Tempo de Leitura: 9 minutos

O processo de recrutamento e seleção de uma empresa é vital para atrair os talentos certos para uma organização. Por isso, cuidar da experiencia do candidato é tão importante.

Esse é o momento em que a empresa e o candidato estão interagindo pela primeira vez e passar a impressão certa da empresa impacta em toda a jornada do candidato.

Sendo assim, criamos este texto com algumas dicas valiosas sobre como lidar com esse momento da melhor forma possível. 

Confira abaixo os principais tópicos abordados neste artigo e boa leitura.

O que é experiência do candidato?

fotografia de uma mulher de roupa social olhando por cima do omnbro em direção à câmera enquanto sorri. Ela está de roupa social, sentada à esa e segurando um dispositivo social, representando a experiência do candidato.

A candidate experience nada mais é que a percepção de um candidato a uma vaga sobre o processo de seleção da sua empresa. Envolve desde a etapa de envio do currículo até o onboarding na empresa.

Apesar de lidar com questões subjetivas, como os sentimentos e impressões do candidato durante o processo, existe uma série de atitudes que o RH pode tomar para garantir uma experiência majoritariamente positiva.

Banner escrito:

Também é importante ter em mente que essas etapas envolvem inúmeras questões que vão desde o próprio anúncio da vaga até a forma como as entrevistas são realizadas.

Sendo assim, é seguro dizer que a experiência do candidato começa antes mesmo de ele enviar o currículo para a empresa.

Ficou curioso para saber como otimizar esse processo sem comprometer sua eficiência? Trataremos sobre essas e diversas outras questões no decorrer deste artigo.

Imagem com fundo branco escrito de preto na esquerda:

Mas antes, vamos compreender como o candidate experience impacta a sua empresa.

Qual a importância da experiência do candidato para empresa?

Não existe nada pior do que perder tempo, não é mesmo? Tanto para a empresa quanto para o candidato, esse é um fator decisivo na experiência durante o processo de recrutamento e seleção. Sendo assim, comunicação assertiva e feedbacks constantes são chave para deixar os candidatos confortáveis durante todo o processo.

Não somente, uma experiência negativa pode terminar divulgada nas redes sociais e afetar negativamente a marca empregadora. Claro, essa é uma crise que setor de RH nenhum gostaria de lidar.

Contudo, também há um lado positivo: candidatos que tiveram uma boa experiência podem divulgar a empresa positivamente mesmo que não conquistem a vaga. 

Por que sua empresa deve investir na experiência do candidato

Um dos grandes motivos pelo qual as empresas devem investir na candidate experience é melhorar a percepção da marca empregadora.

Isso faz com que a empresa seja mais competitiva e estimula a atração de talentos. Que profissional não gostaria de trabalhar em uma empresa que tem diversos promotores da marca em redes sociais como Linkedin?

Isso, inclusive, reduz custos de contratação para e empresa, deixando o processo de contratação mais ágil e assertivo. Afinal, permite atrair candidatos alinhados com a cultura organizacional e mais bem qualificados para a vaga.

Candidate Experience aplicada ao Employer Branding

Como falamos até aqui, investir na experiência do candidato tem grande potencial de afetar positivamente a reputação da empresa.

Afinal de contas, é seguro afirmar que a forma que os interessados a vaga são tratados durante o processo seletivo reflete diretamente a forma que a cultura organizacional é mantida.

Sendo assim, uma empresa que está disposta a investir num processo humanizado de contratação, certamente, tem uma visão de gestão que preza pela metodologia people first.

Claro, o employer branding é um conceito bastante amplo e envolve inúmeros fatores ligados à forma que a empresa atende às necessidades específicas de seus colaboradores. Entretanto, certamente tem uma parcela significativa na criação e manutenção de uma marca empregadora.

Agora, confira uma abordagem mais prática sobre como melhorar a employer experience em sua empresa.

Confira as dicas de leitura a seguir!

Quais as 11 dicas para melhorar a  experiência do candidato no processo?

Além de entender o conceito do employer experience e sua importância para a reputação da empresa, é importante compreender como aplicar na prática.

Sendo assim, compilamos 11 dicas chave sobre como deixar o processo de seleção e recrutamento mais humanizado. Confira!

1. Construa suas Personas

O processo de melhoria e personalização da experiência do candidato exige conhecimento a respeito do perfil que se busca para a empresa. Sendo assim, é extremamente importante estudá-lo de perto.

Dessa forma, a criação de personas (perfil semi fictício que representa o candidato ideal) é fundamental para guiar os analistas de RH no desenho da melhor experiência possível.

Assim, é possível compreender suas expectativas além das questões mais óbvias de um processo de seleção humanizado.

A persona não deve ser construída com base em “achismos”, ou seja, no que se acredita que seja o candidato ideal, mas sim em dados.

Sendo assim, realizar entrevistas, formulários e pesquisas com essa finalidade é essencial para um bom trabalho na construção de uma boa candidate experience.

2. Invista em sua marca empregadora

A marca empregadora e a experiência do candidato têm uma relação quase simbiótica. O mercado está cada vez mais acirrado e as empresas vivem uma verdadeira batalha para contratar os melhores profissionais do mercado.

Isto, somado ao atual comportamento dos profissionais, que tendem a não se associar a uma empresa tão somente por conta de seu salário, faz com que investir em verdadeiros diferenciais.

Um deles começa antes mesmo de se tornarem um colaborador oficial da empresa, com uma experiência do candidato excepcional.

Dessa forma, essa é uma das tarefas mais importantes e que demonstra o papel estratégico do RH, aquele que está mais ligado aos KPIs do setor e menos às tarefas mecânicas como o fechamento de folha.

3. Demonstre a cultura empresarial

Uma das táticas de atração de talentos mais eficazes durante o processo seletivo é demonstrar o ambiente de trabalho que o candidato atuará.

O candidato deseja conhecer a empresa intimamente e tirar as próprias conclusões sobre o fit cultural de ambos.

Esse tipo de exposição também ajuda a afunilar os candidatos de maneira mais eficiente, deixando aqueles que realmente desejam trabalhar neste local.

Sendo assim, desde a divulgação da vaga é importante anexar materiais que demonstrem a cultura, valores e o ambiente de trabalho.

Não somente, deixe o propósito da empresa claro em toda a comunicação, assim é possível ter um “match” ainda mais forte.

4. Tenha uma comunicação transparente

Uma das atitudes mais poderosas que o RH pode ter é ser completamente transparente a respeito das características da vaga e das etapas do processo seletivo.

O tempo dos candidatos é tão valioso quanto o daqueles lidando com a contratação e ninguém gostaria de se candidatar em uma vaga somente para descobrir que a sua descrição estava dúbia ou até mesmo incorreta.

O mesmo acontece quando o candidato não recebe informações claras a respeito de seu avanço no processo seletivo. Sendo assim, é importante demonstrar de forma simples e acessível o status do candidato (indica-se também mostrar o histórico de avanço). 

Tudo isso contribui negativamente para a experiência do candidato e passam uma forte impressão de desorganização. Afinal de contas, se isso acontece durante a contratação, a empresa não deve ser diferente em seus processos internos, não é mesmo?

5. Troque feedbacks constantemente

Em adição a transparência,  é importante que a empresa ofereça feedbacks constantes aos candidatos. No processo seletivo, uma das reclamações mais comuns é ficarem no escuro e não serem informados em tempo hábil sobre as próximas etapas, se vão acontecer ou quais são.

Isso demonstra uma falta de respeito para com o candidato, que se vê em uma encruzilhada. Afinal de contas, caso deseje muito trabalhar com a sua empresa, pode não se candidatar a outras oportunidades.

Mas além de dar acesso à informação de forma rápida e prática, também é necessário ser rápido!

Outro ponto importante sobre o feedback é oferecer feedbacks úteis no caso da não contratação. Na grande maioria dos casos, existem motivos específicos pelo qual o profissional não foi escolhido para a vaga e apontá-los ajuda bastante o indivíduo em sua jornada profissional.

Esta atitude, por si só, agrega bastante valor ao processo seletivo e a experiência do candidato. Afinal, ele não conseguiu um norte claro de quais hard e soft skills deve perseguir.

6. Conte qual é a experiência dos funcionários

Uma forma muito efetiva de encantar talentos durante o processo seletivo é demonstrar a experiência de colaboradores que gostam de trabalhar na empresa e sentem-se motivados a levar o seu melhor.

O caso de uma pessoa que entrou como estagiária e conseguiu construir uma carreira até um cargo de gestão é uma excelente forma de demonstrar as oportunidades de crescimento na empresa.

Aqui é possível utilizar diferentes mídias, como depoimentos escritos ou mesmo vídeos, este último formato tende a ser mais persuasivo e mais aceito.

7. Otimize seu processo seletivo

O processo seletivo deve estar sempre em constante melhoramento. Quando se trata de softwares de RH, garantir uma usabilidade simples e intuitiva, a chamada user friendly, é essencial para uma experiência do candidato positiva e sem gargalos.

Sendo assim, opte por interfaces que sejam fáceis de usar e ofereçam informações chave sobre o processo seletivo, como status, data das próximas etapas etc.

Outra forma de deixar a experiência mais simples é optar por plataformas que possibilitam a candidatura com um único clique, por exemplo. Dispensando o preenchimento de longos formulários que podem ser desestimulantes para alguns.

8. Invista nos canais da empresa

Essa é uma estratégia que deve estar no horizonte de qualquer time de RH, investir nos canais oficiais da empresa a fim de garantir visibilidade para os diferenciais dela, assim como sua cultura organizacional.

Isso inclui redes sociais, páginas em plataformas de procura de emprego, parte de Trabalhe Conosco do seu site e quaisquer outros veículos onde sua empresa esteja presente.

Claro, dentre eles, existem aqueles mais indicados para realizar esse tipo de divulgação como o Linkedin, já que redes sociais como Instagram e Facebook são voltadas ao cliente externo.

Sendo assim, é interessante colaborar com o setor de marketing a fim de desenhar qual a melhor mensagem para cada local.

9. Comunicação personalizada

Uma comunicação personalizada faz toda a diferença na percepção do candidato e à medida que ele for avançando no processo seletivo, ela deve ser cada vez mais distinta.

É neste cenário que a necessidade de feedbacks úteis fica maior. No começo do processo de contratação, é complexo enviar uma resposta personalizada para centenas de pessoas.

Contudo, à medida que os candidatos avançam no funil, fica também mais simples de levar informações relevantes para eles. Afinal de contas, aumenta-se a expectativa e também o tempo oferecido neste processo.

Assim, é importante manejar essas expectativas de forma assertiva e evitar respostas genéricas que podem gerar fortes frustrações e afetar negativamente a experiência do candidato.

10. Aposte na diversidade

Mostre aos candidatos, que na teoria e prática, a sua empresa está aberta e estimula a diversidade no ambiente profissional.

Esse deve ser um valor fundamental em qualquer empresa e não somente porque é um fator promotor da marca, mas também porque a liderança compreende que diferentes pessoas levam consigo diferentes vivências que enriquecem o ambiente e trazem insights potencialmente inovadores.

11. Faça pesquisas de satisfação

Além de oferecer feedbacks aos candidatos à vaga é importante pedi-los. Essa é uma das formas mais efetivas de monitorar de perto como está sendo a experiência do candidato durante o processo seletivo.

Sendo assim, é possível pedir para que preencham formulários com perguntas específicas que podem ajudar o time a qualificar pontos específicos da experiência, como o tempo de resposta, por exemplo. 

Outra opção é o NPS (Net Promoter Score) que mede a satisfação do indivíduo e a probabilidade de o mesmo indicar a empresa para outros candidatos procurando por emprego.

Baixe os materiais gratuitos a seguir!

Quais as vantagens de proporcionar uma boa experiência do candidato?

Falamos um pouco sobre o porquê de a sua empresa precisar investir na experiência dos candidatos acima. Confira agora uma das vantagens específicas de investir nesta estratégia.

Maior reconhecimento de mercado

A reputação de uma empresa vai muito além de ser como ela lida com as vontades e frustrações de seus clientes e também envolve seu manejo das necessidades e expectativas de colaboradores e potenciais funcionários.

O respeito por esses indivíduos têm um enorme poder de espalhar uma boa reputação em veículos diversos como o Linkedin ou mesmo render um selo de reputação para a empresa como o Great Places to Work.

Por outro lado, uma experiência negativa pode facilmente influenciar a opinião de outros profissionais sobre a empresa e até afastar potenciais candidatos.

Atrair talentos

Junto com uma boa reputação, um outro fenômeno normalmente acontece: a atração de profissionais qualificados que passam a desejar trabalhar em sua empresa.

A divulgação da experiência do candidato afeta os talentos de duas formas; primeiro criando consciência que a sua empresa existe e tem um processo seletivo humanizado e, depois, desenvolvendo o desejo de fazer parte dessa equipe.

Processos de seleção e recrutamento mais ágeis

A criação de um processo seletivo que seja ágil e também ofereça uma boa experiência para os candidatos não é um trabalho simples.

É necessário aplicar na prática uma série de dicas que comentamos anteriormente

Contudo, uma vez que as melhorias tenham sido implementadas e validadas, tem-se um processo muito bem desenhado para atrair e reter os melhores profissionais do mercado

Como a tecnologia pode ajudar na experiência do candidato?

Seja em outras rotinas do RH ou no processo de seleção e recrutamento, a tecnologia é uma forte aliada deste setor para otimizar o passo a passo interno como a jornada do candidato.

Sendo assim, ter uma página de carreiras no próprio site da empresa é primordial, mas, além disso, é necessário contar com plataformas feitas com este propósito.

É importante adotar ferramentas realmente tecnológicas, pois não só ajudam no processo, mas também demonstram ao candidato que se trata de uma empresa moderna e antenada nas novidades.

Uma vez admitido no processo seletivo, o candidato continua vivenciando sua experiência com a marca empregadora. O software de admissão digital do Tangerino é a ferramenta ideal para cumprir as burocracias de regulamentação do novo colaborador. 

O Admissão Tangerino é simples e interativo tanto para os analistas de RH, quanto para os candidatos que podem facilmente acessar as informações da admissão, descomplicando todo o processo de forma intuitiva.

Através dela é possível fazer a gestão da admissão de novos colaboradores, facilitando a comunicação de todas as partes com uma dose extra de transparência e praticidade.

Tudo isso com diversos relatórios admissionais automáticos e sem esforço, sendo uma solução completa para o seu RH!

Modernize o processo seletivo da sua empresa pensando na experiência do candidato

Por todo esse artigo falamos como a experiência do candidato tem um profundo impacto em como ele percebe a sua empresa e no posicionamento dela como marca empregadora.

Sendo assim, proporcionar boas experiências é fundamental para atrair talentos, otimizando e personalizando o processo seletivo, tornando-o mais assertivo em seu objetivo.

Conheça agora o Admissão Tangerino e descubra como podemos te ajudar a personalizar o processo seletivo e oferecer uma excelente experiência do candidato em sua empresa. 

A concorrência não chega nem perto: Sólides otimiza + de 50 processos do seu DP