Tempo de Leitura: 15 minutos

Treinamento e desenvolvimento, quando são possibilidades no trabalho, contribuem para o crescimento da empresa e do colaborador.

Atualmente, há muita concorrência e pessoas qualificadas. Afinal, elas saíram de faculdades, possuem pós-graduação etc. Mas, na prática, não sabem como funciona a rotina do trabalho, ou da empresa. Sem o devido acesso a essas informações, elas não desempenharão suas tarefas direito.

Portanto, os funcionários com os melhores currículos, ainda assim, podem sofrer com falta de conhecimento prático. E isso gera, consequentemente, menor rendimento e produtividade.

Os colaboradores são a alma do negócio. Ainda que haja planejamento extenso visando o sucesso empresarial, serão eles quem colocarão o serviço em prática. E, muitas vezes, não é possível monitorá-los 100% do tempo.

Por isso, é preciso que eles tenham autonomia e confiança para tomar decisões assertivas, sem ter que procurar seus superiores a todo momento. Se cada um consegue fazer seu trabalho bem e solicitar ajuda apenas quando necessário, há aumento de produtividade.

E é possível alcançar esse estado de autoconfiança mediante a aplicação de treinamentos e desenvolvimento de pessoal. Para saber como sua empresa pode tirar proveito de ambas as estratégias, continue conosco ou, caso queira avançar para algo mais específico, navegue pelo sumário a seguir:

O que é treinamento e desenvolvimento?

Treinamento e desenvolvimento

Treinamento e desenvolvimento são investimentos que uma empresa faz na qualificação de seus colaboradores. Também conhecidos por T&D, fazem bem a eles e também agregam valor à empresa.

Banner com uma foto escrito em roxo

Basta encontrar uma forma de implementá-los que seja viável e satisfatória ao seu negócio!

Muitas vezes, chegam pessoas na empresa que são capazes e possuem conhecimento teórico, mas precisam aprender mais na prática.

Realizar outro processo seletivo, ao invés de investir nesses bons profissionais, poderia sair mais caro para a empresa. Por isso, é preferível capacitar os seus funcionários, apostar no seu crescimento e oferecer-lhes qualificação.

Às vezes, aqueles que aprendem primeiro na sua empresa, observando suas regras e funcionamento, conseguem se adaptar melhor que funcionários com experiências em outros lugares.

Através dos treinamentos e desenvolvimento de pessoas, é possível lapidá-las e ensiná-las as melhores práticas da empresa.

Mas isso não significa que você deva renunciar à experiência daqueles que mantém o negócio funcionando há mais tempo. Os treinamentos servem para eles também.

Afinal o que vemos hoje em dia é uma mudança constante no mercado de trabalho, independente do setor. A tecnologia faz com que as inovações cheguem rápido e não se pode ficar para trás!

Leia também:

Técnicas novas, equipamentos melhorados, todos eles trazem uma praticidade e agilidade que qualquer negócio precisa. E a forma de atualizar seus funcionários e implementar melhorias é essa: ensinando a eles como atuar diante delas.

Ainda que haja um pouco de resistência no começo, logo as pessoas perceberão que suas capacidades estão sendo desenvolvidas e se sentirão parte de algo maior.

Da mesma forma que a inovação não para, o aprendizado será necessário de forma contínua.

Por isso, é importante que a sua empresa tenha uma política bem implementada para treinar, com objetivos assertivos, tipos de treinamento definidos e monitoramento constante.

Tem diferença entre treinamento e desenvolvimento?

Treinamento e desenvolvimento, expressão comumente com as duas palavras juntas, não significam a mesma coisa. Entretanto, elas estão atreladas uma à outra.

O treinamento é a proposta a que se faz a um funcionário para que adquira um conhecimento específico. Ele funciona como uma espécie de “curso”, no qual o colaborador é um aluno e as aulas iniciam, progridem e acabam.

Dessa forma, há sempre começo, meio e fim nos treinamentos e este período é bem estabelecido.

Portanto, eles são aqueles que visam a transmissão de conhecimento imediata ao colaborador.

A utilização de treinamentos é muito utilizada durante o desenvolvimento de um colaborador, que é o seu aprendizado a longo prazo.

O desenvolvimento é contínuo, progressivo e não tem fim porque acompanha a inovação, as várias possibilidades de aprendizado e crescimento.

Agora, um minutinho: quer saber um pouco mais sobre desenvolvimento profissional e sua importância para os colaboradores? É só escutar o episódio do nosso podcast inteiramente dedicado ao assunto:

Assim, treinamentos oferecem oportunidades de desenvolvimento, que pode ser conseguido, também, de outras formas, como através da experiência e do tempo.

De maneira geral, podemos dizer que o treinamento é o que acontece de imediato, enquanto o desenvolvimento acontece a médio e longo prazos.

O treinamento regular de pessoas leva ao seu desenvolvimento. Por consequência, o local onde essas pessoas trabalham também cresce.

É por isso que gestores empresariais inteligentes apostam no treinamento dos seus funcionários.

Quais as vantagens do treinamento e desenvolvimento para a empresa?

Uma das grandes vantagens do treinamento e desenvolvimento no âmbito empresarial é o aumento da produtividade. Além disso, a atualização dos funcionários no mercado possibilita o acompanhamento de inovações estratégicas. E isso colabora muito no crescimento do negócio.

Mas, além do que já mencionamos, a empresa pode se beneficiar por que eles:

  • otimizam a experiência dos clientes;
  • reduzem o retrabalho;
  • melhoram os resultados de cada atividade;
  • aumentam a satisfação dos colaboradores;
  • fortalecem a estratégia empresarial;
  • agilizam solução de problemas;
  • asseguram o cumprimento de leis e normas.

Otimizam a experiência dos clientes

cliente respondendo pesquisa de satisfação

Através dos treinamentos é possível garantir que os funcionários sigam padrões empresariais de tratamento ao cliente e de entrega do produto/serviço.

A qualidade da entrega é fundamental, uma vez que atender às expectativas de um consumidor fazem com que ele volte, ou indique o seu negócio. E aqueles que saem insatisfeitos não voltarão e farão recomendações ruins a outros possíveis compradores.

Assim, é preciso investir no conhecimento do processo, em formas de agilizá-lo, sem que ele perca as características atrativas para o cliente. E isso se dá mediante treinamentos, transmissão de conhecimentos.

Além das questões técnicas, que são imprescindíveis ao bom funcionamento de uma empresa, há o tratamento que o cliente espera. Todo mundo, ao chegar em um local, espera ser tratado com empatia e ter seu problema solucionado.

Não se pode subestimar o poder que uma interação ruim entre funcionário e consumidor tem de difamar um negócio. Um consumidor maltratado é um consumidor perdido, e com uma experiência ruim para contar a todos.

Já interações positivas podem resultar em compras, mesmo que o cliente encontre preço menor em outro lugar. Portanto, treinamentos que possibilitam melhorar a qualidade nos atendimentos são muito vantajosos para empresa.

Reduzem o retrabalho

Se os seus colaboradores estão precisando refazer de novo e de novo a mesma tarefa, é porque ela não está sendo bem feita da primeira vez. E nem sempre isso é culpa dele!

Pode ser que, ao ingressar como funcionário da empresa, não lhe tenham oferecido informações o suficiente para ele conseguir atuar de forma mais fluida.

A redução do retrabalho é benéfica para a empresa porque ela não tem que investir na sua refação. Treinamento e desenvolvimento de pessoal, com foco em instituir padrão de execução, garantem a solução para esse problema.

Além disso, a implementação de novas tecnologias, possibilitada pelo treinamento de funcionários e compartilhamento de conhecimentos, gera melhor desempenho.

Cada tarefa é importante e conseguir que elas sejam realizadas dentro dos padrões exigidos pela empresa significa redução de custos e possibilidades de aumento de receita.

Leia também:

Aumentam a satisfação dos colaboradores

A participação dos colaboradores em programas de T&D faz com que eles desenvolvam habilidades. Isso os deixa mais motivados no trabalho e aumenta sua qualidade de vida.

Assim, reduz-se a rotatividade de funcionários e todos os gastos referentes a tempo e dinheiro investidos em processos seletivos. Desse modo, há retenção de talentos, muito vantajosa para empresas que investem em seus funcionários, treinando-os para se adequar aos seus padrões.

Fortalecem a estratégia empresarial

Mediante treinamentos, é possível tornar a comunicação mais assertiva e alcançar metas. Além disso, eles possibilitam a implementação de novas formas de se trabalhar, mais otimizadas.

O desempenho melhor dos colaboradores em suas funções, gera melhorias na sua produção, nas suas entregas e também na interação dentro da empresa.

Quando todos se compreendem e sabem a importância e complexidades do trabalho de cada um, passam a compartilhar valores e perseguir os mesmos objetivos. E isso leva uma colaboração contínua, melhorando o clima organizacional.

Muitos empresários têm receio de investir em qualificação dos seus funcionários e eles levarem consigo todo o investimento feito, se desistirem de trabalhar no local.

Entretanto, colaboradores que se sentem valorizados tendem a fixar raízes na empresa e vestir a camisa. Assim, se trabalhando com você, eles encontram mais qualidade de vida, as chances de saírem reduzem muito.

Agilizam solução de problemas

Muitas vezes a necessidade de tomada de decisões atrasam processos empresariais. Isso acontece, especialmente, quando colaboradores não se sentem capazes de resolver problemas sem supervisão.

Há atrasos que podem ser evitados, mediante a aplicação de treinamento e desenvolvimento de pessoas. Se elas compreendem o processo, se sentirão seguras para agir sobre ele, eliminando gargalos desnecessários.

Quer saber mais sobre gestão de crises e imagem empresarial? É só apertar o play:

Asseguram o cumprimento de leis e normas

As empresas dos mais variados nichos precisam seguir leis, normas e regulamentos, sob pena de alguma punição (como multas). E, para não haver deslizes, é preciso que os colaboradores passem por rigorosos treinamentos nesse sentido.

Parece que falamos muitos benefícios, mas esses foram só alguns!

Ainda há outros como a atração de talentos, a revisão constante do Plano de Desenvolvimento Individual dos colaboradores (para correção de falhas), o suprimento de demandas pontuais e o desenvolvimento de habilidades fundamentais.

Quais são os objetivos do T&D?

Os objetivos do T&D se confundem com os seus benefícios, uma vez que são eles que as empresas perseguem ao implantá-los.

Elas querem alcançar padrões de qualidade que apenas são possíveis mediante o alinhamento de toda a equipe. É isso que reduz falhas nas estratégias e oferece aos colaboradores o conhecimento necessário para atuar de acordo com as expectativas empresariais.

Em todos os colaboradores que entrarem, faltará alguma habilidade que poderá ser conseguida mediante treinamento e desenvolvimento.

Além disso, a forma mais prática (e, muitas vezes, mais barata) de alcançar o sucesso é investindo no aprendizado daqueles que já estão com você.

Através dos treinamentos, os funcionários também se sentem mais incluídos na empresa, sendo mais participativos. Isso reduz o absenteísmo causado por sobrecargas, falta de propósito e frustração com o não reconhecimento do seu trabalho.

Em suma, os objetivos com a implantação de treinamentos e o investimento no desenvolvimento de pessoas, a longo prazo, são alcançar o sucesso da organização como um todo.

Isso significa garantia de satisfação dos funcionários e o alto rendimento da empresa. Times que recebem treinamento e aprendem a ser colaborativos, alcançam alta performance e resultados excelentes.

Quer saber como melhorar a performance da sua empresa e colher todos os frutos dessa estratégia? Confira os materiais gratuitos que preparamos especialmente para você:

Quais os tipos de treinamento e desenvolvimento para uma empresa?

Há várias opções de T&D que uma empresa pode aplicar, de acordo com suas necessidades. São elas:

Banner com fundo roxo e o texto
  • hard skills (conhecimento técnico);
  • soft skills (habilidades comportamentais);
  • formação de líderes;
  • de integração;
  • de equipe;
  • corporativo;
  • por competências;
  • motivacional.

Hard skills (conhecimento técnico)

Esse treinamento está diretamente relacionado ao conhecimento técnico, específico, que um colaborador precisa para atuar em determinada função.

Ele pode ser direcionado a práticas novas adotadas na empresa, às quais os colaboradores devem se adaptar. Ou pode ter relação com o uso de alguma ferramenta ou equipamento da empresa.

Além disso, treinamentos como esse servem para atualizar a equipe quanto ao normas e leis, que podem mudar ao longo do tempo.

Soft skills (habilidades comportamentais)

Já as soft skills são aquelas habilidades que se direcionam à forma de se comportar, às habilidades sociais.

É através delas que uma pessoa pode aprender a trabalhar melhor em equipe, por exemplo. Ou aprender a conversar com outras pessoas em ambiente de trabalho de forma mais adequada (outros colaboradores ou clientes).

soft skills que uma pessoa pode ter naturalmente, como a empatia ou a expressividade. Mas todas elas podem ser ensinadas e aperfeiçoadas.

Formação de líderes

Treinamento e desenvolvimento são necessários para aqueles que estão perseguindo cargos mais altos, para atuarem como líderes. Ou para aqueles que estão em vias de receber uma promoção.

capacidades uma pessoa em posição de liderança deve ter para orientar a equipe, saber o que está acontecendo no trabalho de cada um e motivar seus colaboradores a melhorarem o seu desempenho.

Um treinamento com foco em liderança ensina habilidades, como a delegação de tarefas, a realização de projetos e a precisão na tomada de decisões.

Não pense você, que a contratação de um líder já formado é a única opção para sua empresa. Na verdade, selecionar quem já está nela, para ocupar posições de chefia, garante que os chefes conhecerão a fundo os processos empresariais.

Leia também:

De integração

O treinamento de integração acontece na fase do onboarding, ou seja, quando há novos colaboradores ingressando na empresa. Nele são repassadas normas, políticas e instruções sobre o funcionamento e a rotina empresariais.

De equipe

Treinamentos de equipe são aqueles com foco nas necessidades do time naquele momento. Por exemplo, saber uma nova política que a empresa está adotando. Ou compreender melhor sobre os produtos e serviços da empresa e como apresentá-los.

Eles também podem se direcionar ao desenvolvimento de habilidades sociais da equipe e em outros temas que otimizem a rotina de trabalho.

Corporativo

O treinamento corporativo, ainda que também seja oferecido em equipe é diferente do treinamento de equipe.

Nele, a empresa transmite conhecimentos aos colaboradores sobre aquilo que ela já identificou como gargalo em suas atividades. Esses treinamentos podem abranger soft skills ou hard skills, quando for necessário o aprofundamento em conhecimentos técnicos.

Gestão por competências

Este tipo de treinamento é dedicado aos gestores, para que aprendam a identificar as habilidades e competências do seu time, bem como aquelas que faltam nele. Assim, é possível aproveitar seus talentos e conhecimentos e ajudá-los a desenvolver novos.

Motivacional

Por fim, há o treinamento motivacional, no qual o foco é realmente esse: motivar a equipe. Ele é o ideal para fazer com que todos se envolvam em um novo projeto, ou em alguma mudança que a empresa esteja implementando.

Esses treinamentos podem trazer novo ânimo ao ambiente de trabalho, fazendo com que todos sintam bem-estar.

E aí, quer saber mais sobre engajamento de colaboradores? Basta assistir ao vídeo a seguir:

Como aplicar o treinamento e desenvolvimento em sua empresa?

A aplicação de treinamento e desenvolvimento na empresa exige planejamento e análise, para a melhor distribuição de recursos. Se pudéssemos falar em um passo a passo, seria o seguinte:

  • identificação de problemas;
  • definição de soluções;
  • escolha do meio de treinamento;
  • seleção dos participantes do treinamento;
  • estabelecimento dos detalhes;
  • execução;
  • avaliação dos resultados.

Identificação de problemas

Antes de pensar no treinamento em si, é preciso saber para que ele servirá na sua empresa. Treinamentos tem por objetivo o aperfeiçoamento, o desenvolvimento de novas habilidades e conhecimentos.

Assim, é preciso conhecer o seu time e entender suas dificuldades, para saber como investir na otimização do seu desempenho. E esse conhecimento pode ser obtido a partir dos gestores de cada time.

Se possível, também é uma boa alternativa avaliar as necessidades da equipe diretamente com ela. Depois dessa etapa, com os problemas dos colaboradores em mãos, é hora de buscar as soluções.

Definição de soluções

As soluções são aquelas que o treinamento ensinará. Como você precisa que os seus colaboradores atuem agora? Eles precisam aprender a lidar com inovações tecnológicas? Talvez com um novo gestor? Precisam aprender a se posicionar diante do cliente?

O objetivo é que eles consigam desenrolar e ampliar suas capacidades, para seguir o padrão da sua empresa.

Escolha do meio de treinamento

O que é treinamento comportamental

Os treinamentos podem acontecer de diversas formas, veja alguns exemplos:

  • cursos;
  • eventos;
  • jogos;
  • palestras;
  • workshops.

Além disso, há opção de acontecerem de forma presencial, híbrida ou totalmente online. Assim, é possível adequar o treinamento à realidade da sua empresa e oferecer mais conforto aos colaboradores durante sua realização.

Leia também:

Seleção dos participantes do treinamento

Aqueles que participarão do treinamento são os que precisam acessar ao conhecimento que será distribuído nele. Uma pessoa que trabalha no controle de estoque, provavelmente, não precisará de treinamento com foco em atendimento ao cliente e vendas.

É preciso saber quais colaboradores precisam desenvolver as habilidades que serão apresentadas e listá-los, para saber quanto isso custará, por pessoa, à empresa.

Estabelecimento dos detalhes

Nessa etapa, se define quem será a pessoa especialista a dar o treinamento, o seu tempo de duração, o local no qual ele acontecerá e o tipo de material ao qual os alunos acessarão. Serão vídeos? Apostilas? Apresentação de slides?

Aqui é indicado considerar a realização de treinamentos online. Isso porque é possível realizá-los de qualquer lugar, a qualquer hora e cada colaborador pode participar no seu tempo.

Além disso, os custos são muito menores, porque não há que arcar com a estrutura para ministrá-los. E não é preciso pagar por eles sempre que acontecerem: eles estarão gravados.

Execução

Com todos os detalhes estabelecidos, materiais preparados e data marcada, é hora de avisar à equipe que o treinamento acontecerá. Além disso, é preciso informá-la sobre a obrigatoriedade ou opção de participação, bem como dos valores, se for o caso.

Avaliação dos resultados

Por fim, após a realização do treinamento, seja ele em qualquer modalidade, é preciso avaliar o seu sucesso diante da equipe. É muito importante validar o conhecimento dos profissionais e solicitar sua avaliação a respeito do programa de treinamento.

A validação do seu conhecimento pode acontecer mediante a realização de uma prova, apenas para fins de verificar o quanto foi absorvido de conhecimento ali.

Já a avaliação da opinião dos participantes pode acontecer mediante feedbacks solicitados a quem participou (até o final ou desistiu no meio), de forma anônima ou não.

Após o fim do treinamento e com a implementação daquilo que foi ensinado, é preciso observar se ele trouxe progresso para o desempenho dos colaboradores.

Dito isso, não podemos esquecer de que os treinamentos fazem parte do desenvolvimento, que é contínuo e progressivo. E, para a aplicação deste, é preciso adotar medidas a longo prazo, como o oferecimento de treinamentos de tempos em tempos.

Portanto, permaneça atento às necessidades dos seus colaboradores, para conseguir supri-las, sempre que eles demandarem. O foco no aprendizado deles e no conhecimento prático, faz com que cresçam, e o seu negócio também.

Quais os principais indicadores para se observar no T&D?

O que são indicadores de RH

As formas de avaliação já mencionadas oferecem dados sucesso do T&D na sua empresa, em se tratando de quanto conhecimento foi absorvido pelos profissionais e de como eles transformaram esse conhecimento em prática.

Mas, além dessas, é possível mensurar seus resultados de formas mais precisas, observando alguns indicadores. Eles fornecem dados concretos, que auxiliam na tomada de decisões.

Por meio deles, é possível que você gaste apenas com o que for agregar à equipe e saiba como aperfeiçoar seu programa de treinamento e desenvolvimento, a longo prazo.

Saiba quais são eles:

Número total de colaboradores participantes

É importante saber quantos foram os colaboradores que se interessaram pelo programa de T&D e se inscreveram para participar. A partir daí, pode-se contabilizar quantos deles realmente foram e começar a compreender os temas pelos quais a equipe mais se interessa.

Adesão e desistência

Após o início do treinamento, alguns dos colaboradores podem desistir. Saber quantos foram e, principalmente, o motivo que os levou a isso, são dados que possibilitam o aperfeiçoamento dele a longo prazo.

Se muitos colaboradores desistiram, talvez seja necessário reavaliar a estratégia. É possível, por exemplo, oferecer o treinamento em modalidade online, ao invés de presencial. Ou mudar a forma de abordagem dos temas.

O que fizer mais sentido para o seu negócio e que solucionar os motivos de desistência dos seus colaboradores.

Opinião dos colaboradores

Como já mencionamos, a avaliação dos colaboradores sobre o treinamento é fundamental. Afinal, o grande objetivo dele é levar conhecimento a eles, para lapidar suas habilidades.

Portanto, não deixe de encontrar uma forma para que a satisfação de sua equipe chegue até você, bem como sugestões ou críticas.

Leia também:

Investimentos empresariais

É fundamental saber quanto a empresa está investindo em treinamento e desenvolvimento. Os investimentos foram feitos esperando um retorno, que é a melhoria da qualidade de trabalho do pessoal, gerando resultados financeiros.

Assim, para saber se os treinamentos estão funcionando e gerando receita, é preciso saber quanto se investiu no total. Na soma deve englobar os custos com o local, material, mídias, limpeza e outros.

Retorno dos investimentos

Pote de moedas sobre as mãos sobrepostas de dois adultos e uma criança

Após o treinamento e com a somatória do investimento em mãos, é preciso calcular o retorno dos investimentos. Isso significa subtrair o valor investido do ganhado. O resultado positivo indicará que o investimento valeu a pena.

Ainda que o retorno não aconteça imediatamente, será possível observar mudanças na postura dos colaboradores e maior produtividade.

Algum tempo depois (a ser avaliado de acordo com cada negócio e que fizer sentido ao funcionamento da empresa), é possível transformar esses dados em números e saber se o investimento compensou monetariamente.

Tire todas suas dúvidas sobre T&D!

Rapidamente, tire suas dúvidas sobre T&D, mediante a leitura dos tópicos abaixo:

O que é um T&D


Treinamento e desenvolvimento são meios de oferecer conhecimento aos colaboradores de uma empresa. Eles se tratam de programas que acontecem a curto ou longo prazo, com foco no progresso dos profissionais.

A curto prazo, existem os treinamentos, focados em necessidades imediatas da empresa.
A partir deles, os profissionais podem aprender a utilizar novas tecnologias, implementar normas, colaborar com uma nova gestão, dentre outras opções. Eles possuem início, meio e fim, se assemelhando a cursos.

Já o desenvolvimento é o foco em melhorias contínuas do profissional e não necessariamente ele está atrelado aos treinamentos. Esses últimos podem ser utilizados como mecanismos de desenvolvimento.

Entretanto, todo conhecimento que uma pessoa adquire na vida, mediante experiências pessoais ou fora do ambiente de trabalho, estão incluídas nele. Por isso, ele não tem fim, durando enquanto durar o aprendizado.


Quais as vantagens?


São vantagens da implementação de treinamento e desenvolvimento de pessoal:

• otimização da experiência dos clientes;
• redução do retrabalho;
• melhora nos resultados de cada atividade;
• aumento da satisfação dos colaboradores;
• fortalecimento da estratégia empresarial;
• agilidade na solução de problemas;
• assegurar o cumprimento de leis e normas.

Além disso, empresas que fazem grandes funcionários se tornam, também, grandes empresas. Isso porque o desempenho dos profissionais fará diferença na receita do negócio.


Quais são seus objetivos


Os objetivos da implementação de T&D se confundem com suas vantagens: ela visa solucionar gargalos empresariais, tendo como resultado a melhora no atendimento aos clientes e na atuação de cada colaborador, em sua função.

Mediante treinamento e programas de desenvolvimento, a empresa consegue implementar soluções mais ágeis, sem perda na qualidade na entrega. E isso fortalece a competitividade empresarial.


Como desenvolver na empresa


Um pequeno passo a passo mostra como, idealmente, desenvolver um programa de T&D na sua empresa:

• identificação de problemas;
• definição de soluções;
• escolha do meio de treinamento;
• seleção dos participantes do treinamento;
• estabelecimento dos detalhes;
• execução;
• avaliação dos resultados.

Conclusão

A implementação de treinamento e desenvolvimento pessoal deve considerar muitos pontos, como o orçamento empresarial, a acessibilidade do treinamento aos colaboradores e a qualidade do material.

Por isso, nós sugerimos que você avalie a possibilidade de oferecer programas digitais de treinamento e desenvolvimento, que reduzem os custos para a empresa, sem prejuízo da qualidade.

A atuação online não é mais um diferencial: ela é necessária para acompanhar as constantes inovações da atualidade. Por isso, sugerimos que você leia nosso artigo sobre EAD para empresas e se informe sobre como a digitalização pode beneficiar o seu negócio.