Tempo de Leitura: 16 minutos

O reembolso de despesas é uma prática essencial nas organizações modernas, permitindo que colaboradores sejam ressarcidos por gastos realizados em nome da empresa. 

No entanto, sua correta execução demanda clareza, organização e conformidade com políticas internas da empresa e a legislação vigente. 

Neste guia, exploraremos as melhores práticas para efetuar reembolsos de despesas corporativas de forma adequada, garantindo transparência, eficiência e conformidade para benefício mútuo de colaboradores e da organização. 

Vamos desvendar os passos cruciais para estabelecer um processo eficaz que assegure um reembolso justo e sem complicações, promovendo uma gestão financeira sólida e satisfatória para todos os envolvidos. Vamos lá?

O que é reembolso de despesas?

reembolso de despesas

O reembolso de despesas é um processo essencial em muitas organizações, no qual os funcionários são compensados ​​financeiramente pelos custos que tiveram ao realizar atividades relacionadas ao trabalho. 

Essas despesas podem incluir uma ampla gama de gastos, como viagens a negócios, aquisição de suprimentos, refeições durante expedientes de trabalho, hospedagem, transporte, entre outros. 

O princípio subjacente é que, se um funcionário incorreu em despesas em nome da empresa, ele tem o direito de ser reembolsado por esses gastos.

Planilha de Folha de Pagamento Gratuita

Geralmente, o colaborador precisa apresentar comprovantes de suas despesas, como recibos e notas fiscais, para validar os gastos que deseja reembolsar. 

A empresa, por sua vez, estabelece políticas e diretrizes claras que determinam quais despesas são reembolsáveis e em que condições. 

Essas políticas podem variar de organização para organização, mas têm como objetivo garantir que os reembolsos estejam alinhados com os interesses da empresa e que os colaboradores não abusem do sistema. 

Portanto, o reembolso de despesas é um mecanismo que equilibra a liberdade dos funcionários para utilizar recursos próprios em serviço da empresa, garantindo ao mesmo tempo o controle e a responsabilidade financeira da organização.

O que a CLT diz sobre reembolso de despesas corporativas?

A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) não possui uma seção específica que trate detalhadamente do reembolso de despesas corporativas. 

No entanto, aborda a questão de forma ampla, garantindo que os custos das atividades do empregado realizadas em nome da empresa sejam cobertos pela organização.

Conforme o artigo 457 da CLT:

“As importâncias, ainda que habituais, pagas a título de ajuda de custo, auxílio-alimentação, vedado seu pagamento em dinheiro, diárias para viagem, prêmios e abonos não integram a remuneração do empregado, não se incorporam ao contrato de trabalho e não constituem base de incidência de qualquer encargo trabalhista e previdenciário.”

Portanto, a CLT estabelece que os custos inerentes ao trabalho e desempenho das atividades da empresa devem ser assumidos pelo empregador. 

Isso significa que os gastos que um colaborador tenha durante sua jornada de trabalho, incluindo despesas de viagens a trabalho e outras atividades relacionadas, são de responsabilidade da empresa.

A Reforma Trabalhista de 2017 introduziu maior flexibilidade no reembolso de despesas corporativas

Antes, as diárias de viagem eram o método predominante de reembolso. Com as mudanças, outras formas de reembolso foram permitidas, desde que acordadas entre a empresa e o colaborador. Isso pode incluir reembolso baseado em comprovantes de gastos, verbas fixas diárias ou uma combinação desses métodos.

É importante ressaltar que, de acordo com a CLT, o reembolso de despesas não é considerado parte do salário do empregado. Essas despesas são vistas como indenizações e, portanto, não estão sujeitas a encargos trabalhistas e tributação.

Assim, a CLT assegura que os custos associados ao desempenho das atividades profissionais sejam arcados pela empresa e oferece flexibilidade para acordar os métodos de reembolso, assegurando que não integrem o salário do empregado.

Leia também:

Quais motivos podem ser considerados reembolsos de despesas corporativas?

Os reembolsos corporativos englobam uma variedade de despesas que um colaborador incorre no exercício de suas atividades profissionais em nome da empresa. 

Esses gastos são reembolsados pela organização para garantir que os funcionários não tenham prejuízos financeiros ao realizar tarefas relacionadas ao trabalho. 

Alguns dos motivos mais comuns que podem ser considerados como reembolsos de despesas corporativas incluem:

Viagens a trabalho

Viagens a trabalho são uma parte integrante das operações comerciais modernas. Colaboradores muitas vezes precisam se deslocar para se encontrar com clientes, participar de conferências ou fechar negócios. 

Durante essas viagens, eles incorrem em várias despesas, como passagens aéreas, estadias em hotéis e alimentação. 

É crucial para a empresa reembolsar esses gastos de forma justa e eficiente, garantindo que os colaboradores que trabalham em viagem não suportem o ônus financeiro ao representar a organização fora do local de trabalho. 

Esses reembolsos são processados com base em recibos e notas fiscais que comprovam os gastos relacionados à viagem.

Transporte

reembolso de despesas para transporte

O reembolso de despesas de transporte é fundamental para colaboradores que usam seus próprios veículos para deslocamentos a serviço da empresa. Isso pode incluir viagens entre escritórios, visitas a clientes ou deslocamentos para reuniões. 

Os custos de combustível, manutenção, estacionamento e até mesmo pedágios são elegíveis para reembolso. Geralmente, essas despesas são calculadas com base nos quilômetros percorridos ou em um valor acordado por quilômetro. 

Garantir o reembolso adequado encoraja os colaboradores a utilizar seus próprios meios de transporte, promovendo eficiência e flexibilidade nas operações da empresa. 

Além disso, contribui para um ambiente de trabalho mais equitativo, onde os custos do colaborador associados à execução de suas funções são devidamente reconhecidos e compensados pela organização.

Alimentação

O reembolso de despesas com alimentação é uma prática comum em empresas, especialmente durante viagens a trabalho. Isso inclui refeições durante viagens ou despesas de alimentação incorridas durante o horário de expediente. 

Os colaboradores muitas vezes precisam gastar em restaurantes, cafeterias ou outras opções de alimentação durante suas atividades profissionais fora da empresa. 

Essas despesas são reembolsadas para garantir que os colaboradores mantenham uma alimentação adequada durante suas obrigações de trabalho e não arquem com os custos alimentares do próprio bolso.

Hospedagem

O reembolso de despesas de hospedagem é essencial para colaboradores que precisam pernoitar fora de suas cidades de residência devido a compromissos profissionais. Isso pode incluir estadias em hotéis, pousadas ou outras formas de acomodação durante viagens a trabalho. 

As organizações geralmente possuem políticas específicas que determinam o limite de gastos elegíveis para reembolso relacionados à hospedagem. 

Garantir um reembolso adequado nessa categoria é crucial para incentivar a mobilidade dos colaboradores, garantindo que tenham um local adequado para descanso durante viagens de trabalho e, ao mesmo tempo, evitando encargos financeiros excessivos para eles. 

Essa prática também contribui para o bem-estar dos colaboradores e a satisfação no trabalho.

Comunicações

reembolso de despesas para comunicação

O reembolso de despesas relacionadas à comunicação corporativa muitas vezes se refere a gastos com ligações telefônicas, internet móvel, aplicativos de comunicação, como Skype ou Zoom, e outras ferramentas de comunicação necessárias para realizar atividades de trabalho. 

Na era digital, manter-se conectado é vital para a produtividade e eficiência no mundo profissional. Portanto, os custos associados a essas comunicações são frequentemente reembolsados para garantir que os colaboradores possam manter um alto nível de comunicação e, por sua vez, desempenho eficaz em suas funções corporativas. 

Esse tipo de reembolso demonstra o reconhecimento da importância da conectividade e comunicação no ambiente de trabalho contemporâneo.

Material de trabalho

O reembolso de despesas com material de trabalho abrange os custos associados à aquisição de itens necessários para a execução das funções laborais

Isso pode incluir despesas com a compra de equipamentos, suprimentos de escritório, ferramentas específicas para a função desempenhada e outros materiais essenciais para a produtividade no ambiente de trabalho. 

As organizações muitas vezes reembolsam esses gastos para garantir que os colaboradores tenham acesso ao melhor conjunto de recursos para realizar suas tarefas de maneira eficaz.

Educação e treinamento

O reembolso de despesas relacionadas a educação corporativa, treinamento e desenvolvimento de funcionários refere-se aos custos associados ao aprimoramento profissional e à aquisição de novas habilidades

Isso pode incluir mensalidades de cursos, workshops, conferências, materiais educacionais e viagens necessárias para participar desses eventos de aprendizado. 

Incentivar o crescimento profissional dos colaboradores por meio do reembolso dessas despesas é uma prática comum adotada pelas organizações que valorizam o aprimoramento contínuo de suas equipes.

Home office

reembolso de despesas para home office

Com a ascensão do trabalho remoto, os gastos relacionados ao home office tornaram-se uma área importante para reembolsos corporativos. Isso engloba os custos associados à criação e manutenção de um ambiente de trabalho eficiente em casa

Pode incluir despesas com internet, energia elétrica, telefone, móveis de escritório, equipamentos de informática, softwares específicos para o trabalho, entre outros.

Os colaboradores que trabalham em regime de home office frequentemente utilizam suas residências como local de trabalho, e é essencial que tenham as condições necessárias para serem produtivos. Assim, muitas empresas optam por reembolsar parte ou a totalidade desses gastos para garantir que seus colaboradores possam trabalhar de maneira eficaz e confortável em suas casas.

Estabelecer diretrizes claras sobre quais despesas relacionadas ao home office são reembolsáveis, como os colaboradores devem documentar essas despesas e os limites de reembolso é crucial para manter uma política transparente e justa. 

Esse tipo de reembolso também pode ser uma estratégia para reter talentos e demonstrar preocupação com o bem-estar e a eficiência dos colaboradores mesmo fora do ambiente tradicional do escritório.

Outros gastos específicos

Além dos gastos mencionados, os reembolsos corporativos podem abranger uma variedade de outras despesas específicas relacionadas ao trabalho. 

Isso pode incluir, por exemplo, despesas com representação, certificações profissionais necessárias para o cargo, despesas inesperadas diretamente relacionadas às atividades laborais, entre outros. 

É importante que as políticas de reembolso sejam claras sobre quais despesas adicionais são elegíveis para reembolso e como os colaboradores devem documentar e solicitar tais reembolsos. 

Essa transparência promove uma gestão eficaz das finanças corporativas e garante que os colaboradores sejam reembolsados de forma justa e consistente.

Como a contabilidade precisa lançar o reembolso de despesas?

reembolso de despesas e contabilidade

O lançamento contábil do reembolso de despesas é uma etapa crucial para garantir a precisão e transparência na contabilidade de uma empresa.

Quando um colaborador realiza uma despesa em nome da empresa e é reembolsado posteriormente, é fundamental que a contabilidade registre essa transação de maneira precisa e transparente. 

Primeiramente, é importante entender que o reembolso de despesas não é considerado uma receita para o colaborador, pois ele está sendo ressarcido por despesas legítimas efetuadas em nome da empresa.

Portanto, o reembolso de despesas corporativas deve ser tratado com precisão, de acordo com as políticas estabelecidas pela empresa. 

É vital manter uma documentação rigorosa e seguir as práticas contábeis adequadas para garantir transparência e conformidade com os regulamentos vigentes.

Confira, a seguir, como realizar o lançamento do reembolso de despesas:

Registro da despesa

A despesa inicial feita pelo colaborador precisa ser registrada na contabilidade no momento em que ocorre. 

Isso é feito para garantir que a empresa tenha um registro preciso e detalhado de todos os gastos relacionados às operações do negócio. 

Esse registro inicial é feito debitando a conta correspondente à despesa incorrida (como “Despesas com viagens” ou “Despesas de representação”).

Reembolso de despesas para o colaborador

Quando a empresa reembolsa o colaborador, essa transação não afeta diretamente o lucro ou prejuízo da empresa. Ela é uma transferência de fundos, onde a organização simplesmente devolve ao colaborador o valor gasto. 

Essa operação é registrada como um crédito na conta de despesas correspondente e um débito na conta bancária ou de caixa da empresa.

Por exemplo, se o colaborador gastou R$ 500 em despesas de viagem e a empresa reembolsou esse valor, a contabilidade registrará um crédito de R$ 500 na conta de “Despesas com Viagens” e um débito de R$ 500 na conta bancária da empresa.

Documentação adequada

reembolso de despesas documentos

A documentação adequada é essencial em cada etapa. Isso inclui recibos, notas fiscais e outros comprovantes que atestem a natureza e o valor da despesa. 

Tanto o colaborador quanto a empresa devem manter cópias desses documentos para fins de auditoria e conformidade fiscal.

Políticas de reembolso de despesas

A empresa deve ter políticas de reembolso de despesas bem definidas. Isso inclui limites de gastos, tipos de despesas reembolsáveis e o processo que os colaboradores devem seguir para obter o reembolso. 

Principais Rotinas de DP no fim de ano: documentos e processos

Todas essas políticas devem estar alinhadas com as leis fiscais e trabalhistas locais.

Auditoria e conformidade

A contabilidade deve garantir que todos os reembolsos estejam em conformidade com as políticas estabelecidas e com as regulamentações fiscais. Periodicamente, é necessário revisar os registros de despesas e reembolsos para garantir que não haja erros ou irregularidades.

Como fazer um controle de reembolso de despesas corporativas?

O controle eficaz do reembolso de despesas corporativas é fundamental para garantir a transparência financeira, a conformidade com políticas internas e legais, e a eficiência operacional. 

Aqui estão os passos e as considerações para implementar um controle robusto de reembolso de despesas corporativas:

Estabeleça políticas claras

Comece definindo políticas claras e abrangentes sobre quais despesas são reembolsáveis, os limites de gastos permitidos e os procedimentos para solicitar reembolso. 

Essas políticas devem ser comunicadas e compreendidas por todos os colaboradores.

Utilize ferramentas especializadas

Considere o uso de software ou aplicativos de gestão de despesas que facilitem o processo de reembolso. 

Essas ferramentas permitem que os colaboradores registrem despesas, enviem comprovantes digitalizados e sigam um fluxo de aprovação.

Registre as despesas detalhadamente

balanço patrimonial

Incentive os colaboradores a registrar todas as despesas de forma detalhada, incluindo data, valor, categoria de despesa e justificativa. Essas informações são essenciais para a análise e aprovação do reembolso.

Estabeleça um fluxo de aprovação

Crie um processo claro de aprovação que inclua os níveis de autorização necessários para diferentes valores de reembolso. Certifique-se de que cada despesa seja revisada e aprovada antes do reembolso.

Automatize o processo

Automatize o máximo possível do processo de reembolso, desde a submissão até a aprovação e pagamento. Isso reduz erros humanos, economiza tempo e proporciona uma visão em tempo real do status das despesas.

Exija comprovantes fiscais

Exija comprovantes fiscais válidos para cada despesa reivindicada. Isso pode incluir recibos, faturas ou notas fiscais. A validade e autenticidade dos comprovantes devem ser verificadas.

Defina prazos de reembolso de despesas

Estabeleça prazos claros para a submissão de solicitações de reembolso e para o pagamento. 

Isso mantém o processo eficiente e os colaboradores informados sobre quando podem esperar o reembolso.

Realize auditorias regulares

Implemente auditorias periódicas para garantir que as despesas estejam em conformidade com as políticas da empresa. Isso também ajuda a identificar possíveis fraudes ou erros inadvertidos.

Aproveitando o assunto, para saber mais sobre como funcionam as auditorias no Departamento Pessoal, assista ao vídeo a seguir, publicado no canal da Sólides Tangerino:

Promova a transparência e educação

Incentive a transparência ao explicar as políticas e processos de reembolso aos colaboradores. 

Ofereça treinamentos sobre o correto preenchimento de relatórios de despesas e o uso adequado do sistema de reembolso.

Integre com o sistema contábil

Integre o sistema de reembolso ao sistema contábil da empresa para garantir que os dados estejam devidamente registrados e que os relatórios financeiros sejam precisos.

Adapte as políticas segundo a realidade

Esteja aberto a ajustar as políticas de reembolso com base no feedback dos colaboradores e nas mudanças nas necessidades operacionais da empresa. As políticas devem ser flexíveis para se adaptar a diferentes cenários.

Priorize a segurança dos dados

Certifique-se de que todas as informações financeiras e pessoais estejam protegidas de acordo com as regulamentações de privacidade e segurança de dados.

Ou seja, implementando um controle de reembolso de despesas corporativas eficaz, a empresa pode otimizar o uso dos recursos, evitar problemas legais e manter a satisfação e produtividade dos colaboradores. Além disso, promove uma cultura de responsabilidade financeira e transparência dentro da organização.

Aproveite e confira também:

Como o funcionário deve solicitar um reembolso de despesa?

ROL

Solicitar um reembolso de despesas de forma adequada e eficiente é essencial para garantir que os colaboradores sejam devidamente ressarcidos pelos gastos incorridos durante as atividades relacionadas ao trabalho. 

Ao seguir as etapas determinadas pela empresa, o funcionário vai garantir a conformidade com as políticas da empresa, facilitar o processo de solicitação de reembolso de despesas e garantir que sua demanda será tratada de maneira eficaz.

Vamos explorar um passo a passo simples sobre como um funcionário pode solicitar um reembolso de despesas de forma eficaz:

Entenda a política de reembolso da empresa

Antes de iniciar o processo de reembolso, é crucial entender as políticas da empresa relacionadas a despesas reembolsáveis, limites de gastos, categorias de despesas aceitáveis e procedimentos de submissão. 

Essas políticas podem variar de empresa para empresa, portanto, é fundamental estar ciente das diretrizes específicas.

Mantenha os comprovantes das despesas

Sempre que você incorrer em uma despesa reembolsável, certifique-se de manter e organizar adequadamente todos os comprovantes fiscais. Isso pode incluir recibos, faturas, notas fiscais ou outros documentos que comprovem a despesa e seu valor.

Preencha um relatório ou formulário de reembolso

A maioria das organizações exige que os colaboradores preencham um formulário ou relatório de reembolso específico

Esse documento geralmente contém campos para inserir informações detalhadas sobre cada despesa, incluindo data, descrição, valor e categoria.

Selecione a categoria correta de despesa

Categorize cada despesa de acordo com as diretrizes da política de reembolso. Isso ajuda na classificação adequada e na contabilização das despesas pela empresa, além de facilitar a aprovação.

Anexe os comprovantes de despesa

Faça upload no software ou anexe os comprovantes de despesa ao formulário de reembolso. É importante garantir que todos os documentos estejam legíveis e mostrem claramente os detalhes da transação.

Justifique as despesas

Forneça uma explicação detalhada e justificativa para cada despesa. Isso pode incluir o propósito da despesa, como ela está relacionada ao trabalho e por que é reembolsável de acordo com a política da empresa.

Submeta o pedido de reembolso de despesas

Após preencher completamente o formulário de reembolso e anexar todos os comprovantes necessários, envie-o de acordo com os procedimentos estabelecidos pela empresa. Geralmente, isso envolve submissão eletrônica por meio de um sistema interno.

Acompanhe o status do reembolso de despesas

Fique atento ao status do seu pedido de reembolso. A empresa pode ter um processo de aprovação em várias etapas, e você pode receber notificações sobre a aprovação e o pagamento.

Verifique o reembolso recebido

Uma vez que o reembolso for processado e pago, verifique sua conta bancária ou método de pagamento designado para garantir que o valor foi creditado corretamente.

Comunique-se com a equipe financeira, se necessário

Se houver discrepâncias, perguntas ou preocupações relacionadas ao reembolso, comunique-se com a equipe financeira ou o departamento responsável para esclarecimentos adicionais.

Mantenha um registro organizado

Mantenha um registro organizado de todos os pedidos de reembolso submetidos, aprovações e pagamentos recebidos. Isso ajuda na prestação de contas e no acompanhamento das despesas reembolsadas.

Siga as orientações da empresa

Sempre siga as orientações e procedimentos estabelecidos pela empresa ao solicitar reembolsos. Isso garante conformidade com as políticas internas e evita atrasos desnecessários no processo.

Em quanto tempo a empresa deve pagar o reembolso de despesas para o funcionário?

reembolso de despesas prazo

O prazo para a empresa pagar o reembolso ao funcionário pode variar de acordo com as políticas internas estabelecidas pela própria empresa, assim como de acordo com as leis e regulamentos locais. 

Não há um prazo fixo estabelecido pela legislação brasileira, como ocorre com o pagamento de salários, por exemplo.

Geralmente, as empresas definem seus próprios prazos para reembolso de despesas, e isso é especificado em suas políticas internas. Alguns exemplos incluem:

Prazo fixo mensal ou quinzenal

Algumas organizações possuem um ciclo de pagamento específico para reembolso de despesas, semelhante aos pagamentos de salários. Por exemplo, os reembolsos podem ser processados junto com a folha de pagamento mensal ou quinzenal.

Prazo após aprovação

O reembolso pode ser processado dentro de um determinado número de dias após a aprovação da despesa. Isso pode variar de empresa para empresa, sendo comum prazos como 10, 15 ou 30 dias após a aprovação.

Prazo regular de pagamentos do reembolso de despesas

Alguns empregadores optam por incluir o reembolso de despesas no ciclo regular de pagamentos, como parte dos pagamentos regulares de salários. Isso pode ocorrer mensalmente ou de acordo com o ciclo de pagamento da empresa.

É fundamental que a política da empresa especifique claramente os prazos para reembolso de despesas, proporcionando transparência e expectativas claras para os funcionários. 

Os colaboradores devem estar cientes desses prazos para planejarem suas finanças pessoais e evitarem inconvenientes.

É sempre aconselhável que os empregadores processem os reembolsos o mais rápido possível, considerando a importância do reembolso para a satisfação e a motivação dos funcionários. 

A agilidade no pagamento demonstra consideração pela equipe e contribui para um ambiente de trabalho mais positivo.

Confira estes materiais:

Como fazer uma política de reembolso de despesas corporativas?

abonar faltas

Elaborar uma política de reembolso de despesas corporativas é essencial para estabelecer regras claras e transparentes sobre como os colaboradores podem solicitar e ser reembolsados por despesas relacionadas ao trabalho. 

Essa política é uma ferramenta importante para o departamento de Recursos Humanos e para os profissionais do Departamento Pessoal garantirem uma gestão financeira eficaz e equitativa dentro da empresa.

Passo 1: compreenda as leis e regulamentações locais

Antes de criar uma política de reembolso de despesas corporativas, é crucial compreender as leis e regulamentações locais relacionadas a despesas de viagem e reembolso de gastos. 

Isso pode incluir as leis trabalhistas e fiscais que determinam o que pode ou não ser reembolsado, bem como os prazos e regras que devem ser seguidos.

Passo 2: defina quais despesas são elegíveis para reembolso

É fundamental deixar claro quais tipos de despesas são elegíveis para reembolso. Isso pode incluir despesas como passagens aéreas, hospedagem, alimentação, transporte local, materiais de escritório, entre outros. 

Especificar detalhadamente as categorias de despesas ajuda a evitar mal-entendidos e solicitações inadequadas.

Passo 3: estabeleça limites e critérios de reembolso de despesas

Defina limites para cada categoria de despesa. Por exemplo, um limite diário para alimentação ou um valor máximo para despesas de táxi. Estabeleça critérios claros para o reembolso, como a necessidade de apresentar recibos, relatórios detalhados ou aprovações prévias.

Passo 4: crie procedimentos para solicitação de reembolso de despesas

Normas Brasileiras de Contabilidade

Descreva o processo que os colaboradores devem seguir para solicitar o reembolso de despesas. Isso pode incluir a utilização de formulários específicos, prazos para submissão, aprovações necessárias e detalhes sobre como apresentar os comprovantes das despesas.

Passo 5: política de aprovação

Esclareça quem são os responsáveis pela aprovação das despesas. Indique se a aprovação é feita pelo gestor direto, pelo departamento financeiro ou por outra instância. 

Além disso, estabeleça critérios para essa aprovação, como a conformidade com a política e a disponibilidade de orçamento.

Passo 6: prazos para o reembolso de despesas

Defina os prazos em que os reembolsos serão processados e pagos aos colaboradores após a aprovação das despesas. Esse é um aspecto importante para garantir que os funcionários sejam reembolsados de forma oportuna e justa.

Passo 7: comunicação e treinamento

Certifique-se de que os colaboradores estejam plenamente cientes da política de reembolso

Isso pode envolver a realização de sessões de treinamento, a distribuição da política impressa e a disponibilidade para esclarecer dúvidas. Manter uma comunicação aberta é essencial para o sucesso da política.

Passo 8: revisão e atualização periódica

Por fim, estabeleça que a política será revisada periodicamente para garantir que continue atendendo às necessidades da empresa e esteja em conformidade com as mudanças nas leis ou na cultura organizacional. A flexibilidade para ajustes é crucial para uma política eficaz.

Ao seguir esses passos, os profissionais de DP podem criar uma política de reembolso de despesas corporativas que seja justa, transparente e eficaz, atendendo às necessidades tanto da empresa quanto dos colaboradores.

Tudo certo sobre reembolso de despesas corporativas?

como calcular a hora de trabalho

Como vimos, uma política de reembolso de despesas corporativas bem estruturada é fundamental para promover transparência, equidade e eficiência nas relações financeiras entre colaboradores e a empresa. 

Estabelecer regras claras, definir despesas elegíveis, limites, procedimentos de solicitação e prazos de reembolso são passos cruciais para garantir que esse processo flua de maneira adequada e alinhada aos interesses de ambas as partes.

No contexto atual, em que o home office se tornou uma prática comum, os custos relacionados a esse formato de trabalho também merecem consideração. 

Com muitos colaboradores trabalhando remotamente, é relevante avaliar e adaptar as políticas de reembolso para incluir despesas relacionadas ao home office, como internet, energia elétrica, equipamentos e mobiliário. 

Integrar esses custos ao processo de reembolso demonstra a atenção da empresa às necessidades dos funcionários e reflete um compromisso com o bem-estar e a produtividade, mesmo em um ambiente de trabalho flexível e descentralizado.

Continue aqui no blog e confira tudo sobre custos do home office

Banner branco com o texto: Faça a gestão de férias do seu time em uma só plataforma e acabe com a burocracia no DP. Conheça o gestão de férias; e uma pessoa usando o gestão de férias