Tempo de Leitura: 14 minutos

A contabilidade é uma ciência aplicada cujo objetivo é medir/avaliar o patrimônio e a realidade econômica de uma entidade. Para isso, a figura do contador é fundamental.

Seu trabalho é permitir o planejamento e o controle adequados dos recursos financeiros e auxiliar na tomada de decisões. 

Para entender o que o contador faz e por que o seu departamento pessoal precisa dele, continue a leitura. Caso você queira ir direto ao ponto, navegue pelo menu abaixo:

O que é um contador?

Contador

Contador é o profissional responsável pela gestão contábil de pessoas físicas e/ou jurídicas. Ele cuida, principalmente, de toda área financeira, econômica e patrimonial dos negócios. Seus conhecimentos em contabilidade e matemática financeira são avançados e suas habilidades de organização são essenciais para a empresa.

Seu papel é controlar os livros fiscais, comunicando-se com o Fisco, analisando e executando balancetes, recolhimento de impostos, entre outras funções que serão vistas ainda neste artigo.

Além disso, ele precisa se manter atualizado diante de leis e tributos, já que estes costumam sofrer mudanças constantes em nosso país.

Dados de mercado para o futuro da contabilidade

Cada vez mais a figura do contador se torna uma peça-chave na gestão das empresas. Apesar disso, muita gente ainda vê esse profissional como o responsável apenas por cuidar dos impostos da organização.

Ocorre que o contador está habilitado a exercer inúmeras funções ou prestar serviços, também, nas seguintes áreas:

  • perícia;
  • atuarial;
  • auditoria;
  • financeira;
  • econômica;
  • patrimonial;
  • controladoria;
  • gestão de empresas;
  • mercado de seguros.

Por que contratar um contador para a empresa? 

Ao abrir uma empresa ou reestruturar um negócio, a presença de um contador será fundamental — e até mesmo obrigatória em alguns casos. 

O sistema tributário no Brasil é bastante complexo, exigindo conhecimentos específicos. Por isso, para cumprir as exigências legais e manter a parte contábil em dia, você vai precisar da ajuda de um profissional, caso não seja MEI (Microempreendedor Individual).

Além disso, um profissional de contabilidade é muito valioso na hora de ajudar na tomada de decisões estratégicas, como viabilidade econômica de novos projetos ou produtos, e previsão de rentabilidade. 

Portanto, o serviço do contador é bastante importante para o seu negócio. Além de cumprir com as obrigações e ter tudo organizado, você terá também muitas tarefas simplificadas, como a emissão de notas e a automatização do pagamento das suas guias de impostos, por exemplo.

O que um contador faz?

Contadores exercerem diversos serviços de apoio tanto para o governo quanto para empresas privadas, baseados sempre nas análises patrimoniais passadas e atuais, projetando o empreendimento. 

Além disso, ele é essencial para toda empresa, ou mesmo pessoas físicas, seja por meio de suas atividades de consultoria, perícias e auditorias.

As principais funções de um contador incluem:

  • realizar balanço patrimonial;
  • calcular impostos;
  • resolver problemas com a Receita Federal;
  • regular as contas e as emissões das notas;
  • fazer declarações de renda;
  • evitar ações trabalhistas;
  • regulamentar planos de seguros e previdência.

Que tal detalharmos cada uma delas?

1. Realizar o balanço patrimonial

O cálculo do balanço patrimonial consiste numa atividade de elaboração de um documento descritivo e atualizado da situação financeira e do patrimônio da organização

Ele é um relatório divulgado periodicamente de ano em ano e demonstra as mudanças que aconteceram em relação ao período anterior e que foram consolidadas por meio do desempenho da empresa naquele momento.

Vale ressaltar que não se deve confundir balanço patrimonial com Demonstração de Resultados do Exercício (DRE)

Nesse caso, quem comprovar interesse no negócio solicita a avaliação de performance em relação ao ano fiscal, enquanto o balanço ressalta como esse desempenho afetou a estrutura da organização no geral.

Planilha de Folha de Pagamento Gratuita

2. Promover o cálculo dos impostos

Promover o cálculo dos impostos por meio da apuração de quanto a empresa deve às partes interessadas do negócio é uma das responsabilidades do contador. 

Os exemplos mais importantes que devemos citar aqui são os tributos, como o Imposto de Renda, Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, Imposto Sobre Serviços, além de uma série de outros tipos de tributações previstas em lei.

3. Resolver problemas com a Receita Federal

Solucionar problemas com a Receita Federal é uma das principais funções de um contador. Ele é o profissional que atende diretamente às solicitações da Receita Federal, além das secretarias do estado e município relacionadas à área fiscal. 

A contabilidade das empresas facilita a fiscalização entregando documentos, comprovando operações e realizando pagamentos solicitados pelos órgãos públicos.

4. Regular as contas e emissões de notas

Caso você ainda não esteja convencido sobre a importância desses profissionais, saiba que um contador faz o controle do endividamento com fornecedores, funcionários e instituições financeiras. 

Além disso, ele regula o pagamento dos impostos e emite os documentos que comprovam essas operações relacionadas ao patrimônio da empresa, como as notas fiscais.

Lembre-se de que realizar o devido controle das notas fiscais é essencial para uma boa gestão de contabilidade. 

Elas comprovam a entrada e saída de dinheiro, o que é essencial para comprar os gastos da organização, além de facilitar a declaração dos impostos perante a Receita Federal.

5. Fazer declarações de renda

Realizar as declarações de renda é um serviço fundamental do contador, o que torna ele responsável pelas obrigações tributárias acessórias

Esses tributos estão relacionados aos impostos, taxas e contribuições que não são classificados como pagamentos, sendo esse o caso da Declaração de Imposto de Renda. 

Os escritórios de contabilidade prestam esse tipo de serviço para as pessoas físicas, facilitando a vida de quem tem que prestar contas sobre renda.

6. Evitar ações trabalhistas

O contador também faz a prevenção dos processos trabalhistas, serviço realizado junto ao RH e DP da empresa. 

Normalmente, a liderança dos dois setores atua em conjunto para investigar as obrigações relativas aos colaboradores e realizar efetivamente os devidos pagamentos. 

Esse é um trabalho de extrema importância que, quando realizado de maneira indevida, pode gerar processos judiciais, multas, juros e custeamento de advogados, impactando em toda a organização.

7. Regulamentar planos de seguros e previdência

Elaborar planos de seguros e previdência é outra das responsabilidade do contador, sendo necessário o devido cuidado para que esses planos sejam sadios. 

Para seguros é importante que o projeto permita pagamentos por indenização, estabelecendo um valor justo que deva ser pago pelos contratantes e que faça jus às respectivas obrigações da empresa. 

Quanto à previdência, é preciso que se estabeleçam recursos que possam suprir as demandas de resgates corretamente nas datas contratadas pelo poupador.

Quais as principais rotinas do contador?

Pessoa usando papel, caneta, calculadora e notebook para preencher GFIP.

Em primeiro lugar, é preciso esquecer aquela ideia de que o contador é quem faz o seu Imposto de Renda. Essa é uma das funções dele, dentre diversas outras.

A profissão se modificou ao longo dos anos e hoje essa pessoa atua como consultor dentro da empresa, possibilitando uma visão detalhada das despesas e receitas. Portanto, é uma peça fundamental para manter o seu negócio saudável e legalizado.

É esse especialista que gerencia todas as atividades contábeis, trabalhistas, econômicas, patrimoniais e tributárias, além de desenvolver relatórios financeiros, de risco e ajudar no controle do seu fluxo de caixa.

E, se você tem pesadelos quando o assunto é imposto, saiba que esse profissional tem como função evitar passivos tributários e prejuízos para a sua empresa. Um dos principais objetivos dele é criar alternativas para reduzir os seus encargos.

Além disso, quando você tomar alguma decisão, terá o contador como o seu braço direito, já que ele vai avaliar os riscos e desenvolver as melhores estratégias para atingir o objetivo desejado.

Diante de leis cada vez mais complexas e situações nada rotineiras, é fato que o contador é indispensável para qualquer negócio, não é mesmo?

São rotinas do contador:

  • escrituração tributária;
  • assessoria trabalhista;
  • planejamento tributário;
  • entrega das obrigações acessórias;
  • emissão de certidões negativas de débitos;
  • gestão financeira;
  • abertura de empresa;
  • encerramento de empresa.

Escrituração tributária

Registrar todas as movimentações financeiras de um negócio é a principal função de um profissional da contabilidade.

Essas informações são inseridas em demonstrativos financeiros e balanços patrimoniais, onde devem constar todos os ativos da empresa, custos, despesas e outros dados nesse sentido.

Além disso, para manter a empresa em dia com as legislações e fiscalizações, o contador emite as guias de impostos, como o Imposto Sobre Serviço (ISS) e o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Assessoria trabalhista

Também faz parte do trabalho contábil cuidar de algumas rotinas referentes aos colaboradores da empresa, como apuração e emissão de contracheques, folha de pagamento, documentação de admissão e demissão e também o preenchimento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED).

Além disso, outras atribuições nesse sentido são:

  • calcular o pró-labore dos sócios; 
  • emitir guias do INSS, FGTS e IRRF;
  • desenvolver relatórios para o Fisco Trabalhista.

Esses processos de trabalho são importantes para evitar futuros problemas judiciais para as empresas.

Planejamento tributário

O planejamento tributário é um tipo de serviço complementar que nem todos os contadores disponibilizam.

Esse planejamento é desenvolvido a partir de um estudo aprofundado da legislação tributária brasileira, em níveis municipais, estaduais e federais. 

Seu objetivo é reduzir algumas taxas de impostos, sem deixar de cumprir as normas necessárias.

Normalmente, esse tipo de serviço é prestado por contadores mais experientes e que possuem um bom conhecimento das normas tributárias.

Entrega das obrigações acessórias

Existem documentações complementares que alguns tipos de empresa devem ter em mãos, como:

  • Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais (DEFIS); 
  • Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS); 
  • Declaração de Débitos Tributários Federais (DCTF); 
  • Declaração do Imposto Retido na Fonte (DIRF);
  • Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

É papel do contador identificar a necessidade desses documentos, preenchê-los ou gerá-los e entregá-los para os órgãos responsáveis.

Emissão de certidões negativas de débitos

No cotidiano da empresa é comum que, ao contratar fornecedores, participar de licitações ou solicitar empréstimos, o empresário precise apresentar certidões negativas.

Essas certidões são normalmente emitidas pela Receita Federal ou pelas Secretarias da Fazenda, municipais ou estaduais, e servem para comprovar que a empresa não tem dívidas com o Estado.

Gestão financeira

O contador também pode atuar de forma estratégica na gestão do negócio, prestando uma assessoria na área de finanças e orientando o empreendedor sobre investimentos, por exemplo.

Por ter um vasto conhecimento na área contábil, o profissional pode auxiliar o dono da empresa nas tomadas de decisão e nos melhores caminhos a se trilhar para o sustento do negócio.

O contador pode, por exemplo, propor melhorias com base nos lucros ou economias tendo em vista as principais despesas e receitas. Com isso, a qualidade do investimento e o futuro da empresa é garantido.

Leia também:

Abertura de empresa

Quando um empreendedor decide abrir uma empresa, é preciso consultar as legislações municipal, estadual e federal para o tipo de negócio que está sendo criado.

Nesse sentido, o contador auxilia na definição do código de Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), no tipo de natureza jurídica, no porte da empresa, além de verificar todos os impostos que necessitam de regularização e pagamento.

Mesmo que, com o passar do tempo, a empresa passe por mudanças estruturais, o contador atua nas alterações contratuais necessárias.

Encerramento de empresa

Nem sempre as ideias conseguem, de fato, se sustentar. Às vezes, os nichos de mercado são muito específicos e têm poucos clientes ou são nichos muito concorridos, ficando difícil sustentar um diferencial no mercado.

Tudo isso faz parte de quem empreende e é normal que alguns ciclos se fechem para outros iniciarem.

Planilha de Folha de Pagamento Gratuita

Mas, nessa etapa, o trabalho do contador é ainda mais crucial. É esse profissional o responsável por encaminhar todas as documentações necessárias e livrar o empresário de qualquer tipo de pendência.

Agora, um minutinho da sua atenção! Você por acaso já conferiu a 2ª edição do Jornada do DP? Nela, convidamos profissionais renomados para um bate-papo sobre os principais desafios da contabilidade no Departamento Pessoal. Para não ficar fora dessa discussão, aperte o play:

Quais devem ser as principais características de um contador?

Para ter sucesso no mundo da contabilidade, algumas características são vistas como ideais. Ou seja, ajudam o profissional a se destacar e chegar mais longe.

Confira, a seguir, quais são as principais características de um contador:

1. Analisar as situações

Contadores precisam ter alta capacidade de análise e buscar o máximo de informação possível para indicar qual caminho deve ser seguido.

Por isso, em primeiro lugar, o profissional deve entender o que o cliente ou a organização precisa antes de propor ações.

2. Saber aplicar os conhecimentos

De nada adianta saber demais se o contador não conseguir usar o que sabe no trabalho. Portanto, além de valorizar as teorias, é importante também aprender a aplicá-las.

3. Ter proatividade

Uma das funções do contador é se antecipar aos problemas e riscos que podem surgir pelo caminho. Portanto, ser proativo é fundamental!

Basta lembrar daquele ditado: é melhor prevenir do que remediar.

4. Aprender a lidar com a rotina

O dia a dia do contador é muito mais dinâmico do que a maioria das pessoas pensa. Por isso, o profissional deve estar preparado para dar respostas rápidas e lidar com os obstáculos, sem perder a calma. Dependendo do caso, é bom saber trabalhar sob pressão.

5. Manter a organização 

Contabilidade e bagunça são duas coisas que não combinam. Não basta dar conta de tudo, é preciso fazer um trabalho de qualidade.

Sendo assim, tente ser o mais organizado possível para não se enrolar no trabalho ou confundir informações críticas para o negócio.

6. Ter responsabilidade e ética

É bom lembrar que agir de forma ética e responsável são características pessoais. Quem sabe manter uma postura correta frente às situações profissionais costuma ser muito mais valorizado pelo mercado.

7. Dominar as ferramentas tecnológicas

Quem disse que contadores não precisam ser modernos? É fundamental aprender a lidar com os sistemas e recursos usados na área.

A tecnologia permite que os profissionais se dediquem a outros assuntos e não percam tempo com tarefas manuais.

Aliás, quer saber como fazer da tecnologia uma aliada quando o assunto é contabilidade? É só baixar nosso e-book gratuito sobre o tema:

8. Saber se comunicar

Conseguir falar com diferentes profissionais de forma clara faz toda a diferença. Isso porque o contador interage com pessoas de diversas áreas.

Assim, precisa saber falar sobre informações burocráticas, que podem parecer complicadas, de um jeito que as pessoas entendam.

Como saber se o DP e a empresa precisam de um contador?

Muitas pessoas se perguntam se o setor de Departamento Pessoal precisa de um contador para desempenhar as atividades diárias.

Sabemos que o DP é um dos setores mais importantes de uma empresa, pois é responsável pela administração do quadro de funcionários e de tratar de todas as obrigações trabalhistas.

Normas e leis trabalhistas, atividades periódicas e não periódicas, declarações anuais e eSocial fazem parte da rotina do profissional de Departamento Pessoal.

Além disso, existem muitos outros processos que o profissional precisa dominar, como:

  • gestão de processos de admissão e demissão de funcionários;
  • gestão da folha de pagamento e encargos trabalhistas;
  • gestão de benefícios;
  • gestão de férias, licenças, folgas e outros afastamentos em geral;
  • gestão do eSocial;
  • gestão das declarações e obrigações acessórias;
  • gestão dos contratos de trabalho e das relações entre empregador e empregado.

Tudo isso e muito mais fazem parte do dia a dia do profissional de DP, que pode tanto trabalhar em uma empresa como colaborador ou ser um prestador de serviços.

Porém, como percebido, alguns requisitos técnicos e competências específicas são indispensáveis para atuar na área. 

Por isso, contar com um profissional de contabilidade é fundamental para tocar as principais rotinas trabalhistas e previdenciárias.

Conhecendo a atuação do DP, não é difícil entender sua estreita relação com a contabilidade, não é mesmo? 

Todo contador sabe que uma de suas funções é manter a empresa organizada, em especial em relação às obrigações fiscais e trabalhistas.

Como esse setor é o responsável por gerenciar os funcionários, a documentação e as questões burocráticas que existem na relação trabalhista, ele é um grande aliado do departamento contábil.

Assim, Departamento Pessoal e Contabilidade caminham lado a lado para proporcionar um crescimento saudável à empresa. Se um desses setores for ineficiente, certamente, os esforços do outro serão em vão.

Portanto, contadores e DP precisam atuar lado a lado, já que uma relação saudável entre eles permite ao negócio uma atuação mais organizada e dentro da lei. 

O que verificar antes de contratar um contador?

Competências técnicas versus comportamentais

No Brasil, as empresas estão obrigadas por lei a ter um contador. E não é apenas pelo motivo da obrigatoriedade que você deve contar com esse profissional, uma vez que ele vai facilitar bastante o dia a dia dos seus negócios. 

No entanto, é preciso contratar especialistas que sejam competentes e que atendam corretamente às demandas do negócio.

Veja a seguir o que considerar na hora de contratar um contador ou um escritório de contabilidade.

Analise os serviços oferecidos

É preciso ter plena convicção de qual tipo de serviço a empresa necessita. Ou seja, é essencial entender o que você consegue realizar por conta própria e o que será prestado de auxílio externo. 

O contador ajuda, por exemplo, na abertura de um negócio, na realização de auditorias e consultorias, nos trabalhos fiscais/tributários e de contabilidade, entre outros.

Além disso, se você tiver alguma dúvida relacionada às necessidades do empreendimento, não é aconselhável tomar decisões por conta própria. 

Por isso, é importante dialogar com um profissional especializado para sanar quaisquer incertezas sobre esses assuntos.

Considere as recomendações

Contratar um profissional que não tenha as qualificações necessárias pode ser muito prejudicial ao seu negócio. Por isso, é crucial pesquisar e levar em consideração recomendações externas

Assim, filtre as suas opções e visite sites relacionados a empresas de contabilidade, a fim de saber mais sobre as especialidades oferecidas, por exemplo.

Você também pode colocar em prática algumas questões no decorrer do processo de pesquisa, como saber se o profissional sanará todas as suas dúvidas, se ele tem experiência em seu segmento, se ele é competente para os serviços que a empresa precisa e, mais importante, se ele é licenciado.

Conheça as especializações do contador

Você deve não só obter dados sobre os profissionais de contabilidade, como também saber qual é o ramo de atuação deles. 

É fundamental averiguar se eles trabalham há muito tempo no mercado e se entendem das particularidades do seu tipo de negócio.

Leia também:

Verifique o CRC do profissional

O Conselho Regional de Contabilidade (CRC) é o órgão encarregado de regularizar os serviços prestados pelas empresas de contabilidade e pelos contadores autônomos. 

Assim, nunca realize uma contratação antes de verificar se o profissional está regularmente inscrito no conselho competente.

Essa é uma maneira de garantir que os serviços concedidos pelo contador sejam pautados pela excelência e de evitar que a sua empresa passe por problemas futuros.

Tire as suas dúvidas em relação aos serviços oferecidos

Antes de contratar um contador, o qual terá acesso aos dados financeiros do seu negócio, é imprescindível que você sane todas as dúvidas que houver. 

Isso porque estabelecer uma relação de confiança é muito importante, já que isso influi totalmente no andamento da empresa.

Desse modo, se você não ficar seguro o suficiente em contar com esse profissional após um diálogo, talvez seja melhor buscar por outro que possa atender às suas necessidades.

Saiba se o contador disponibiliza um sistema de gestão integrado

Atualmente, alguns contadores ou escritórios utilizam, de fato, sistemas integrados de contabilidade. Afinal, eles simplificam o compartilhamento de dados e os registros contábeis, demonstrando maior segurança no contato entre a empresa e o profissional.

Isso é essencial, já que a empresa não terá que separar documentos toda vez para enviar ao contador, visto que ele terá acesso a tudo isso de modo automático por meio de um sistema. 

Assim, é interessante utilizar a tecnologia nesse processo, pois isso facilitará bastante o seu dia a dia.

Procure por um contador atualizado

Ter como parceiro um contador atualizado significa contar com um profissional preparado para oferecer novas ideias e soluções à sua empresa. 

Muitos negócios acabam tendo prejuízos por depender de especialistas que não se preocupam com a própria evolução nos conhecimentos de sua área.

Ou seja, essa é uma característica fundamental, visto que o mercado está sempre passando por mudanças. 

Ter alguém que esteja alinhado com as alterações do seu segmento só proporcionará bons ganhos para você e a sua empresa.

Um exemplo: um contador que conhece o Tangerino by sólides, nosso software, está por volta das últimas tendências do mercado sobre como facilitar e jornada do departamento social. E você, já conhece o nosso produto? Para saber mais sobre ele, assista ao vídeo abaixo ou agende uma demonstração!

Confira as principais dúvidas sobre o contador!

Como você viu, por muito tempo a imagem do contador foi associada apenas ao profissional que realizava cálculos e emitia guias de impostos a serem pagos pelo empreendimento.

Contudo, o mundo mudou, o mercado está cada vez mais competitivo e as empresas sabem muito bem que contratar um contador é muito importante para o desenvolvimento dos negócios.

Vamos recapitular tudo o que aprendemos sobre a importância do contador?

O que é um contador?


Contador (ou contabilista) é o profissional responsável pela gestão contábil de pessoas jurídicas (empresas) ou pessoas físicas. Sua área de atuação pode ser a financeira, a econômica e a patrimonial dos negócios.


O contador é formado em quê?


O contador é um bacharel em Ciências Contábeis (curso superior). Com essa formação, o profissional está habilitado a exercer funções ou prestar serviços nas áreas financeira, atuarial, econômica e patrimonial de uma empresa.


Quanto ganha um contador?


Um analista contábil ganha entre R$ 1.781 e R$ 7.348. A média de rendimentos de um assistente de contabilidade é de R$ 1.916; de um chefe de contabilidade, R$ 6.349. Encarregados de contas a pagar ganham em média R$ 3.354 e o cargo de gerente de contabilidade tem média salarial de R$ 11.323.

Tudo certo sobre o que faz um contador?

Esperamos que você tenha aprendido tudo sobre o que é um contador, o que faz e por que sua atuação é importante não apenas no setor financeiro, mas também no DP das empresas.

Deu para perceber o quanto as rotinas do contador são repletas de burocracias — que podem ser facilmente eliminadas por meio do uso de ferramentas tecnológicas.

Se você se interessa por esse assunto, continue por aqui e confira tudo sobre contabilidade digital

Banner branco com o texto: Faça a gestão de férias do seu time em uma só plataforma e acabe com a burocracia no DP. Conheça o gestão de férias; e uma pessoa usando o gestão de férias