentos para que o colaborador faça suas funções.

Nesse caso, o colaborador é o responsável por garantir que, onde quer que esteja, tenha acesso ao que for necessário para realizar seu trabalho.

Já o home office, ou escritório em casa, em tradução livre, é o trabalho que o colaborador faz de sua própria residência. Nesse caso, é possível que a empresa ofereça auxílios para pagamento da conta de luz ou faça investimento na infraestrutura para o trabalho.

O empregador pode, por exemplo, oferecer computadores, notebooks ou smartphones, para otimizar o trabalho e a comunicação do colaborador com o restante da equipe. 

Leia mais:

E a diferença entre trabalho remoto e teletrabalho? 

Teletrabalho e trabalho remoto são dois termos diferentes, utilizados para designar a mesma forma de trabalho. Sempre que o colaborador atuar dessa forma, isso precisa constar expressamente no seu contrato de trabalho. 

Ressalta-se que o teletrabalho não se caracteriza como trabalho externo. Este é todo trabalho que não pode ser realizado nas dependências da empresa, porque exige a presença física do colaborador em outro lugar.

É o caso, por exemplo, de técnicos de aparelhos eletrônicos, que necessariamente precisam visitar o cliente para avaliar e consertar seus aparelhos. Portanto, as leis e regras que regem esse tipo de trabalho não são as mesmas para o trabalho remoto.

O que a CLT fala sobre o trabalho remoto?

A letra B do art. 75, da CLT, prevê que…

…”considera-se teletrabalho a prestação de serviços preponderantemente fora das dependências do empregador, com a utilização de tecnologias de informação e de comunicação que, por sua natureza, não se constituam como trabalho externo.

Portanto, o trabalho remoto, segundo a lei, é aquele prestado fora da sede do empregador, mas que poderia, também, ser realizado em suas dependências. Dessa forma, ele se diferencia do trabalho externo, que obrigatoriamente é feito em outro local.

Além disso, vale mencionar a MP 1.109/22 (também conhecida como MP do home office) que, por sua vez, traz regras para o trabalho exercido fora das dependências da empresa. Quer saber mais sobre ela? Basta apertar o play:

Agora, uma sugestão: para ter acesso a mais conteúdos ricos e incríveis sobre o Departamento Pessoal, não deixe de se inscrever no canal da Sólides Tangerino.

Quais são os tipos de trabalho remoto?

Não existe apenas uma forma de trabalhar remotamente. É possível classificar o trabalho remoto segundo a sua flexibilidade e forma de contratação. Confira, a seguir, quais são os seus tipos! 

Contrato por produção 

O contrato por produção acontece quando, ao invés de a empresa pagar o colaborador para ficar disponível determinado período, ela paga por tarefas executadas. Ou seja, o colaborador recebe por produção, por resultados, independentemente do tempo que ele gastar em cada atividade. 

Contrato por jornada de trabalho remoto 

O contrato estabelecido por jornada de trabalho remoto é o mais comum, em se tratando do regime CLT. Nele, o colaborador recebe para ficar um período do dia disponível para a empresa, independentemente de suas entregas. 

Nesse caso, a lei regulamenta o tempo de trabalho, que não pode exceder as 44 horas semanais e as 8 horas diárias de trabalho.

Híbrido

O terceiro tipo de trabalho remoto é o híbrido, quando o colaborador atua hora à distância, hora presencialmente. Ou seja, algumas vezes ele pode realizar suas atividades de outros locais, mas outras a presença nas dependências da empresa é obrigatória.

Quais as vantagens do trabalho remoto?

vantagens do trabalho remoto

A popularidade do trabalho remoto não é à toa: ele oferece uma série de benefícios para as empresas e os colaboradores. Alguns deles são:

  • redução de custos com o transporte dos colaboradores e a manutenção das instalações da empresa;
  • flexibilidade, para que o trabalhador atue de onde mais se sentir confortável; 
  • maior autonomia para os colaboradores, que se sentem mais competentes e valorizados;
  • motivação para o trabalho, já que sobra tempo para cuidados pessoais e para ficar com a família;
  • atração e retenção de talentos, devido à melhoria na qualidade de vida dos funcionários;
  • aumento na produtividade, estimulada pelo conforto de poder escolher o local para trabalhar.

E as desvantagens? 

Por outro lado, também existem as dificuldades na implementação do trabalho à distância, que a empresa precisa pesar antes de optar pelo modelo. Exemplos delas são:

  • dificuldade de contato entre as equipes quando não houver fomento para isso;
  • ausência de espaço próprio para o trabalho, que pode levar a dores, lesões e cansaço devido à falta de ergonomia;
  • dificuldade de concentração por estar com a família em casa e outras distrações disponíveis a todo tempo, sem supervisão; 
  • desequilíbrio entre vida pessoal e profissional, fazendo com que o colaborador trabalhe além da conta;
  • impossibilidade de adesão por alguns setores, como atendimento ao cliente, venda, limpeza ou segurança.

Como implementar o trabalho remoto na sua empresa? 

como implementar trabalho remoto

Se você conheceu as vantagens e desvantagens do trabalho remoto e percebeu que a sua empresa pode se beneficiar da sua implementação, precisa conhecer as etapas necessárias para que isso seja feito.

Continue sua leitura para saber quais são elas!

Empodere seus colaboradores 

Quando uma empresa opta pela atuação remota de seus colaboradores, ela precisa confiar muito neles. Mas, mais necessário que isso, é que eles confiem em seu trabalho e se sintam capazes de enfrentar desafios, mesmo à distância.

Por isso, é muito importante incentivar a autonomia dos colaboradores, preparando-os para situações diversas e reconhecendo a sua proatividade. Essa etapa de implementação também é essencial para que eles consigam atuar em equipe.

Isso porque ela permite que os colaboradores assumam responsabilidades e tomem decisões de forma independente. Isso contribui para a confiança mútua, a colaboração e a produtividade da equipe.

Estabeleça regras 

É preciso ficar claro para todos os colaboradores quando e a quem é permitido o trabalho remoto. Eles devem saber se precisam solicitar autorização para fazê-lo ou se deverão comparecer algum dia à sede da empresa, quando atuarem principalmente de forma remota.

Além disso, eles precisam saber como a jornada de trabalho funcionará e como será feito o seu controle, dentre outras informações que a instituição julgar relevantes.

Confira alguns materiais essenciais e gratuitos que preparamos para lhe ajudar na implementação do trabalho remoto na sua empresa:

Mantenha uma plataforma para comunicação

Mesmo atuando à distância, o trabalhador precisa manter o contato com a empresa e com seus colegas de trabalho. Dessa forma, a organização deve oferecer ferramentas que possibilitam esse contato

Por exemplo, o próprio sistema da empresa ou plataformas como o Slack ou o Skype. Assim, os colaboradores terão acesso aos gestores para solicitar autorizações e tirar dúvidas e ao resto da equipe, para realizar atividades em conjunto.

Estimule reuniões diárias

As reuniões diárias mantêm a equipe alinhada ao andamento dos processos e os colaboradores mais engajados no trabalho. Além disso, elas são importantes para que os gestores acompanhem a realização de tarefas, mensurando a produtividade de cada um. 

Portanto, as reuniões mantêm a proximidade de todos, possibilitando que a empresa tenha maior controle sobre seu time. Os colaboradores, por sua vez, obtêm um melhor direcionamento e mais assertividade em suas tarefas.

Automatize processos

A automatização de processos é importante porque ela facilita a gestão de equipes à distância (ou presenciais), reduz as chances de erro humano e aumenta a produtividade. Especialmente nos modelos de trabalho remoto, ela auxilia na resolução de problemas sem dificuldades. 

Planilha de controle da escala de trabalho

Por isso é importante que a empresa utilize sistemas e plataformas para acompanhar o trabalho dos colaboradores, autorizar a execução de tarefas e agilizar processos. É possível fazê-lo por meio de softwares, frameworks e inteligência artificial, dentre outras opções.

Utilize um software de controle de ponto 

Ao acompanhar a jornada de trabalho dos colaboradores, a organização visualiza sua produção, conforme o tempo de trabalho. Assim, ela consegue fazer ajustes necessários para ampliá-la.

Além disso, a empresa comprova que sua atuação está dentro da lei, respeitando a jornada máxima de trabalho permitida, registrando e pagando devidamente as horas extras. Por isso, usar um software de ponto eletrônico é fundamental.

Ao contrário dos outros modelos de registro ponto, o software oferece precisão e segurança. Assim, as empresas podem disponibilizar essa opção para que seus colaboradores em trabalho remoto batam ponto diariamente.

Quer ainda mais argumentos do porquê é importante fazer o registro de ponto de colaboradores em home office? É só assistir ao Tangerino Talks que fizemos sobre o tema:

Quais as principais funcionalidades da Sólides Tangerino para o Trabalho Remoto? 

O controle de ponto ajuda para que uma organização compreenda os padrões de seus funcionários, verifique atrasos, faltas e contabilize horas extras corretamente. Mas sua importância vai além: ele é obrigatório por lei, quando a empresa possui mais de 20 colaboradores celetistas, conforme disposto no art. 74, da CLT.

A Sólides Tangerino é uma solução para que a empresa faça o controle de ponto com precisão, mesmo que os colaboradores atuem à distância. Dessa forma, ela possibilita o controle da sua jornada de trabalho, assegurando os direitos do colaborador e da própria empresa.

A seguir, conheça suas principais funcionalidades!

Ponto online

O controle de ponto online funciona para qualquer modalidade de trabalho, inclusive para o trabalho remoto. Por meio dele, o colaborador pode registrar seu horário de qualquer local com acesso à internet. 

É possível instalar um aplicativo, como o Sólides Tangerino, nos dispositivos móveis dos colaboradores, que fazem a marcação de ponto de forma rápida e segura. 

Com um sistema de controle de ponto online, a atualização dos dados se dá em tempo real, de forma que os gestores conseguem acompanhar cada registro. 

Assim, os gestores podem saber quem está fazendo horas extras, quem possui saldos no banco de horas e até fazer a relação entre o tempo de trabalho e as tarefas cumpridas pelos colaboradores.

Registro de ponto offline 

Imagem de celular com tela mostrando registro de ponto offline sendo segurado pela mão esquerda de uma pessoa. Ao fundo se vê o corpo da pessoa, que estã sentada ao lado de notebook.

Nem sempre o colaborador terá acesso à internet, mesmo se estiver nas dependências da empresa. Afinal, pode haver problemas de queda de energia em qualquer local, ou problemas de acesso à rede. 

Para essas situações, o Sólides Tangerino conta com o registro de ponto offline! 

O colaborador acessa o aplicativo e registra seu horário, que fica gravado no dispositivo. Tão logo ele se conecte à internet, os dados são sincronizados, registrando o horário com precisão.

Geolocalização

A geolocalização é uma funcionalidade que possibilita à empresa identificar o local no qual o colaborador bateu o ponto. Dessa forma, ela consegue saber se ele estava em local autorizado para exercer suas funções.  

Assim, no trabalho remoto, é possível saber se o funcionário está cumprindo os horários previamente combinados. Isso facilita identificar quando e por quanto tempo o colaborador está se dedicando ao trabalho, bem como avaliar sua produtividade, conforme o tempo trabalhado.

Reconhecimento facial

O reconhecimento facial, para registro de ponto, é um dos mecanismos contra fraudes que o registro de ponto online possui. Por meio dos traços e características do rosto de cada colaborador, o sistema de ponto reconhece quem está registrando o horário.

Assim, é mais difícil que outra pessoa bata o ponto no lugar do colaborador. Esse mecanismo se parece com aqueles utilizados para desbloquear smartphones, utilizando o reconhecimento facial. 

A tecnologia utilizada para reconhecer e diferenciar cada colaborador identifica os pontos nodais, que são pontos no rosto únicos em cada pessoa. Eles somam aproximadamente 80 pontos, assegurando que não haja confusão no registro.

Somado ao recurso de geolocalização, o aplicativo Sólides Tangerino é ainda mais eficiente e seguro, resguardando a empresa e os colaboradores de erros no registro de ponto.

Ajuste de ponto com aprovação do gestor direto 

Informações da folha de pagamento

Mesmo com todos os recursos para registrar o ponto online ou offline, é possível que o colaborador se esqueça de fazê-lo. Mas o Sólides Tangerino está preparado para situações como esta!

O aplicativo conta com a opção de registro de ponto posterior, que precisa de aprovação do gestor. Essa funcionalidade é muito importante para assegurar o registro da jornada de trabalho, sem prejuízos para o colaborador e para a empresa. 

Isso porque a falta de registro pode levar a descontos indevidos, fazendo com que a empresa sofra multas aplicadas pela fiscalização do Ministério do Trabalho. 

Ajuste de folha de ponto

O registro de ponto está sujeito a erros, mesmo que ele seja feito de forma online. O Departamento Pessoal pode, por exemplo, não recolher atestado médico de um funcionário que faltou por motivo de saúde. 

Também é possível que o colaborador esqueça de assinar seu ponto quando atrasar ou quando se ausentar. Esses erros têm consequências para a empresa, como o desconto indevido no salário do colaborador, levando a multas e outras penalidades legais.

O registro de ponto online permite que o trabalhador justifique suas faltas pelo sistema e envie documentos, como atestados, rapidamente pelo aplicativo. Dessa forma, se houver erro, sua reparação acontece de forma menos burocrática, não sendo necessário que o DP colete o documento manualmente.

Além disso, se o colaborador esquecer de registrar seu horário, o aplicativo pode enviar uma alerta para ele e para o DP. Assim, a solução para esse problema também será célere.

Assinatura de folha de ponto online

Assinatura eletrônica

O registro de ponto online possibilita que os trabalhadores atuem de qualquer lugar com acesso à internet, sem prejuízo de bater o ponto. Além disso, ele é uma solução segura e eficaz para empresas que implementam o trabalho remoto e precisam da assinatura eletrônica da folha de ponto.

Isso porque ele possibilita o uso de recursos como reconhecimento facial e geolocalização, impedindo que aconteçam fraudes. Ainda, ele possibilita que a empresa acompanhe a localização do trabalhador ao longo de sua jornada de trabalho. 

Dessa forma, acompanhar a jornada de um colaborador em trabalho remoto pode ser fácil e simples

Para o DP, o controle de jornada é facilitado, porque os dados são armazenados em nuvem automaticamente. Portanto, a assinatura online otimiza os processos de controle de jornada, permitindo o registro de ponto de forma remota.

Já para o trabalhador, a assinatura de ponto online também apresenta vantagens. Isso porque ela garante maior flexibilidade, já que ele pode registrar seu ponto de qualquer local com acesso à internet. 

O que mais você precisa saber sobre trabalho remoto? 

Aqui nós respondemos às principais dúvidas sobre o trabalho remoto, de forma simples e direta. Acompanhe!

O que é o trabalho remoto?

O trabalho remoto é uma modalidade de trabalho em que os colaboradores não precisam comparecer ao escritório da empresa para realizar suas atividades. Eles podem trabalhar de qualquer lugar do mundo, desde que tenham acesso à internet e às ferramentas necessárias para executar suas funções.

Trabalho remoto é legal?

O trabalho remoto, também conhecido por teletrabalho, é legal e está previsto na letra B do art. 75, da CLT, que o caracteriza como “a prestação de serviços preponderantemente fora das dependências do empregador, com a utilização de tecnologias de informação e de comunicação.” 

O mesmo artigo esclarece que essa modalidade de trabalho não se confunde com o trabalho externo. Neste, a única maneira de o trabalhador realizar sua função é externamente. 

Quem pode fazer trabalho remoto?

Qualquer trabalhador, seja ele celetista ou autônomo, pode realizar o trabalho remoto, desde que suas funções assim o permitam. Portanto, a empresa pode optar por contratar seus funcionários dessa forma, se não houver impedimento relacionado às suas atividades.

Próximos passos…

Neste artigo, você conheceu mais sobre o trabalho remoto, as leis que o regem e quais as formas de uma empresa adotá-lo. Você também viu as vantagens e desvantagens dessa forma de trabalho e entendeu como implementá-la na sua empresa.

Além disso, você entendeu a importância de fazer um controle de ponto eficiente, mesmo adotando o teletrabalho na organização. Para fazê-lo, você percebeu que é necessário um mecanismo com precisão na marcação de horário, como um software de controle de ponto.

Gostaria de conhecer um software que, além do controle de ponto, possui funcionalidades completas para otimizar o trabalho do Departamento Pessoal? Conheça o Sólides Tangerino!

Quer simplificar seu DP? É Sólides e Ponto!