Tempo de Leitura: 7 minutos

É um equívoco achar que RH para pequenas empresas é um assunto menor. 

As pequenas empresas enfrentam os mesmos desafios das grande no que diz respeito a contratar profissionais adequados, reter talentos e lidar com as dificuldades da folha de pagamento, por exemplo. 

Poucas organizações desse porte percebem que o RH para pequenas empresas é uma ação estratégica para alcançar melhores resultados em um mercado altamente competitivo.  

Como todas as empresas são formadas por pessoas, é importante pensar na implantação de práticas de RH direcionadas para o crescimento da empresa, conduzindo processos que favorecem o desenvolvimento profissional dos funcionários e ações de retenção. 

Se você ainda tem dúvidas sobre como RH para pequenas empresas é importante e não sabe como implementar no seu negócio, continue lendo até o final. 

Para facilitar a sua leitura, confira tudo o que você vai saber nesse conteúdo.

Como funciona o RH para pequenas empresas?

RH para pequenas empresas

Muito mais do que apenas lidar com pagamento de funcionários e outras questões burocráticas, o setor de recursos humanos desenvolve ações práticas que visam manter uma relação saudável entre a empresa e os funcionários.

Pesquisa de Clima Organizacional

Sendo assim, o RH para pequenas empresas tem a função de recrutar, motivar e desenvolver pessoas. 

Além disso, o RH também desenvolve a proposta de valor da empresa, estando sempre envolvido com a criação de políticas de incentivo e na descoberta do potencial de seus colaboradores. 

A implantação de um setor de RH estruturado nas pequenas empresas ajuda a enfrentar problemas específicos da própria realidade do negócio, como a dificuldade de contratar e reter talentos. 

O RH para pequenas empresas ajuda a encontrar ferramentas e recursos tecnológicos que facilitam a gestão de pessoas, aumentando a produtividade e simplificando os processos mais burocráticos. 

Todas essas ações são responsáveis por um crescimento estruturado e consistente, que direciona os funcionários para os objetivos esperados. 

Aproveite a visita e confira outros conteúdos que você também pode se interessar:
👉 Reter talentos: 11 ações para diminuir a rotatividade de colaboradores
👉 eSocial Para Empresas do Simples Nacional: Veja o Que Mudou
👉 Quais São as 6 Ferramentas que Auxiliam na Gestão de Equipe de Seu Negócio?
👉 Feedforward: Você Sabe o Que Significa e Como Aplicar o Conceito na Gestão?
👉 RH Data-Driven: Conceito, Benefícios e Como Implementar

Quais os benefícios da gestão de RH para pequenas empresas?

Veja como um setor de RH bem estruturado pode ajudar as pequenas empresas:

Controlar turnover

A alta rotatividade de funcionários é uma das principais consequências da ineficiência ou inexistência de um RH para pequenas empresas.

Esse é o resultado da falta de atenção na contratação de colaboradores e na promoção de ações de reconhecimento e retenção de funcionários.

Ter um RH eficiente reverte esses problemas e a empresa deixa de perder talentos para a concorrência. 

Redução de custos

Com o mapeamento dos cargos e funções, e a maior assertividade nas contratações, a empresa reduz custos com demissões, contratações e treinamentos de integração.

Além disso, é também possível implementar políticas de redução de desperdícios

Melhorar o clima organizacional

O RH é responsável por criar ações de melhoria do clima organizacional e também de realizar a gestão de conflitos.

Muitas vezes, é difícil perceber atitudes tóxicas sem a ajuda de especialistas, e assim, as relações profissionais são prejudicadas com o tempo, podendo também interferir no relacionamento com o cliente. 

Quais os desafios do RH para pequenas empresas?

Em grandes empresas, os principais desafios do RH costumam estar vinculados à dificuldade de padronizar seus processos, diante de um grande número de pessoas e situações. 

Já nas pequenas empresas os desafios se tornam mais pessoais e o RH precisa gerenciar o impacto das decisões nas equipes e nos colaboradores.

A cultura organizacional ganha mais força e se torna um pilar necessário para manter os funcionários unidos e motivados.

Os treinamentos também ganham maior importância para contribuir para o crescimento desejado. 

Veja os principais desafios do RH para pequenas empresas. 

Contratação e desligamento

O primeiro grande desafio do RH para pequenas empresas costuma estar relacionado a demissão e admissão de pessoal.

Embora seja, muitas vezes, o custo financeiro seja o principal problema, o tempo também pode gerar prejuízos, já que existe um prazo para que o processo de admissão aconteça de maneira adequada. 

A dispensa do colaborador também exige muita atenção para que todos os direitos sejam pagos corretamente, evitando problemas judiciais no futuro.

Além disso, a condução do processo de desligamento precisa ser humana, minimizando o impacto causado tanto no funcionário dispensado, como nos que permanecerão trabalhando. 

Benefícios atrativos

Hoje, a maioria das pessoas escolhe ou aceita uma oportunidade de emprego não somente pelo cargo ou salário oferecido. Um dos pontos principais passou a ser, nos últimos anos, o aumento da qualidade de vida

A ideia é que o trabalho ocupa a maior parte do dia útil das pessoas, portanto, ele deve ser agradável e também precisa garantir que o restante do tempo seja utilizado em benefício da pessoa. 

Sendo assim, benefícios que proporcionam melhorias na condição física, na saúde, alimentação ou que incentivem a cultura dos colaboradores são muito bem vistos e desejados. 

No episódio 33 do Tangerino Talks, falamos sobre benefícios flexíveis. Dê o play e confira!

Licenças e férias

Lidar com a ausência de pessoas em uma pequena empresa costuma ser outro grande desafio, pois nem sempre é possível contratar substitutos e os funcionários podem se sentir sobrecarregados.

E o RH tem grande importância para evitar o problema, já que é sua função prever, mapearplanejar e treinar os colaboradores para essas ocasiões. Por isso, a gestão de férias é fundamental!

Imagem corporativa negativa

Quando uma empresa de grande porte sofre com problema de imagem, pode contar com equipes especializadas e, assessoria, marketing e relações públicas que a ajudam a contornar a situação.

Mas quando se trata de uma pequena empresa, dificilmente esses especialistas serão uma opção.

Sendo assim, o cuidado constante com a própria imagem e a preocupação em manter uma boa comunicação interna e com os clientes pode ser a chave para evitar ou contornar problemas

Comunicação Interna

Equipes menores precisam estar unidas e com um mesmo objetivo para alcançar o objetivo mais rapidamente. 

Treinamentos e capacitação

Treinar um funcionário exige tempo e disponibilidade. Um único cargo pode conter diversas funções diferentes e a empresa precisa se certificar que ele está pronto para o trabalho e também que está integrado à cultura organizacional. 

O RH precisa estar preparado para amparar o novo funcionário oferecendo todo o treinamento e a capacitação necessárias para ele desenvolver bem suas novas funções e para contribuir para o bom clima organizacional. 

Como implementar um RH em pequenas empresas?

Agora que você já sabe os benefício e os desafios o que o RH pode ter em sua pequena empresa, deve estar pensando em como implantar no seu negócio.

Existem algumas etapas importantes para que o setor realmente seja eficiente e contribua para o crescimento dos resultados. 

Mapeie as funções, cargos e processos da empresa

Para contratar e treinar funcionários eficientes é fundamental conhecer profundamente cada cargo e função desempenhada na empresa.

Somente assim será possível identificar as características necessárias do profissional e também buscar capacitação para os pontos fracos.

Esse conhecimento ajuda no processo de entrevistar candidatos, garantir mais eficácia na escolha.   

Incentive a cultura da comunicação aberta

A comunicação interna transparente ajuda a melhorar o clima na empresa e contribui para a retenção de talentos. Ela minimiza problemas de relacionamento e o compartilhamento de informações equivocadas. 

O diálogo deve ser amplamente estimulado em todos os níveis hierárquicos, seja entre os próprios funcionários e também deles com os gestores. 

Ofereça treinamento e capacitação

Alguns funcionários podem não ser ideais para a função que exercem, enquanto outros precisam apenas de capacitação adequada.

É importante criar um cronograma de treinamentos e reciclagem para toda a empresa, adequado às necessidades de cada setor. 

Esse tipo de incentivo aumenta a produtividade e promove a retenção de talentos.  

Ofereça feedbacks

Os feedbacks permitem que o colaborador perceba o seu papel dentro da empresa e também identifique quais pontos precisa melhorar.

E o RH para pequenas empresas é o responsável por isso. 

Quer saber mais sobre feedback? Confira em nosso Me Explica Aí.

Invista em tecnologia

A tecnologia pode ser uma grande aliada nas pequenas empresas, já que, muitas vezes, as ferramentas reduzem e simplificam o trabalho, aumentando a produtividade.

Tarefas que são altamente burocráticas, podem ser automatizadas com o uso das soluções corretas e assim o profissional responsável pode manter sua atenção em outras atividades.

Dicas para o RH de pequenas empresas! 

Veja o que é preciso para ter um RH eficiente na sua pequena empresa:

Conheça e cumpra a legislação

É fundamental conhecer a legislação trabalhista e seguir todas as determinações e práticas em relação aos colaboradores, para evitar problemas na justiça. 

Também é importante acompanhar com muita atenção as horas extras dos funcionários, pois elas podem aumentar consideravelmente as despesas com folha de pagamento. 

Uma dica é contar com um sistema de ponto eletrônico, como o do Tangerino, que facilita o registro e acompanhamento da jornada de trabalho dos trabalhadores e simplifica os cálculos no final do mês. 

Com a automação do ponto eletrônico, o setor de RH para pequenas empresas consegue reduzir em mais de 30% o tempo gasto com atividade relacionadas à folha de pagamento. 

Contrate profissionais alinhados com a cultura da empresa

Qualquer conhecimento técnico pode ser treinado, mas o fit cultural da empresa precisa ser inerente da pessoa.

A cultura e o clima organizacional influenciam diretamente o desempenho e a motivação dos outros colaboradores, então é importante contratar profissionais que tenham objetivos semelhantes aos da empresa. 

Mantenha todos os arquivos e documentos organizados

Um dos grandes erros das pequenas empresas é ainda tentar manter todo o controle manualmente. Entretanto, chega um momento em que são tantas planilhas que fica impossível gerenciar tudo. 

E a tecnologia, mais uma vez, pode ajudar, oferecendo opções de arquivamento de documentos na nuvem, que podem ser acessados a qualquer momento e em qualquer lugar, com segurança. 

Promova a diversidade e a inclusão

Contar com profissionais com perfis diversificados em um mesmo ambiente de trabalho estimula a criatividade e promove a melhora do clima organizacional.

Por isso, incentive a diversidade em relação ao gênero, raça, idade, nacionalidade e também orientação sexual.

A inclusão social também é importante, mesmo que pareça ser mais difícil em pequenas empresas, mas essas pessoas têm muito a contribuir com a empresa. 

Confira esses materiais ricos do Tangerino!
📚 Custo operacional: conseguindo sucesso na gestão de pequenas empresas!
📚 Indicadores de RH: dados estratégicos que você precisa acompanhar
📚 Novos modelos de trabalho: a evolução do mundo corporativo
📚 Calculadora Turnover e Absenteísmo

Qual importância da gestão de RH para pequenas empresas?

Contar com um RH estruturado pode ser a diferença entre crescer e alcançar os resultados desejados ou entrar para uma das estatísticas de mortalidade de empresas após alguns poucos anos de atividade. 

Uma pesquisa realizada pelo Sebrae, mostra que a mão de obra qualificada é um dos principais fatores que pode evitar o fechamento de empresas, de acordo com os próprios empresários do recorte do estudo. 

Além disso, com a competitividade cada vez mais acirrada, as pequenas empresas têm mais dificuldade de reter talentos. 

Mas tudo isso pode ser melhorado ou resolvido com o trabalho eficiente do RH para pequenas empresas. 

Agora você já sabe tudo sobre RH para pequenas empresas.

Ficou motivado a implantar na sua empresa um setor de recursos humanos eficiente?

Então, conheça um pouco mais sobre soluções tecnológicas que favorecem essas ações, leia também o artigo “Sistema de ponto eletrônico para pequenas empresas, vale a pena?” e tire todas as suas dúvidas.

Conheça o Kit de Férias